A criticada animação “Emoji: O filme” teve pelo menos um bom resultado para o cinema. Jordan Peele revelou que um convite para dublar o “emoji de cocô” o incentivou a desistir de atuar como comediante e se dedicar à carreira de diretor.

Antes disso, Jordan Peele ficou conhecido nos EUA atuando como comediante no programa “Key and Peele”. Após a mudança na carreira, ele acabou indicado ao Oscar por seu primeiro filme como diretor, “Corra!”.

Peele contou a história no sábado (3), quando recebeu o prêmio de melhor diretor iniciante no Directors Guild Awards.

“‘Emoji: O filme’ me ajudou a desistir de atuar, na verdade. Eu recebi o convite para fazer o ‘cocô’. É verdade. Eu não inventaria isso”, ele disse.

Ele diz que achou o convite estranho, mas chegou a pedir um tempo para o seu empresário para pensar. Quando ele foi perguntar qual seria o pagamento, o papel já tinha sido aceito por Patrick Stewart. “Eu pensei: ‘Fo**-se”, contou o ex-ator, agora diretor.

do site G1

Facebook Comments