Oito longas-metragens e sete curtas de origem brasileira compõem a programação competitiva do Los Angeles Brazilian Festival, que será realizado de 17 a 20 de setembro, na Califórnia. Mais forte que o mundo – A história de José Aldo, com José Loreto e Cleo Pires, está entre os destaques. Edição 2016 também contará com seminários, workshops e debates voltados para a indústria do audiovisual.

Além do longa dirigido por Afonso Poyart, foram selecionados para a mostra competitiva Deserto, de Guilherme Weber; Travessia, de João Gabriel; Jonas, de Lo Piliti; Cromossomo 21, de Alex Duarte; Órfãos do Eldorado, com direção de Guilherme Coelho; e os documentários O caso de Dionísio Diaz, de Fabiana Karla e Chico Amorim, e Eu sou Carlos Imperial, de Renato Terra e Ricardo Calil.

A programação completa estará disponível em breve no site do LABF.

do site Filme B

Facebook Comments