Nos últimos anos, Jodie Foster vem dedicando mais tempo à direção do que à atuação – “O Jogo do Dinheiro“, com George Clooney e Julia Roberts foi o mais recente. Sempre engajada na luta por igualdade dos gêneros no cinema mundial, a vencedora do Oscar por “O Silêncio dos Inocentes” voltou a realçar a importância de que mais mulheres ganhem espaço como diretoras em Hollywood. As informações são do site The Hollywood Reporter.

Durante evento de divulgação do filme “Hotel Artemis”, Jodie Foster declarou que, apesar de gostar de estar na frente das câmera, pretende continuar dirigindo mais que atuando. Segundo ela, os EUA estão atrás da Europa na maior inclusão de mulheres no cargo de direção. “É a América que é o problema e tem sido por muito tempo. Precisamos bater na cabeça dos EUA para que eles saibam que precisa de diretores do sexo feminino”, disse, citando o exemplo do elogiado “Mulher-Maravilha“, de Patty Jenkins.

Com Sterling K. Brown, Sofia Boutella, Charlie Day, Brian Tyree Henry e Dave Bautista no elenco, “Hotel Artemis” se passa em um futuro próximo, no subsolo de um hospital em Los Angeles, onde os criminosos mais sinistros da cidade recebem cuidados especiais. A enfermeira (Jodie Foster), que controla o lugar, acaba descobrindo que um de seus pacientes está lá para cometer um assassinato. O lançamento do filme nos cinemas brasileiros deve acontecer no segundo semestre deste ano.

Facebook Comments