Faleceu no dia 13 de maio a atriz canadense Margot Kidder – sua morte foi informada hoje pela agente, Camila Fluxman Pines. Ela tinha 69 anos e a causa da morte não foi divulgada.

Nascida em 1948, Margot Kidder começou a atuar na TV em seriados no final da década de 1960. O primeiro grande papel no cinema foi no suspense “As Irmãs Diabólicas” (1973) de Brian De Palma, no qual interpretou gêmeas. Mas sua carreira no cinema só emplacou definitivamente ao ser escalada como a jornalista Lois Lane no clássico “Superman: O Filme” (1978). No filme de Richard Donner, que se tornou a primeira super-produção baseada em quadrinhos de super-heróis, ela fazia par romântico com o então desconhecido Christopher Reeve, que viveu o herói Superman e seu alter-ego Clark Kent.

A atriz repetiu o papel de Lois Lane nas sequências, “Superman 2: A Aventura Continua” (1980), “Superman 3” (1983) e “Superman 4: Em Busca da Paz” (1987), sempre ao lado de Reeve. Dentro do gênero terror, ela também se tornou uma presença marcante por ter estrelado dois filmes influentes e de muito sucesso: “A Noite do Terror” (1974), considerado o primeiro slasher, e “Terror em Amityville” (1979), baseado numa história real sobre uma casa assombrada, que acabou dando origem a uma longeva franquia do gênero.

Margot Kidder continuou atuando na TV e no cinema de maneira estável até sofrer um acidente de carro em 1990 que a deixou sem poder trabalhar por dois anos. Em meados da década de 1990, ela chocou seus fãs ao aparecer em Los Angeles, suja e delirando após um episódio de depressão. Apesar de sua luta contra transtornos psicológicos ter se tornado pública, ela retomou a carreira, chegando até a aparecer em episódios da série de TV “Smallville”, sobre a juventude do herói Superman. Seu último trabalho nas telas foi em 2017, na produção independente “The Neighborhood”.

Facebook Comments