Premiado no Festival de Cannes deste ano, “Infiltrado na Klan” deve ser um dos destaques no segundo semestre deste ano nos cinemas mundiais. Além dos cinéfilos, a produção vai atrair os apaixonados pela música: no créditos finais, a canção inédita de Prince, “Mary Don’t You Weep”, é executada. As informações são do site da Indiewire.

Em entrevista à revista Rolling Stones, Spike Lee afirmou que precisava de uma música para os créditos e um encontro especial levou à canção inédita. “Fiquei muito amigo do Troy Carter, um dos executivos do Spotify e assessor de Prince. Convidei-o para uma sessão privada do filme. No final, ele disse: “Spike, eu tenho a música”. E era “Mary Don’t You Weep”, a qual tinha sido gravada em cassete nos anos 1980”, declarou, brincando que Prince realmente queria que a música estivesse em “Infiltrado na Klan”. “Esta cassete estava na parte de trás dos cofre. No Parque Paisley. E de repente, do nada, é descoberto? Não, isso não é um acidente”, disse.

Estrelado por Adam Driver e John David Washington, “Infiltrado na Klan” se passa em 1978 quando Ron Stallworth (John David Washington), um policial negro do Colorado, consegue se infiltrar na Ku Klux Klan local. Ele se comunicava com os outros membros do grupo através de telefonemas e cartas, quando precisava estar fisicamente presente enviava um outro policial branco no seu lugar. Depois de meses de investigação, Ron se tornou o líder da seita, sendo responsável por sabotar uma série de linchamentos e outros crimes de ódio orquestrados pelos racistas.

Facebook Comments