O curso ‘Cineastas em Formação’ chega ao fim com uma sessão gratuita de lançamento dos cinco curtas-metragens produzidos na atividade. As exibições dos filmes “Jackselene”, “Insana”, “Exílio”, “Clarice” e “Ressonância” acontecem na próxima terça-feira (18) no Casarão de Ideias, localizado na Rua Barroso, 279, no Centro de Manaus.

Ao todo, 50 alunos em quatro turmas gratuitas participaram do curso ministrado por Walter Fernandes e Davi Oliveira durante o segundo semestre de 2018. Nas 16 aulas do curso contemplado no edital Conexões Culturais 2017 da Prefeitura de Manaus, os estudantes aprenderam história do cinema, linguagem cinematográfica, Análise de filme, Roteiro, Decupagem, Análise técnica, Pré-produção, Filmagem e Finalização.

“Acho que o saldo foi bem acima do esperado.  Mais do que o resultado dos curtas, que possuem caráter experimental, o que ficou de mais importante foi o aprendizado de organização como equipe para fazer um filme. Alguns deles, aliás, já estão fazendo outros curtas. O ‘Cineastas em Formação’ teve a pretensão de ser um pontapé inicial para novos realizadores”, declarou Walter.

PRIMEIROS PASSOS NO AUDIOVISUAL

Integrante da equipe do curta “Jackselene”, Maria Yole já está iniciando os primeiros caminhos no audiovisual. Vinda da área de publicidade e propaganda, ela se reuniu com outros três amigos feitos no ‘Cineastas em Formação’ para realizar três minidocumentários. “Foi uma experiência muito boa poder colocar em prática toda a complexidade do planejamento e da construção de uma obra cinematográfica e audiovisual. Foi um bom ponto de partida até porque, na região Norte, as pessoas que querem entrar para essa indústria têm muita dificuldade, devido à falta de cursos de graduação de cinema e audiovisual, entre outros fatores”, declarou.

Com passagens por filmes de terror locais, Roberto Hades também realizou o curso no Casarão de Ideias. “Eu tinha uma visão sobre a realização de filmes, e posso dizer, muito crua do que realmente era cinema, produzir um filme. Melhorei bastante do produtor que eu era, evoluí demais”, disse, destacando o conhecimento obtido em decupagem, direção e utilização de certos equipamentos. Hades participa da equipe técnica do curta “Insana”, dirigido por Rogério Velame.

Maria Cecília Costa, criadora do projeto literário ‘Vírgulas Cardeais’ e colunista do Cine Set, esteve na quarta e última turma do ‘Cineastas em Formação’. Produtora do curta-metragem “Exílio”, ela realizou o trabalho de pesquisa do projeto entrevistando a professora Cláudia Baré e o ator Anderson Tikuna, ambos indígenas, para elaborar o argumento. “O curso foi muito bom, principalmente, no que diz respeito às aulas sobre história e linguagem cinematográfica. Eu já tinha uma base sobre esses assuntos por causa da faculdade, mas as aulas conseguiram trazer conceitos complexos e desenvolvê-los de formas mais atrativas. As exibições e análises de “Couro de Gato” e “Estado Itinerante” me marcaram bastante”.

Walter Fernandes pretende realizar outras exibições dos curtas depois de terça-feira, mas, ainda não há nada confirmado.

TUDO SOBRE OS FILMES

Filme: Jackselene

Sinopse: Para conseguir mudar de vida, uma jovem ambiciosa e calculista com alter ego, conhecida por Altamira, envolve-se com o lado obscuro da sociedade, uma rede de tráfico de pedras preciosas. Será que vale tudo para se conseguir o que quer?

Filme: Insana

Sinopse: Filme mostra casal de jovens e uma amiga em comum com uma mente psicopata.

Filme: Exílio

Sinopse: No dia seguinte ao resultado das eleições de 2018, um indígena recém-chegado em Manaus trabalha em um bar do centro, mas sente muita saudade da sua terra.

Filme: Ressonância

Sinopse: Duas irmãs vivem em relacionamentos paralelos e opostos. Em um almoço de domingo as relações se tencionam e as reviravoltas e descobertas saltam em suas realidades.

Filme: Clarice

Sinopse: Clarice é uma artista plástica que descobre que tem Parkinson aos 30 anos. Durante alguns meses enfrentando o choque da notícia, ela passa por um momento de reflexão sobre o futuro, chegando a abandonar a profissão, até que encontra um “ponto de escape” para renascer com a própria arte.

Amazonense ‘O Barco e o Rio’ é selecionado para festival na Espanha

Depois de passagens de sucessos por festivais brasileiros, chegou a hora de “O Barco e o Rio” alcançar novos caminhos: a produção amazonense está selecionada para o Festival Internacional de Cinema de Huesca, na Espanha. O curta-metragem de Bernardo Abinader disputa a...

Quatro filmes representam o Amazonas na Mostra Histórias do Brasil Profundo

Fruto das políticas públicas de regionalização do audiovisual brasileiro, o atual momento do cinema amazonense alcançou feitos considerados impossíveis décadas atrás, incluindo, desde o surgimento de eventos locais importantes como o Amazonas Film Festival, Olhar do...

Em Manaus, curso gratuito prepara realizadores para primeiro filme

Formação cultural através do audiovisual. Essa é a proposta do projeto “Nosso Primeiro Filme”, contemplado pela Lei Aldir Blanc, através do Prêmio Feliciano Lana da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. O curso propõe um panorama dos principais setores...

Curtas de Begê Muniz e Lucas Martins representam o Amazonas no CineFantasy

O cinema amazonense estará representado em dose dupla no 11.º Cinefantasy – Festival Internacional de Cinema Fantástico. Os curtas "À Beira do Gatilho", de Lucas Martins, e "Jamary", de Begê Muniz, serão exibidos no evento previsto para ocorrer entre os dias 16 e 29...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 7: O Que Esperar do Futuro?

Caio Pimenta fala sobre o que esperar do futuro do cinema amazonense e os desafios impostos ao audiovisual local.  https://www.youtube.com/watch?v=rQ79UdbQ4yQ O FUTURO PÓS-ALDIR BLANC A curto prazo, o cinema do Amazonas deve ter um bom 2021 e, talvez, 2022. Falo isso...

Cinemas de Joaquim Marinho no Centro de Manaus serão tema de websérie

Muito antes dos multiplexs dos shoppings centers, os cinemas de rua do Centro de Manaus foram referências de cultura e entretimento durante décadas - atualmente restou apenas o resiliente Casarão de Ideias. Durante os anos 1970 ao início do século XXI, as salas de...

Plataforma digital reunirá dados sobre o audiovisual do Amazonas

Uma plataforma digital com o catálogo de profissionais e empresas de audiovisual do Amazonas somado a um observatório com pesquisas e estudos sobre o setor. Esta é a proposta do projeto Tela Amazônia, da produtora Leão do Norte, organizadora do Matapi – Mercado...

‘O Barco e o Rio’ entra no TOP 10 da Abraccine dos melhores curtas de 2020

A trajetória bem-sucedida do filme amazonense "O Barco e o Rio" segue firme em 2021: a produção dirigida por Bernardo Ale Abinader entrou no TOP 10 dos melhores curtas-metragens de 2020 da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). A lista foi divulgada...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 6: A Tônica da Descontinuidade

Caio Pimenta fala sobre um dos maiores e históricos problemas do cinema produzido no Amazonas: a descontinuidade.  https://www.youtube.com/watch?v=3rosA6214mc ‘A Tônica da Descontinuidade’. Este é o título do livro mais importante sobre o cinema do Amazonas. O autor é...

Cine Set está credenciado para a cobertura do Festival de Berlim 2021

O Cine Set se prepara para uma nova cobertura internacional: a partir de março, o site de cinema produzido em Manaus traz as novidades sobre o Festival de Berlim 2021. O nosso correspondente internacional, Lucas Pistilli, já está credenciado para o evento online...