Dedicado a exibição de filmes não-comerciais, o projeto ‘Caixa de Pandora’ retorna ao Cinépolis do Millenium Shopping para uma segunda temporada. Serão, ao todo, quatro produções européias. A novidade fica por conta do preço dos ingressos: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia-entrada).

As sessões continuam a ter início em horário nobre, ou seja, após 18h. Segundo a rede mexicana, após esta edição com início previsto para agosto, haverá uma avaliação e cidades poderão entrar e sair da iniciativa.

Conheça abaixo os filmes da segunda temporada do ‘Caixa de Pandora’:

Filme: Minha Lua de Mel Polonesa

Exibição a partir de 29 de agosto

Direção: Elise Otzenberger 

Elenco: Judith Chemla, Arthur Igual, Brigitte Roüan, Isabelle Candelier 

Sinopse: Anna e Adam, um jovem casal de Paris com origens judaicas polonesas, partem pela primeira vez rumo à Polônia. Eles foram convidados para comemorar os 75 anos da destruição da comunidade de nascimento do avô de Adam. Enquanto ele parece pouco animado com a viagem, Anna está ansiosa para descobrir o país, que também é a terra natal de sua avó. Finalmente, lá vão eles em busca de suas origens em uma jornada cheia de surpresas, durante a qual não encontrarão exatamente o que procuram.    

Filme: Adeus à Noite

Exibição a partir de 12 de setembro

Direção: André Téchiné

Elenco: Catherine Deneuve, Kacey Mottet Klein, Oulaya Amamra, Stéphane Bak 

Sinopse: Muriel está emocionada ao ver Alex, seu neto, que veio passar alguns dias na casa dela, antes de ir morar no Canadá. Intrigada com o comportamento do rapaz, Muriel logo descobre que ele está mentindo para ela. A verdade é que Alex está se preparando para uma outra vida. Desesperada, ela terá de agir muito rapidamente. 

Filme: O Menino que Fazia Rir

Exibição a partir de 26 de setembro

Direção: Caroline Link

Elenco: Julius Weckauf, Luise Heyer, Sonke Mohring, Joachim Krol, Ursula Werner 

Sinopse: Alemanha, 1972. Hans-Peter é um menino gordinho de nove anos que cresce na segurança de sua família e de parentes que adoram se divertir. À primeira vista, ele pode não ser o cara mais popular, mas ele tem um talento para fazer os outros rirem, o que ele refina diariamente na loja da esquina de sua avó. No entanto, sua mãe, outrora uma mulher alegre, fica mais e mais deprimida depois de uma operação. Então, o pai do garoto o deixa sob os cuidados de suas duas avós, ambas com grandes corações e fortes personalidades. Esse apoio afetivo faz com que Hans-Peter sobreviva ao tumulto emocional e use seus talentos cômicos para curar suas feridas e fazer as pessoas rirem junto com ele.

Filme: Papicha

Exibição a partir de 31 de outubro

Direção: Mounia Meddour

Elenco: Lyna Khoudri, Shirine Boutella, Amira Hilda Douaouda, Yasin Houicha 

Sinopse: Argélia, anos 1990. Nedjma, uma estudante de 18 anos apaixonada por design de moda, se recusa a deixar que os trágicos acontecimentos da Guerra Civil da Argélia a impeçam de experimentar uma vida normal e sair à noite com sua amiga Wassila. À medida que o clima social se torna mais conservador, ela rejeita as novas proibições impostas pelos radicais e decide lutar por sua liberdade e independência apresentando um desfile de moda.

Em ‘Veneza’, Miguel Falabella defende a sensibilidade contra a barbárie

Resistência e a defesa da importância de se sonhar. Estes dois sentimentos dominaram a coletiva de imprensa online do filme “Veneza” com participação do Cine Set. Transmitida via YouTube, o evento contou com as presenças do diretor/roteirista do filme Miguel Falabella...

‘Faz de Conta que NY é uma Cidade’: um pequeno tesouro na Netflix

Muitos cineastas mais antigos, formados pela tela grande das salas de cinema, veem com maus olhos a ascensão da Netflix. Para esses nomes, que incluem até Steven Spielberg, defensor eloquente da tecnologia como forma de ampliar a experiência cinematográfica (e,...

‘A Voz Suprema do Blues’ e o legado do racismo na indústria musical

Um dos indicados ao Oscar 2021, A Voz Suprema do Blues, pode não estar entre os mais prestigiados da premiação (são só duas indicações nas categorias principais – Melhor Ator para Chadwick Boseman, em sua última e sublime aparição nas telas, e Atriz para Viola Davis,...

Oscar 2021: A Harmonia da Desigualdade em ‘Opera’

Intrigados. É assim que podemos descrever nosso sentimento ao terminar os oito minutos e meio do curta de animação Opera, indicado ao Oscar deste ano nessa categoria. Apostamos fortemente que este é superior aos seus concorrentes e com um alto índice de levar a...

Cine Set no Festival de Berlim 2021: a história do cinema brasileiro no evento

Ver essa foto no Instagram   Uma publicação compartilhada por Cine Set (@cineset) Se tem um evento que gosta do cinema brasileiro, este é a Berlinale. A primeira vez que o Brasil participou da Berlinale em 1953 com dois filmes na mostra competitiva de...

Cine Set no Festival de Berlim 2021: conheça os detalhes do evento alemão

Direto do sofá da minha casa, eu, Lucas Pistilli, correspondente internacional do Cine Set aqui na Europa, irei cobrir o Festival de Berlim 2021. A Berlinale é um dos maiores eventos cinematográficos do mundo e o primeiro da grande tríade - composta por ele, Cannes e...

Quando o mau jornalismo presta desserviço aos artistas e à cultura do Amazonas

Faz duas semanas da morte precoce de Zezinho Corrêa, uma das 10 mil vítimas fatais na capital mundial da COVID-19. Naquele momento, a grandeza de um dos maiores artistas surgidos por estas bandas uniu todos os amazonenses em um luto coletivo e cessou por breves...

Asfixiada, a distópica Manaus sucumbiu; qual realidade será construída agora?

Para retornar a falar de cinema aqui no Cine Set, antes preciso falar de Manaus. O Cine Set sempre teve orgulho de ser um site de cinema independente produzido aqui na capital amazonense e, diante da maior tragédia da história da cidade, não dá para seguir adiante sem...

Os 10 Maiores Ataques do Governo Bolsonaro contra o Cinema do Brasil em 2020

Segundo ano de Jair Bolsonaro na presidência da República e segundo ano da lista dos maiores erros cometidos pela gestão dele em relação ao audiovisual brasileiro aqui no Cine Set (leia a lista de 2019).   Em um 2020 marcado pela tragédia da morte de mais de 190 mil...

Sean Connery, o astro mais perigoso do cinema

O cinema perdeu Sean Connery. No último 31 de outubro de 2020, foi anunciada pela família a morte do ator, que se foi tranquilamente durante o sono. Até o momento de escrita deste texto, a causa da morte não foi informada. Micheline Roquebrune, a viúva do astro,...