Em um ano de produções amazonenses circulando com intensidade nos festivais nacionais e internacionais, o cinema do Estado continua desbravando novas janelas de exibição. O streaming do Itaú Cultural, desde junho deste ano, abre espaços para filmes da Região Norte em uma seleção intitulada ‘O Ser Amazônico’ com curadoria do Matapi – Mercado Audiovisual do Norte. Na última sexta-feira (24), dois novos curtas chegam ao serviço: “Maria”, de Elen Linth, e “Sons do Igarapé”, de Victor Kaleb.

Produzido pela Eparrêi Filmes, “Maria” retrata a história de Maria Moraes e seus processos de resistência enquanto travesti na cidade de Manaus. O documentário referenda as pesquisas em direito à cidade, conflitos urbanos e discriminação por endereço em abordagem conjunta à poética da personagem que também é roteirista junto com Elen Linth no projeto. A protagonista também recebeu um prêmio pela atuação dela no filme.

A carreira de “Maria” traz participações no 11º FOR RAINBOW, Mostra Ela na Tela, Mostra Fronteiras Imaginárias do Festival Visões Periféricas, 3º Petit Pavé – Festival de Cinema Independente de Curitiba, 12º Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões (PI), Mostra Emponderadas, dois prêmios V Recifest: Festival de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero, Goiânia Mostra Curtas, entre outros. Também faturou júri popular da Mostra do Cinema Amazonense 2017 e do júri do Festival Olhar do Norte 2018.

Já o musical “Sons do Igarapé” é o primeiro curta-metragem de Victor Kaleb, da Artrupe Produções Artísticas. A obra traz a história de um casal morando isolado que encontram um ser sem pêlos.

Segundo o realizador, a ideia é trabalhar as questões sobre as conexões e relacionamentos humanos com a música sendo elo fundamental deste processo. No elenco, além do próprio Kaleb, estão Fabiano Baraúna e Jessyca Paiva.

OUTRAS NOVIDADES DO STREAMING

A seção ‘O Ser Amazônico’ ainda terá o lançamento do curta paraense “Matinta”, dirigido por Fernando Segtowick e Adriano Barroso. A produção inspira-se na lenda de Matinta Perera, a bruxa amazônica que se transforma em pássaro agourento

Na história, um pescador chega em casa e encontra a esposa com febre, tosse e uma das pernas cheia de manchas negras. Sem saber o que fazer, ele procura orientação de sua mãe, que conhece os remédios da floresta. Fatos estranhos e novas enfermidades começam a aparecer na comunidade.

“Boi Aruá” (1984) é a obra-prima de Chico Liberato.

O cinema nordestino também terá espaço no Itaú Cultural Play: serão lançados quatro obras de Chico Liberato, cineasta baiano considerado um dos pioneiros do cinema de animação no Brasil. Além do icônico Boi Aruá (1984), primeiro longa-metragem neste formato realizado na região, a mostra dedicada ao diretor traz Ritos de Passagem (2014) e os curtas-metragens Carnaval (1989) e Amarilis (2016).

As novas atualizações de filmes do Centro-Oeste começam com Das raízes às pontas (DF), premiado pelo Júri Popular no Festival de Brasília, se tornando uma referência no debate sobre preconceito racial e afirmação identitária em escolas e espaços educacionais de todo o Brasil. Dirigido por Flora Egécia, o documentário traz depoimentos de duas mulheres negras que dão forma a uma reflexão sobre reconhecimento e ancestralidade. 

“Das raízes às pontas” (DF) foi premiado pelo Júri Popular no Festival de Brasília.

Por sua vez, o documentário Real Conquista (GO) vai além da trajetória biográfica de uma ativista para alcançar uma dimensão coletiva – a das lutas por moradia no Brasil, um drama permanente das grandes cidades do país. A combinação entre os testemunhos atuais e as imagens de arquivo fortalecem essa perspectiva do filme dirigido por Fabiana Assis. 

Para concluir a ampliação do catálogo, entra em cartaz O mistério da carne (DF). O filme, com direção de Rafaela Camelo, mescla funk, pautas LGBTQI+ e uma indefinida atmosfera religiosa para retratar os dramas da sexualidade. No documentário, uma professora narra para seus alunos o episódio bíblico em que Cristo lava o pé de seus discípulos. Entre risos, bocejos, pregações e um casal que se acaricia, Camila e sua amiga Giovanna trocam mensagens pelo celular. O filme foi exibido no Festival de Sundance, mais importante vitrine do cinema independente no mundo.

Amazonas, Acre e Pará representam cinema da Região Norte na Mostra de Tiradentes 2022

Evento responsável pela abertura do calendário brasileiro de grandes festivais, a Mostra de Tiradentes 2022 irá destacar o cinema da Região Norte. São quatro produções selecionadas, sendo duas do Pará ("Meus Santos Saúdam Teus Santos", de Rodrigo Antonio, e "Uma...

Cine Set fará a cobertura da Mostra de Cinema de Tiradentes 2022

Janeiro será um mês agitado no Cine Set: junto com as coberturas dos festivais de Sundance e Olhar do Norte, o site também trará as principais novidades da Mostra de Cinema de Tiradentes 2022. Prevista para acontecer em formato online entre os dias 21 e 29, o evento...

Adanilo percorre cinco séculos de tradicional etnia indígena em ‘Omágua Kambeba’

Após participações em “Marighella” e na segunda temporada de “Segunda Chamada”, Adanilo passa para trás das câmeras com o longa-metragem "Omágua Kambeba". Parceria das produtoras Teatro Galeroso e Ão Produções, o filme é dividido em três partes, cada uma retratando um...

Credenciado, Cine Set fará a cobertura do Festival de Sundance 2022

O Cine Set se prepara para realizar a primeira cobertura de um festival de cinema realizado nos EUA: entre os dias 20 e 30 de janeiro, Ivanildo Pereira trará as críticas do principais filmes e resumos dos principais debates do Festival de Sundance 2022. A edição deste...

Morre o ator indígena Severiano Kedassere, de “A Terra Negra dos Kawá”

O ator indígena Severiano Kedassere morreu no último dia de 2021 em uma triste notícia para o cinema amazonense. Ele esteve no elenco de grande parte dos filmes da carreira de Sérgio Andrade - o curta "Cachoeira" e os longas-metragens "A Floresta de Jonathas", "Antes...

Programas de TV tornam Jogos online Populares

Já imaginou alguma vez poder participar no “Quem quer ser Milionário” ou até mesmo no “Big Brother”, mas sem sair do conforto de sua casa? Atualmente, a mágica dos jogos online está permitindo que possa fazer isso mesmo, sempre à distância de apenas alguns cliques de...

Gravado em Manaus, ‘Seiva Bruta’ está na shortlist do Oscar 2022 de curta-metragem

Apesar de "Deserto Particular" e "A Última Floresta" não terem sido selecionados na shortlist do Oscar 2022, respectivamente, em Melhor Filme Internacional e Documentário, o cinema brasileiro ainda tem esperanças de participar da festa: "Seiva Bruta" ainda está na...

Pesquisa revela as características dos personagens de séries natalinas

Prepare o balde de pipoca que está aberta a temporada das séries favoritas Natal, família, filmes e séries natalinas são a injeção de ânimo para os finais de ano. Geralmente inspirados em rotinas familiares e no dia a dia enfrentado nessa época do ano as séries mais...

‘Terra Nova’ conquista dois prêmios no XVII Panorama Internacional Coisa de Cinema

2021 está perto do fim, mas, isso não significa que o cinema amazonense parou de conquistar prêmios. Na noite de quarta-feira (8), “Terra Nova” recebeu os prêmios de Melhor Curta-Metragem do Júri e do Júri Jovem do XVII Panorama Internacional Coisa de Cinema, em...

‘Homem-Aranha: Sem Volta para Casa’ esgota todas as sessões na noite de estreia em Manaus

Em 2019, os cinemas de Manaus viram um feito inédito: todas as sessões de "Vingadores: Ultimato" para a noite de estreia foram esgotadas em questão de horas. Agora, "Homem-Aranha: Sem Volta para Casa" repete o feito em plena era pandêmica e com a ameaça da variante...