A atriz Mireille Darc era “a mulher da minha vida” e “sem ela, eu também posso partir”, afirmou a lenda do cinema francês Alain Delon após a morte, segunda-feira, de sua ex-companheira.

“Hoje em dia, prefiro ter minha idade que 40 anos. Não vou ter muitos anos para viver sem ela, não há muitos anos para sofrer (…) Sem ela, também posso partir”, declarou o ator de 81 anos em uma entrevista à revista francesa Paris Match que será publicada na quinta-feira.

“Ela era a mulher da minha vida. Nós fomos tão felizes juntos (…) Era minha metade. Não perguntávamos nada, nos completávamos”, disse o ator.

Os dois permaneceram juntos durante 15 anos, nas décadas de 1970 e 1980, e fizeram vários filmes juntos.

“Eu digo a mim mesmo que ela não está sofrendo mais. Aqueles que sofrem são os que ficam. Sinto tanta dor. Ela merecia tanto viver…”, afirmou Delon a respeito de Mireille Darc, que era casada com o arquiteto Pascal Desprez.

O funeral da atriz, muito popular na França, acontecerá na sexta-feira em Paris.

da Agência France Press

Facebook Comments