Hoje o dia não foi lá dos melhores, caros leitores. Como disse no último Diario de Bordo, decidi começar a me concentrar no material aqui para o site nestes últimos dias de cobertura (spoiler: o festival vai até o dia 28, mas nossa passagem pela Croisette acaba amanhã), então me dei a manhã para descansar um pouco do Palais e me concentrar nisso.

Com isso, o único que programei para hoje foi o antecipadíssimo Happy End, de Michael Haneke. Pelo visto, antecipadíssimo não começa a descrever o filme, já que eu tentei duas vezes assisti-lo (uma no Olympia as 15h30 e outra na Salle du Soixantieme as 19h30) e não consegui entrar, apesar de ter ficado mais de hora na fila em ambas as ocasiões.

A gente fica chateado como repórter e frustrado como cinéfilo, mas bem, não desanimemos. Se a galera que fica na porta, sob sol quente, nos mais diversos horários, segurando plaquinha pedindo ingresso, não desanima, por que o faríamos?

Essas pessoas são parte do folclore de Cannes e, com tanta correria, eu não tinha tido a chance de falar deles antes aqui antes, mas elas são pessoas super presentes na rotina do festival. Para as sessões noturnas, elas aparecem todas vestidas com roupas de gala para entrar. E louco, mas e o espírito do festival.

Esse espírito acabou ficando meio balançado com as ameaças terroristas. Depois da explosão no show da Ariana Grande em Manchester, a segurança, que já era muita, ficou ainda mais rígida.

Preocupações à parte, para fechar com chave de ouro, fui convidado para uma festinha eee! Essas também são tão parte de Cannes quanto os filmes, o tapete vermelho e as pessoas pedindo ingresso, mas jornalista pena para entrar, ner nom? Pelas amizades que surgem nos corredores do Palais, me vi na festa do canal francês Arte, que rolou simplesmente NUM BARCO!

Só não deu para ficar muito porque o dever chama amanhã: último dia de cobertura com The Beguiled, da Sofia Coppola, no horário maneiro de 8h30. Com medo do que aconteceu com o Haneke, consegui um sofá em Cannes no apê de outro jornalista para passar a noite e poder chegar bem cedo. Cannes tem muito de improviso e parcerias, gente. Ate amanhã!

Facebook Comments