O Cine & Vídeo Tarumã realiza, nesta semana, um especial sobre o mestre do cinema brasileiro Hector Babenco. O cineasta morreu, vítima de uma parada cardíaca, no último dia 14 de julho. A programação teve início na segunda-feira com o clássico “Pixote” e segue até sexta-feira. As sessões são gratuitas e acontecem sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, localizado no Instituto de Ciências Humanas e Letras, Setor Norte do Campus da Ufam.

Nesta quarta-feira, “O Beijo da Mulher-Aranha” será o filme da vez. A produção responsável por dar o único Oscar da carreira de William Hurt traz a história de Luis Molina e Valentin Arregui, dois prisioneiros na América do Sul. Luis, um homosseuxual que foi preso por comportamento imoral, já Valention é um prisioneiro político. Para escapar da realidade ao qual os cerca, Luis inventa filmes românticos, enquanto Valentin tenta se manter atualizado do mundo em que vive. Durante o tempo em que permanecem juntos, os dois homens irão se entender e respeitar um ao outro. O elenco, além de Hurt, conta com Raul Julia e Sônia Braga.

O derradeiro filme de Hector Babenco, “Meu Amigo Hindu”, fecha o especial na sexta-feira. Estrelado por Willem Dafoe, a produção acompanha Diego, um cineasta diagnosticado com câncer terminal, cuja única chance de sobrevivência é se submeter a um transplante de medula óssea experimental, que só é realizado nos Estados Unidos. Assim, ele parte para Washington mas antes decide se casar e se despedir dos amigos. Já no hospital, ele conhece um menino hindu de apenas oito anos, que também está internado. Logo Diego passa a vivenciar com ele aventuras fantasiosas, inspiradas no cinema, que ajudam a suportar a dura realidade que os cerca.

Facebook Comments