Nada como tomar um café bem quente e negro, comer uma rosquinha e conversar para resolver os problemas… O cineasta David Lynch anunciou no seu Twitter que, enfim, foram resolvidas todas as pendências entre ele e o canal Showtime para a produção de novos episódios da cultuada série “Twin Peaks”. Lynch está de volta ao posto de diretor dos novos episódios e a produção deverá ter início imediatamente.

Há um mês, Lynch causou polêmica ao anunciar que estava fora do projeto do novo “Twin Peaks” devido a disputas com o canal Showtime – relembre aqui. De repente o projeto ficou no ar, a repercussão negativa foi grande e negociações foram feitas para enfim resolver todas as pendências.

O próprio presidente do Showtime, David Nevins, se pronunciou pouco depois do tweet de Lynch. “David vai dirigir a coisa toda, que vai acabar totalizando mais do que as noves horas originalmente anunciadas”, disse Nevins. Ele se refere ao fato de que o revival de “Twin Peaks” estava previsto para ser uma minissérie de 9 episódios. Agora parece que teremos mais…

Segundo fontes da reportagem do site da Variety, depois daquele anúncio original, Lynch e o roteirista e cocriador de “Twin Peaks”, Mark Frost, entregaram ao Showtime os roteiros dos nove episódios. O canal então percebeu que o custo da produção seria maior do que originalmente planejado, e queria que Lynch e Frost reduzissem seus lucros como uma concessão para possibilitar a produção. Lynch se recusou. Para tornar as coisas mais difíceis, o excêntrico cineasta não possui agente e não se consultou com seu advogado antes de deixar o projeto. A saída dele causou tanta controvérsia que uma campanha “Salve Twin Peaks” foi fundada na internet, e os atores do programa gravaram vídeos de apoio ao cineasta.

Mas o que importa é que Lynch e o Showtime fizeram as pazes, tudo está bem e em 2016 teremos novos episódios de “Twin Peaks” para ver, e todos dirigidos pelo unico homem capaz de fazê-los.

O Cine Set fez uma matéria sobre “Twin Peaks” e o que ela significa para o mundo dos seriados de TV – leia aqui.

Facebook Comments