Um dos principais eventos de cinema do Brasil, o Festival de Gramado 2015 anunciou sua programação, incluindo os longas em competição. Serão exibidos mais de quarenta filmes, em quatro mostras competitivas. Oito longas-metragens brasileiros disputam os prêmios principais, dos quais apenas Ponto Zero, de José Pedro Goulart, Um Homem Só, de Cláudia Jouvin, e Introdução à Música do Sangue, de Luiz Carlos Lacerda, são inéditos em festivais.

Além da seleção de longas brasileiros, há ainda mostras competitivas de curtas nacionais, curtas gaúchos e longas estrangeiros. O total de prêmio é de R$ 310 mil, sendo R$ 30 mil apenas para os curtas gaúchos. A edição do festival deste ano será entre 7 a 15 de agosto, no Palácio dos Festivais.

A atriz Marília Pêra, premiada duas vezes no Festival com o Kikito de melhor atriz – em 1987, por Anjos da Noite, e em 1983, com Bar Esperança – O Último Que Fecha -, será homenageada com o troféu Oscarito, dedicado a grandes atores do cinema nacional. Daniel Filho também será homenageado com um troféu Cidade de Gramado, distinção entregue a um convidado de honra que se destaca na cena cinematográfica nacional e internacional.

O evento conta também com uma pré-estreia, apresentação de projetos do programa gramadense Educavídeo, debates, encontros, lançamentos de livros e uma programação exclusiva em mostras paralelas. A sede do Festival de Gramado fica na Avenida Borges de Medeiros, 2697, Centro. O ingresso custa R$ 30 nas noites de exibição e R$ 100 na premiação. Estudantes e pessoas com mais de 60 anos têm direito à meia-entrada.

Mostra competitiva de longas brasileiros:

Ausência, de Chico Teixeira (SP)

Introdução à Música do Sangue, de Luiz Carlos Lacerda (RJ)

O Fim e os Meios, de Murilo Salles (RJ)

O Outro Lado do Paraíso, de André Ristum (DF)

O Último Cine Drive-In, de Iberê Carvalho (DF)

Ponto Zero, de José Pedro Goulart (RS)

Que Horas Ela Volta?, de Anna Muylaert (SP)

Um Homem Só, de Cláudia Jouvin (RJ)

Mostra competitiva de longas estrangeiros:

Ella, de Libia Stella Gómez (Colômbia)

En La Estancia, de Carlos Armella (México)

La Salada, de Juan Martin Hsu (Argentina)

Ochentaisiete, de Anahi Hoeneisen e Daniel Andrade (Equador)

Presos, de Esteban Ramírez Jímenez (Costa Rica)

Venecia, de Kiki Alvarez (Cuba)

Zanahoria, de Enrique Buchichio (Uruguai)

do site Filme B

Facebook Comments