A corrida pela estatueta do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro ganha contornos diferentes a cada dia com o anúncio dos representantes de cada país na disputa. Sempre fortes na briga, Japão, Suécia e Noruega revelaram os filmes que estarão no páreo do prêmio em 2016.

Sem levar a estatueta dourada desde 2008, o Japão aposta no drama “100 Yen Love”. Dirigido por Masaharu Take, filme fala sobre uma garota de 30 anos perdida na vida que encontra um novo rumo no boxe. Produção venceu o Festival Internacional de Cinema de Tóquio e de Udine, na Itália, ambos na categoria de Melhor Filme.

A Suécia aposta no vencedor do Festival de Veneza de 2014: “Um Pombo Pousou num Galho Refletindo Sobre a Existência” está na briga pelo Oscar. O filme é uma obra surrealista, que dramatiza o lado grotesco do comportamento humano em 39 pequenas histórias, flagrando seus personagens em situações absurdas e embaraçosas. A última vez que o país nórdico venceu como Melhor Filme Estrangeiro foi em 1984, com “Fanny e Alexander”, dirigido por Ingmar Bergman.

O filme-catástrofe “The Wave” vai representar a Noruega no Oscar 2016. Inspirada na tragédia de 1934 em que um tsunami matou 40 pessoas, a produção se passa nos dias atuais, com a história centrada em um geólogo que identifica o problema pouco antes de vir à tona. O país nunca venceu uma estatueta da Academia de Ciências Cinematográficas de Hollywood.

Facebook Comments