O Ministério da Cultura suspendeu o pagamento de bolsas de estudantes para nove estudantes brasileiros matriculados na Escola Internacional de Cinema e TV de Cuba. Em protesto, os jovens criaram uma petição na internet reveja o posicionamento e mantenha o benefício. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Os estudantes recebiam 5 mil euros ao ano do Ministério da Cultura para custear o curso. O valor correspondia a 30% do total, sendo o restante pago pelo governo cubano. O edital do MinC estimava que o programa valeria para os três anos completos de duração do curso.

Segundo a Folha, somente o primeiro ano dos nove alunos foram pagos, período correspondente a setembro de 2015 a junho de 2016. Daí em diante, o Ministério da Cultura informou que o acordo não tinha validade jurídica e não poderia continuar com os pagamentos.

Os nove alunos do Brasil na EICTV criaram uma petição na internet para alertar sobre o fato. Com o objetivo de conseguir 2000 assinaturas, o grupo já obteve, até a tarde desta quinta-feira (31), 1500 apoios através do Avaaz.

Facebook Comments