O Netflix fechou o negócio mais ousado de sua curta história: o serviço de streaming comprou, por US$ 100 milhões, os direitos de exibição do novo filme de Martin Scorsese. Intitulado “The Irishman”, o projeto marca o reencontro do cineasta ítalo-americano com o parceiro de longa data Robert De Niro após mais de 20 anos, além de contar com Al Pacino. As informações são do site Indiewire.

“The Irishman” estava quase fechado com a Paramount Pictures até o surgimento da proposta irrecusável do Netflix. O serviço deve disponibilizar o longa para seus mais de 93 milhões assinantes em 190 países.

“The Irishman” será focado na história de Frank Sheeran (De Niro), assassino de aluguel responsável de 25 mortes a mando da máfia americana no norte da Pensilvânia. Ele confessou envolvimento na trama da morte do ex-presidente John F. Kennedy e de Jimmy Hoffa, líder do sindicato de caminhoneiros dos EUA. O roteiro do filme ficará a cargo de Steve Zaillian.

A expectativa é que o lançamento aconteça em 2019.

Facebook Comments