O plano da Universal Pictures de começar a franquia de monstros com “A Múmia” parece não ter dado certos. Com críticas pouco favoráveis, a produção estrelada por Tom Cruise deve provocar um prejuízo estimado em US$ 95 milhões para o estúdio. As informações são do site The Playlist.

Com custo estimado em US$ 345 milhões, incluindo o investido nas campanhas de marketing, “A Múmia” faturou, até agora, modestos US$ 57,1 milhões nos EUA e US$ 236 milhões ao redor do planeta. O bom desempenho de “Mulher-Maravilha” e as chegadas de “Meu Malvado Favorito 3” e “Carros 3” devem afetar ainda mais o desempenho do longa.

Dirigido por “Alex Kurtzman”, “A Múmia” começa na Mesopotâmia, séculos atrás. Ahmanet (Sofia Boutella) tem seus planos interrompidos justamente quando está prestes a invocar Set, o deus da morte, de forma que juntos possam governar o mundo.  Mumificada, ela é aprisionada dentro de uma tumba. Nos dias atuais, o local é descoberto por acidente por Nick Morton (Tom Cruise) e Chris Vail (Jake Johnson), saqueadores de artefatos antigos que estavam na região em busca de raridades. Ao lado da pesquisadora Jenny Halsey (Annabelle Wallis), eles investigam a tumba recém-descoberta e, acidentalmente, despertam Ahmanet. Ela logo elege Nick como seu escolhido e, a partir de então, busca a adaga de Set para que possa invocá-lo no corpo do saqueador.

 

Facebook Comments