Boa notícia para os cinéfilos de Manaus: o Manauara Shopping em parceria com o Playarte inaugura um cinema drive-in no próximo dia 17 de julho. A atração nostálgica terá exibições de sexta a domingo, sempre em duas sessões diárias – 19h e 22h – no G8 Azul (entrada pela via lateral onde fica o muro com graffiti em homenagem a cidade). A programação vai durar um mês e chega ao fim inicialmente no dia 16 de agosto. 

O cinema drive-in do Manauara Shopping terá capacidade para comportar até 60 carros de passeios – outros tipos de veículos, como motos, não poderão ter acesso ao local, seguindo instruções do decreto estabelecido pelo governo do Amazonas. Todo sistema de venda de ingressos será online através do site Sympla e as entradas vão custar R$ 50 (meia-entrada) e R$ 100 (inteira) por carro.  

“Neste projeto, vamos adotar a meia-entrada solidária: a pessoa que pagar o valor de R$ 50 precisa levar 1kg de alimento não perecível. Estes alimentos serão doados para o Grupo de Apoio a Criança com Câncer (Gaac)”, disse a gerente de marketing do Manauara, Isa Lucena. Cada carro de passeio pode levar até quatro pessoas e o ingresso já inclui o valor do ticket de estacionamento. 

COMO VAI FUNCIONAR 

O ‘novo normal’ estará presente no cinema drive-in com regras sanitárias rígidas para garantir a segurança da sessão. Isso inclui a exigência de que o público não saia dos seus carros – exceto para ir ao banheiro – e distanciamento de dois metros entre cada veículo. 

Para quem estava com saudades da pipoca e do refrigerante, fique tranquilo: a bombonière do Playarte irá funcionar para atender os clientes. Porém, a novidade fica por conta do sistema de pedidos. 

“Vamos adotar um QR Code para que o público possa acessar o cardápio com pagamento remoto. Não haverá manipulação de alimentos no estacionamento: tudo virá pronto e o atendente, com máscara e viseira, irá entregar o pedido no carro”, disse Isa Lucena. Negociações ainda estão sendo feitas com outras lanchonetes do shopping interessadas em também participar da iniciativa, de acordo com a gerente de marketing. 

O sistema de som será feito através de frequência de rádio com o público recebendo o número antes da sessão e sintonizando dentro do carro, enquanto a tela terá dimensão de 12 x 7 metros. 

PLANO ANTERIOR À PANDEMIA 

O plano de um cinema drive-in surgiu bem antes da pandemia da COVID-19 parar o mundo em março deste ano. Segundo Isa Lucena, a proposta já estava sendo estudada desde o ano passado e seria colocada em prática em julho deste ano. 

“O Manauara Shopping sempre teve esta postura de trazer experiências diferenciadas e inovadoras. Coincidiu de oferecermos esta experiência em um momento em que esta acabou por ser a única opção de cinema possível. Acredito que o cinema ainda é um lazer muito democrático – você vai sozinho, em casal, com amigos, crianças. Faz parte da nossa vida”, disse. 

Com apoio logístico da empresa Mode On Eventos, o cinema drive-in terá a programação de filmes selecionada pela Playarte, rede que conta com 10 salas no Manauara Shopping. “Vamos focar em produções que atendam os mais diversos públicos, porém, dando atenção especial às famílias. Elas são um público muito importante do shopping e, pelas novas regras, as crianças menores de 12 anos não poderão acessar as salas de exibição quando elas voltarem. Logo, elas terão um olhar especial nosso neste projeto”, afirmou a gerente. 

Quanto o drive-in continuar para além de 16 de agosto, afinal, as salas de cinema somente poderão reabrir no dia 1o de setembro em Manaus, Isa Lucena deixou a possibilidade em aberto: “Estamos decidindo enquanto caminhamos (risos), afinal, as mudanças são muito rápidas. Acredito que sejam atividades de lazer diferentes – o drive-in e a sala de exibição. Quando começamos a planejar, os cinemas retornariam em 6 de julho. É possível esticar, mas, ainda não é o plano”. 

Ah, e os filmes? Podemos adiantar dois deles: “Coringa” e “Sonic”.
Você vai saber todos os demais ainda nesta semana aqui no Cine Set 
wink

DRIVE-IN EM MANAUS 

No dia 1º de setembro de 1975, Manaus inaugurou o seu primeiro cinema drive-in: o Auto-Cine Marrocos. Localizado na Avenida Torquato Tapajós, próximo ao Clube Municipal, na zona centro-oeste da cidade, o espaço teve como filme de abertura “Contrato em Marselha”, de Robert Parrish. 

Segundo o pesquisador Durango Duarte no livro “A Sétima Arte em Manaus”, o Auto-Cine Marrocos tinha capacidade para 300 carros. “Possuía tela panorâmica, medindo 18x10m, considerada uma das maiores do País, à época. Seu último anúncio em jornal data de 1º de setembro de 1976”, informa o livro. 

Já na pandemia da COVID-19, o restaurante argentino La Vaca Negra, localizado próximo ao Manauara Shopping, na Rua Belo Horizonte, promoveu sessões para convidados de “Relatos Selvagens” e “O Segredo dos Seus Olhos”. A Pump Manaus realiza as primeiras sessões no estacionamento da Faculdade Nilton Lins nesta sexta-feira (10), às 20h30, com “Oblivion”, ficção científica com Tom Cruise, e no domingo (12), às 19h45, com “Madagáscar 3”. 

HBO Max lança ‘Os Ausentes’, primeira série brasileira do streaming

Grande novidade do streaming no país em 2021, a HBO Max prepara a estreia da primeira série brasileira da plataforma. “Os Ausentes” traz a rotina de uma agência homônima especializada em investigar desaparecimentos. Criada pelo ex-policial Raul Fagnani (Erom...

Festival de Cannes 2021: 10 Filmes para Ficar de Olho

Chegou a hora do Festival de Cannes 2021: de 6 até 17 de julho, o foco do mundo do cinema estará na Riveira Francesa. Por isso, Caio Pimenta traz, agora, 10 filmes que disputam a Palma de Ouro para você ficar atento.  https://www.youtube.com/watch?v=OOpbBQQghTg...

‘Friends – The Reunion’: o melhor e o pior do reencontro

Tanto em números quanto em popularidade, ‘Friends’ continua sendo uma das maiores séries na história da televisão mundial: se em 2004, a produção obteve o recorde de episódio final com maior público, 17 anos depois, um único episódio especial foi capaz de atrair...

‘Colônia’ resgata macabra história brasileira de pessoas abandonadas pela sociedade

O desejo de trazer uma história que nunca foi contada na ficção brasileira. Com esse sentimento, a equipe da série “Colônia” participou de uma coletiva de imprensa relatando as suas experiências durante a produção do projeto. A obra lançada no Canal Brasil retrata a...

‘Dont Look Back’, ‘Monterey Pop’, ‘101’: o legado de D. A. Pennebaker para o cinema – e para a música

https://open.spotify.com/album/0o1uFxZ1VTviqvNaYkTJek?si=Q1Okrf-AQ3uXPZ5Z67nEWQ&dl_branch=1 Poucos fãs de cinema, e menos ainda de música, parecem conhecer o nome de Donn Alan Pennebaker, o que é uma lástima. Como D. A., ele deu ao cinema alguns de seus momentos...

Em ‘Veneza’, Miguel Falabella defende a sensibilidade contra a barbárie

Resistência e a defesa da importância de se sonhar. Estes dois sentimentos dominaram a coletiva de imprensa online do filme “Veneza” com participação do Cine Set. Transmitida via YouTube, o evento contou com as presenças do diretor/roteirista do filme Miguel Falabella...

‘Faz de Conta que NY é uma Cidade’: um pequeno tesouro na Netflix

Muitos cineastas mais antigos, formados pela tela grande das salas de cinema, veem com maus olhos a ascensão da Netflix. Para esses nomes, que incluem até Steven Spielberg, defensor eloquente da tecnologia como forma de ampliar a experiência cinematográfica (e,...

‘A Voz Suprema do Blues’ e o legado do racismo na indústria musical

Um dos indicados ao Oscar 2021, A Voz Suprema do Blues, pode não estar entre os mais prestigiados da premiação (são só duas indicações nas categorias principais – Melhor Ator para Chadwick Boseman, em sua última e sublime aparição nas telas, e Atriz para Viola Davis,...

Oscar 2021: A Harmonia da Desigualdade em ‘Opera’

Intrigados. É assim que podemos descrever nosso sentimento ao terminar os oito minutos e meio do curta de animação Opera, indicado ao Oscar deste ano nessa categoria. Apostamos fortemente que este é superior aos seus concorrentes e com um alto índice de levar a...

Cine Set no Festival de Berlim 2021: a história do cinema brasileiro no evento

Ver essa foto no Instagram   Uma publicação compartilhada por Cine Set (@cineset) Se tem um evento que gosta do cinema brasileiro, este é a Berlinale. A primeira vez que o Brasil participou da Berlinale em 1953 com dois filmes na mostra competitiva de...