Sabe aquela insegurança que muitas vezes sentimos em um trabalho? Isso também afeta grandes nomes de Hollywood.

Que o diga Carey Mulligan. A atriz revelou insatisfação com o próprio desempenho em “O Grande Gatsby”, adaptação do clássico livro de F. Scott Fitzgerald e dirigida por Baz Luhrman. A britânica interpretou Daisy Buchanan, par romântico do protagonista vivido por Leonardo DiCaprio. As informações são do site da Variety.

Carey Mulligan afirmou que a dimensão do filme mexeu com ela. “Eu não amo meu trabalho em ‘Gatsby’. Não tenho certeza se perdi meu caminho porque fiquei intimidada pela escala. Acho que posso ter superestimado a minha experiência e intimidada pelas performances ao meu redor”, declarou. Além de DiCaprio, o longa ainda tinha no elenco Tobey Maguire, Joel Edgerton e Isla Fisher.

“Tudo era muito grande e muito visual. Definitivamente, eu sentia que conseguia achar a personagem em alguns momentos, porém, em outros, sentia que a perdia. Isso muito porque eu nunca fiquei tão empolgada em fazer um filme como naquele caso”, afirmou, declarando ser fã do romance de Fitzgerald e que se preparou muito tempo para fazer “O Grande Gatsby”.

Tal experiência fez com Carey Mulligan preferisse fazer filmes de menor escala. Desde “Gatsby”, a atriz estrelou “Inside Llewyn Davis”, “Longe Deste Insensato Mundo” e “As Sufragistas”. Ela será vista, em breve, no drama do Netflix e cotado para o Oscar 2018, “Mudbound”.

Facebook Comments