Durante a divulgação de “Homem-Formiga”, o novo filme de super-heróis do Marvel Studios que estreia em breve, o chefão do estúdio Kevin Feige falou um pouco sobre o futuro longa do Homem-Aranha a ser co-produzido entre a Marvel e a Sony Pictures. Já se sabe que o escolhido para viver Peter Parker é o ator Tom Holland e que o novo filme não vai contar novamente a origem do Aranha. Ao invés disso, a história vai começar com o herói já estabelecido, tentando balancear sua vida secreta e os dramas da sua adolescência.

Feige falou sobre o tom que espera para o novo filme do Aranha: “São os aspectos de novela e os personagens coadjuvantes que nos interessam. Do mesmo jeito que faz tempo que não vemos um filme de assalto, ou um filme com as pessoas encolhendo, nós também não temos visto um filme de John Hughes em muito tempo. Não que vamos conseguir fazer um filme de John Hughes – só ele poderia – mas vamos nos inspirar nele, e combinar esse tipo de filme com o gênero de super-heróis, de um jeito que nunca foi feito antes, é algo que nos anima demais”.

Feige se refere ao cineasta John Hughes (1950-2009), o renomado roteirista e diretor especializado em filmes adolescentes. Seus principais sucessos marcaram a década de 1980 e toda uma geração de espectadores: “Gatinhas e Gatões” (1984), “O Clube dos Cinco” (1985), “A Garota de Rosa-Shocking” (1986)  e “Curtindo a Vida Adoidado” (1986).

O produtor também confirmou que o novo filme não vai utilizar nenhum dos vilões já vistos em longas anteriores do Homem-Aranha. “Essa é uma vantagem para nós. No momento, estamos interessados em vilões que não vimos antes”, disse Feige.

O novo filme do Homem-Aranha, que iniciará uma nova trilogia do herói, agora integrado ao universo Marvel do cinema, chega às telas em 2017. Antes disso, porém, o herói será visto numa participação em “Capitão América 3: Guerra Civil”, que estreia em 2016.

Facebook Comments