Brad Pitt e Leonardo DiCaprio vão contracenar juntos em “Once Upon a Time in Hollywood”, novo filme de Quentin Tarantino. A parceria, porém, poderia ter ocorrido bem antes. Segundo o diretor Gus Van Sant, os dois astros recusaram serem os protagonistas de “O Segredo de Brokeback Mountain”. As informações são do site da Variety.

Gus Van Sant foi um dos diretores sondados para assumir o filme antes do projeto acabar nas mãos de Ang Lee. “Ninguém queria fazer. Estava trabalhando nele e sentia que precisávamos de um elenco realmente forte, famoso. Mas, não estava funcionando. Falei com os principais nomes da época: Leonardo DiCaprio, Brad Pitt, Matt Damon, Ryan Phillippe. Todos disseram não”, afirmou. A produtora de “O Segredo de Brokeback Mountain”, Diana Ossana, confirmou a declaração de Van Sat ao site Indiewire. Sorte de Heath Ledger e Jake Gyllenhaal que acabaram ficando com os personagens e foram indicados ao Oscar.

O diretor de sucessos como “Gênio Indomável” e “Milk” lamentou que poderia ter tentado atores mais desconhecidos para o papel em vez de figurões de Hollywood. “Eu não estava pronto. Não sei porquê”, confessou. Gus Van Sant ainda revelou que chegou a ser oferecido a ele a possibilidade de fazer “Me Chame Pelo Seu Nome” que acabou ficando com Luca Guadagnino.

“Neste caso em particular… eu não acho que teria sido feito da forma como foi realizado se tivesse sido dirigido por mim. Acho o filme ótimo. Gosto dele. Todos os sentimentos e o final são coisas que provavelmente não estavam da mesma forma no livro. Talvez estivesse lá, mas, acho que ele conseguiu algo realmente bom que acho que é muito … não tenho certeza se teria terminado no mesmo lugar, então provavelmente ele não teria ido tão bem”, completou.

Facebook Comments