Direto do sofá da minha casa, eu, Lucas Pistilli, correspondente internacional do Cine Set aqui na Europa, irei cobrir o Festival de Berlim 2021. A Berlinale é um dos maiores eventos cinematográficos do mundo e o primeiro da grande tríade – composta por ele, Cannes e Veneza – a acontecer no ano. Por mais que fosse tentador fazer esta cobertura na frente do Berlinale Palast, sentindo os ventos frios da capital alemã, a pandemia da COVID-19 impede a missão. 

Para não cancelar o evento, a organização optou por uma edição híbrida em duas partes. A primeira, que você acompanha aqui no site do Cine Set e no nosso Instagram, será inteiramente virtual e vai do dia 1o de março e até o dia 5. Ela está limitada para os júris e para a imprensa e escolherá os vencedores do festival.  

A segunda será do dia 9 ao dia 20 de junho e, até o momento, planeja-se que ela seja física, exibindo os filmes do evento para o grande público e realizando a cerimônia de premiação dos vencedores anunciados na primeira parte. 

O MAIS POPULAR DOS FESTIVAIS  

Todos os festivais da grande tríade começaram por questões políticas. No caso de Berlim, ele foi concebido por Oscar Martay, um oficial do Exército dos EUA que teve a ideia de que um festival cheio de glamour seria uma peça de propaganda perfeita dos valores liberais em plena Guerra Fria.  

Criado em 1951, ele é o mais novo dos três e o mais ligado ao cinema avant-garde. Pelo perfil desafiador de sua seleção, ele não tende a importar muito na corrida de Oscar. A exceção fica por “Rain Man”, vencedor do Urso de Ouro e do prêmio de Melhor Filme da Academia. 

Paradoxalmente, o Festival de Berlim também é o mais conectado com a sua audiência e, com uma média de venda de 400 mil ingressos por ano, é o festival de cinema mais popular do planeta. 

AS MOSTRAS DA BERLINALE 

Como a maioria dos festivais, Berlim é dividido em mostras. Algumas são mais fáceis de explicar, outras mais complexas. Começando pelas fáceis, o festival tem suas duas mostras competitivas principais: uma de longas e uma de curtas. Os grandes vencedores do festival, que levarão o disputado Urso de Ouro pra casa, saem daqui. 

Além delas, apresentações especiais de filmes fora dessas competições também estão espalhadas pela programação. A mostra Retrospectiva, como o nome diz, exibe filmes antigos. Ela é complementada por duas sub-mostras: a Classics, que apresenta premieres de restaurações de filmes antigos, e a Homage, que celebra a obra do artista recipiente do Urso de Ouro Honorário do ano – em 2020, a homenageada foi a atriz Helen Mirren (“A Rainha”). 

Desde 2015, Berlim também realiza a Séries, mostra que celebra o formato seriado televisivo. A brasileira “Os Últimos Dias de Gilda” está na seleção desse ano. Ela reúne a poderosa Karine Telles com o diretor Gustavo Pizzi, depois da parceria acertada deles em “Benzinho”, em 2018. Quem produz é a Globoplay, que inclusive já está virando habitué do festival, depois de ter emplacado não só uma, mas duas séries na mostra do ano passado: “Desalma” e “Onde Está Meu Coração”. Os critérios de admissão são flexíveis, mas o mais importante para a Berlinale é que a série tenha sua primeira exibição fora do país de origem no evento. 

Agora, vamos para as mais complicadas: 
 
Encontros: criada em 2020, seleção de 15 filmes (longas de ficção ou docs) com novas visões, privilegiando produções estruturalmente ou esteticamente radicais. Em suma, a nova seção se propõe como a competição mais avant-garde do festival; 

Panorama: mostra paralela tão emblemática para o festival quanto a mostra principal, a Panorama é a seção dedicada ao cinema de temáticas ousadas e irreverentes. Criada por dois realizadores ativistas do movimento LBGTQIA+ em 1982, a mostra é abertamente queer, feminista e política – e é um sucesso de público tão grande que tem seu próprio Prêmio Popular. Por suas afiliações, o seu júri é o responsável por escolher os vencedores do Teddy. 
 
Fórum e Fórum Expanded: duas mostras não-competitivas, criadas respectivamente em 1971 e 2006, que contém produções que questionam a forma e a função do cinema, ignorando restrições de duração, estilo, gênero, narrativa e até mesmo mídia. Aqui vale literalmente tudo: obras transmidiáticas, instalações, videoarte, performance, realidade virtual, entre outros. 
 
Generation: criada em 1978 para celebrar o cinema dedicado às crianças, com temáticas relacionadas ao crescimento e desenvolvimento delas e muitas vezes contadas através de seu ponto de vista, a Generation se dividiu em duas em 2004: a Generation Kplus, a sucessora da mostra original (o K é de Kinder – crianças em alemão), e a Generation 14plus, que tem a mesma pegada, mas privilegia obras focadas em adolescentes. As duas mostras seguem nesse formato até hoje. 
 
Perspectivas: mostra de fomento e integração do festival, criada em 2002 para impulsionar jovens cineastas alemães e apresentando exclusivamente filmes de estreia produzidos no país. 

Cine Set no Festival de Berlim 2021: a história do cinema brasileiro no evento

Ver essa foto no Instagram   Uma publicação compartilhada por Cine Set (@cineset) Se tem um evento que gosta do cinema brasileiro, este é a Berlinale. A primeira vez que o Brasil participou da Berlinale em 1953 com dois filmes na mostra competitiva de...

Cine Set no Festival de Berlim 2021: conheça os detalhes do evento alemão

Direto do sofá da minha casa, eu, Lucas Pistilli, correspondente internacional do Cine Set aqui na Europa, irei cobrir o Festival de Berlim 2021. A Berlinale é um dos maiores eventos cinematográficos do mundo e o primeiro da grande tríade - composta por ele, Cannes e...

Quando o mau jornalismo presta desserviço aos artistas e à cultura do Amazonas

Faz duas semanas da morte precoce de Zezinho Corrêa, uma das 10 mil vítimas fatais na capital mundial da COVID-19. Naquele momento, a grandeza de um dos maiores artistas surgidos por estas bandas uniu todos os amazonenses em um luto coletivo e cessou por breves...

Asfixiada, a distópica Manaus sucumbiu; qual realidade será construída agora?

Para retornar a falar de cinema aqui no Cine Set, antes preciso falar de Manaus. O Cine Set sempre teve orgulho de ser um site de cinema independente produzido aqui na capital amazonense e, diante da maior tragédia da história da cidade, não dá para seguir adiante sem...

Os 10 Maiores Ataques do Governo Bolsonaro contra o Cinema do Brasil em 2020

Segundo ano de Jair Bolsonaro na presidência da República e segundo ano da lista dos maiores erros cometidos pela gestão dele em relação ao audiovisual brasileiro aqui no Cine Set (leia a lista de 2019).   Em um 2020 marcado pela tragédia da morte de mais de 190 mil...

Sean Connery, o astro mais perigoso do cinema

O cinema perdeu Sean Connery. No último 31 de outubro de 2020, foi anunciada pela família a morte do ator, que se foi tranquilamente durante o sono. Até o momento de escrita deste texto, a causa da morte não foi informada. Micheline Roquebrune, a viúva do astro,...

Olhar de Cinema e o ano que vivemos em quarentena

No Brasil de 2020, a leitura de mundo e a leitura de obras audiovisuais por parte de quem as consome encontra uma forte tensão: o país descobriu, não tão de repente, que a realidade objetiva só é palpável na medida em que é mensurada por nossos sentidos, sejam os...

Brasil na Covid-19 X Filmes de Fim de Mundo: Realidade mais irracional que a Ficção

A realidade é, muitas vezes, mais estranha que a ficção. E a realidade brasileira, então, nem se fala. Neste artigo vou comentar um pouco sobre como o Brasil do Covid-19 se compara com alguns elementos e clichês de filmes de catástrofes e fim do mundo que Hollywood e...

30 Anos de ‘Lua de Cristal’: documentário celebra sucesso estrelado por Xuxa

Em 1990, Xuxa Meneghel estava no auge de sua carreira. A loira mais famosa do Brasil já era recordista em vendagem de discos e seu programa “Xou da Xuxa”, exibido nas manhãs pela TV Globo, rompia barreiras e começava a ganhar repercussão internacional. Se tal fenômeno...

Bond, Cannes, Mercado Brasileiro: o Impacto do Coronavírus no Cinema

O surto de COVID-19, conhecido popularmente como coronavírus, tem deixado o mundo em pânico nestes últimos meses. O alto número de pessoas diagnosticadas com o vírus e o crescente número de mortes só tem alarmado mais ainda a situação. O surto teve início na cidade de...