O desejo de trazer uma história que nunca foi contada na ficção brasileira. Com esse sentimento, a equipe da série “Colônia” participou de uma coletiva de imprensa relatando as suas experiências durante a produção do projeto. A obra lançada no Canal Brasil retrata a história pouco conhecida do genocídio que ocorreu no maior hospício do país, o Centro Psiquiátrico Hospitalar de Barbacena, em funcionamento de 1903 até meados dos anos 1980.

Transmitida pelo YouTube e com a presença do Cine Set, o evento contou com a participação do diretor/criador da série André Ristum (“A Voz do Silêncio”), o produtor Rodrigo Castellar e os membros do elenco Fernanda Marques, Andréia Horta, Rejane Faria, Augusto Madureira, Bukassa Kabengele e Arlindo Lopes

Baseada no livro-reportagem Holocausto Brasileiro”, da jornalista Daniela Arbex, a produção com 10 episódios se passa em 1971 e adapta para a ficção as barbaridades ocorridas dentro do hospital e como eram os perfis das pessoas que vivam nele. A protagonista é Elisa (Fernanda Marques), uma jovem de vinte anos que chega ao Hospício Colônia no começo dos anos setenta. Ela está grávida de quatro meses de sua grande paixão juvenil e foi enviada para o local pelo pai, Júlio (Henrique Schafer), que fica enfurecido ao descobrir que a filha arruinara seus projetos de casá-la com um rico vizinho de fazendas.

Elisa logo se depara com a verdadeira loucura ali presente, mas rapidamente consegue descobrir que, assim como ela, muitas outras pessoas sem nenhum tipo de diagnóstico de doença mental estão internadas: o alcoólatra Raimundo (Bukassa Kabengele), a prostituta Valeska (Andréia Horta), o homossexual Gilberto (Arlindo Lopes) e dona Wanda (Rejane Faria), todos para lá enviados por serem considerados incômodos para a sociedade. Elisa se aproxima destas pessoas e cria laços de amizade fundamentais para sobreviver, da maneira mais sã possível, a uma vida de abusos e violência diária.

DESCONHECIMENTO DA PRÓPRIA HISTÓRIA

Durante a conversa conduzida pela jornalista e apresentadora do Canal Brasil, Simone Zuccolotto, o diretor, os produtores e o elenco exaltaram o sentimento de orgulho por tratarem de temas de importância social para o público brasileiro.

André Ristum comentou sobre o que chamou atenção para contar a história sobre o Colônia: “As questões humanas são as primeiras que me tocam e me inspiram quando eu decido contar uma história. Esse lugar se tornou o destino dessas pessoas que a sociedade queria esconder ou se livrar de alguma maneira”.

Tendo um histórico de pessoas com doença mental em sua família, a atriz Fernanda Marques, intérprete da protagonista Elisa, comentou sobre a sua experiência com o assunto: “Ainda sim era uma coisa muito distante para mim, pois, minha família nunca falou disso de forma natural, sempre foi muito velado. Existe esse apagamento, essa vergonha e esse preconceito em cima desse tema ainda”.

Centro Psiquiátrico Hospitalar de Barbacena foi o primeiro hospital psiquiátrico público de Minas Gerais.

Durante o processo de preparação da sua personagem Vanda, a atriz Rejane Faria descobriu que sua bisavó foi uma das vítimas do Hospital Colônia de Barbacena: “Parecia que eu ouvia essas coisas de um passado tão distante, mas não era: estava tão próximo de mim e eu não conhecia a história toda”.

Nascida em Juiz de Fora, Andréia Horta, que vive a prostituta Valeska em “Colônia”, questiona o apagamento histórico das vítimas: “Morei em Minas Gerais até os 17 anos e esse não era um assunt., Barbacena é próximo à Juiz de Fora e a história do Colônia é uma história gigantesca.  Depois que eu saí de lá que eu tive conhecimento do hospital. É muito intrigante: por que não se fala sobre isso?  O que aconteceu ali? Por que ninguém dá a devida proporção da tragédia e do absurdo que acontecia ali?”.

MUNDO SEM CORES

Fernanda Marques é a protagonista de “Colônia”.

Vivendo o alcoólatra Raimundo, Bukassa Kabengele define a série como uma obra que reflete uma mentalidade de sociedade da sociedade brasileira: “”Colônia”, para mim, demonstra o investimento do apagamento no Brasil, algo constante e sistemático na nossa história. Certos grupos sociais determinam o que será escondido e o que será visto”, declarou.

Para dar uma dimensão da baixa qualidade de vida dos moradores do Centro Psiquiátrico Hospitalar de Barbacena, o preparador do elenco, Luiz Mário Vicente, propôs que os atores capinassem. “Entendi que essas pessoas para poderem dormir capinavam com as mãos e esse monte de capim viravam as camas. Os pacientes eram tratados de uma forma muito desumana”, declarou Arlindo Lopes, intérprete do homossexual Gilberto.

Gravações ocorreram em locações em São Paulo e Campinas.

A série teve em locações entre Campinas e São Paulo com o hospício reconstituído em um edifício antigo no bairro do Ipiranga, na capital paulista. De acordo com o produtor Rodrigo Castellar não ter filmado em Minas Gerais foi uma questão de estrutura técnica e logística.

Quanto à opção de rodar “Colônia” em preto e branco, Ristum explicou que nunca enxergou cores nessa história: “Pensando na trama, eu só via imagens em preto e branco. Acho que por conta das referências das fotos, dos filmes da época, mas, de fato, era imaginar que a vida dessas pessoas não tinha nenhuma cor e nenhuma luz”.

Os novos episódios de “Colônia” vão ao ar sempre às sextas-feiras, a partir das 21h30 (hora de Brasília), no Canal Brasil e estão disponível no Globoplay.

Por que ‘Segundas Intenções’ é o filme do meu coração?

É quase uma unanimidade que gostos são subjetivos. Se formos parar para pensar, a imposição social nos coloca nesse lugar do que realmente gostamos de fato ou se são apenas imposições sociais. Ok, isso é papo para outro momento. Vamos focar nos “Filmes do Coração”....

Cine Set no Festival de Cannes | O Veredicto sobre ‘Motel Destino’

Direto do Festival de Cannes 2024, Camila Henriques fala sobre "Motel Destino", o candidato brasileiro à Palma de Ouro. https://www.youtube.com/watch?v=nG5mxu_1hSM

Cine Set no Festival de Cannes | ‘Anora’, ‘O Aprendiz’ e Duas Grandes Atuações

Direto do Festival de Cannes 2024, Camila Henriques analisa os elogiados "Anora", de Sean Baker, e "O Aprendiz", de Ali Abbasi sobre Donald Trump. https://youtu.be/n9Qx1mIjKyU

Cine Set no Festival de Cannes | Lula e ‘A Queda do Céu’ destacam o Brasil

Camila Henriques analisa os lançamentos de "Lula", de Rob Wilson e Oliver Stone, e do documentário "A Queda do Céu", de Eryk Rocha e Gabriela Carneiro da Cunha. https://youtu.be/R0y7mRXIMBY

Cine Set no Festival de Cannes 2024 | O Pior Filme Até Agora

Direto do Festival de Cannes 2024, Camila Henriques analisa "Oh Canada", do Paul Schrader com Jacob Elordi, Richard Gere e Uma Thurman, e "Rumours", protagonizado pela Cate Blanchett. https://www.youtube.com/watch?v=3dzmkI731bY

Cine Set no Festival de Cannes | Surgiu o Ganhador da Palma de Ouro?

Camila Henriques analisa "Tipos de Gentileza", novo filme do Yorgos Lanthimos com Emma Stone, e "Bird", de Andrea Arnold com Barry Keoghan no Festival de Cannes 2024. https://www.youtube.com/watch?v=ci-Df_e9kTU  

Cine Set no Festival de Cannes | Furiosa e Megalópolis são INCRÍVEIS

Camila Henriques comenta sobre os aguardados "Furiosa", de George Miller, e "Megalópolis", de Francis Ford Coppola, além do dinamarquês "The Girl With the Needle" no Festival de Cannes 2024. https://youtu.be/FYn7_oQHxxY

Cine Set no Festival de Cannes | Meryl Streep emociona em bela homenagem

Camila Henriques traz todos os detalhes dos dois primeiros dias do Festival de Cannes representando o Cine Set. Tem a homenagem a Meryl Streep, a exibição do clássico "Os Sete Samurais", de Akira Kurosawa, e "The Second Act", sátira francesa de abertura do festival....

Festival de Cannes 2024 | Os 22 Candidatos à Palma de Ouro: Parte II

De "Megalópolis", de Francis Ford Coppola, a "Motel Destino", de Karim Ainouz, Caio Pimenta apresenta a segunda parte dos candidatos à Palma de Ouro no Festival de Cannes 2024. https://youtu.be/EY7R3XsBiyc IRÃ, CHINA E ÍNDIA Para turma que não gosta de ver política...

Festival de Cannes 2024: Conheça os 22 filmes na disputa pela Palma de Ouro – Parte I

O Festival de Cannes começa no próximo dia 14 de maio com cobertura in loco do Cine Set. Ao longo do maior evento de cinema do mundo, teremos Camila Henriques aqui no canal do YouTube, redes sociais atualizando sobre o festival. Então, chegou a hora de trazer a...