‘Que eu consiga representar todas as mulheres que estejam em relação opressiva e ajude a libertá-las’.  

Com este mantra, Jocê Mendes chegava ao set de filmagem de “O Buraco”, novo filme do cinema amazonense dirigido por Zeudi Souza (“Perdido”, “No Rio das Borboletas”). Gravado ao longo de mês de dezembro respeitando as normas sanitárias impostas pela pandemia da COVID-19, o terror psicológico sobre violência doméstica em uma casa da periferia de Manaus está disponível no YouTube até o próximo dia 18 de janeiro gratuitamente. 

No curta de 20 minutos, Jocê encarna uma dona de casa vítima do horror da violência física e psicológica imposta pelo próprio marido interpretado por Victor Kaleb (“Sons do Igarapé”). As sucessivas agressões são vistas pelo filho do casal através do buraco na parede do quarto dele. Aline Guedes e Daura Caroline completam o elenco do curta dirigido e roteirizado pelo próprio Zeudi. 

Para a construção da personagem, Jocê Mendes se inspirou na atuação de Camila Morgado na série “Bom Dia, Verônica”, e, principalmente, na entrevista feita com a atriz amazonense Rosa Malagueta na pré-produção do curta. “Eu não sou mãe, nunca sofri violência física, no máximo, psicológica. Para mim, era muita responsabilidade por não estar no lugar de fala daquelas mulheres, porém, ao escutar estas vítimas, isso me deu uma licença poética para que pudesse representá-las”, declarou em entrevista ao Cine Set. 

‘ATO POLÍTICO, LIBERTADOR’ 

Victor Kaleb sendo orientado por Zeudi durante gravação

Apesar da tensão inerente ao tema do filme, as gravações, segundo Jocê, fluíram em clima de seriedade e parceria necessários para que tudo desse certo. “O set foi leve, cheio de sensações, vibrações, emoções, choros e comemoração a cada cena. Permitimos nos jogar sem medo de se machucar ou se cortar. Aliás, fiz uma das cenas com pé furado de prego, mas não quis perder o calor do momento. Foi lindo e dolorido, mas cheio de amor pelo momento vivido” recordou. 

“O filme dá esta possibilidade de revolução, de denúncia, de protesto, de liberdade. Acredito que a personagem irá contribuir na questão de identificação: em que lugar me sinto representada em cada cena? Muitas vezes, a mulher nem sabe que está sendo violenta, oprimida por achar que aquilo é o normal, pois, o sistema patriarcal criou este pensamento de que merecemos apanhar quando erramos ou merecemos ouvir uma palavra mais alta de um homem por ele mandar, bancar a casa. A mulher tem que ser perfeita. “O Buraco” é um ato político, libertador”, completa a atriz. 

Com inspiração do longa espanhol “Pelos Meus Olhos”, de Icíar Bollain, “O Buraco” conta com Claudilene Siqueira como diretora de produção, Flávia Abtibol foi a assistente de direção, Robert Coelho foi o diretor de fotografia, Heverson Batista ficou na direção de som, a direção de arte esteve sob a responsabilidade de Aline Guedes e a montagem com Castro Jr. O filme ainda não tem data para estrear. 

ASSISTA AO FILME: 

Com curadoria do Matapi, streaming do Itaú Cultural apresenta filmes do Norte do Brasil

No Dia do Cinema Brasileiro, um presente para os cinéfilos: o Itaú Cultural lança, neste sábado (19), um streaming dedicado às produções do país. O catálogo oferece mais de cem títulos já na estreia e é composto de filmes, séries, programas de TV, festivais e mostras...

Casarão de Ideias programa retorno do cinema com ‘Alvorada’ e ‘Druk’

Fechados há seis meses, os cinemas de Manaus estão perto do retorno. Igual ocorreu em 2020, o Casarão de Ideias deve marcar este recomeço com a reabertura da sala prevista para o próximo dia 24 de junho, segundo João Fernandes, diretor e fundador do espaço cultural. ...

Cine Set abre nova turma para curso online e gratuito de roteiro de cinema

Deseja aprender sobre roteiro de cinema, sobre princípios de roteirização e como histórias são contadas? Então, aproveite a oportunidade: o Cine Set vai realizar a segunda edição online e gratuita do curso “Roteiro de Cinema” com o facilitador Ivanildo Pereira....

Cine Set abre inscrições para selecionar três novos voluntários

O Cine Set anuncia a abertura de três vagas para novos integrantes voluntários. Podem participar pessoas de todo o Brasil interessadas em escrever críticas de cinema e realizar entrevistas para o site.  AS INSCRIÇÕES  Para se inscreverem, os candidatos devem...

Do Ceará à Itália: novos filmes do cinema amazonense participam de série de festivais

Diante de um ano trágico pela crise da Covid-19 em níveis inaceitáveis, perdas de milhares de vidas e próximo de atingir a maior cheia da história inundando diversas cidades do interior, o Amazonas encontra no audiovisual um dos poucos motivos para se orgulhar em...

Webséries amazonenses ganham a internet com iniciantes e veteranos do audiovisual

O mundo do cinema precisou procurar novos caminhos com a pandemia da COVID-19. De alternativa ou segunda opção, o meio online tornou-se fundamental para festivais, eventos de mercado, longas e curtas-metragens chegarem ao público após a impossibilidade de encontros...

Cine Set realiza curso online e gratuito de roteiro de cinema em maio

Deseja aprender sobre roteiro de cinema, sobre princípios de roteirização e como histórias são contadas? Então, aproveite a oportunidade: o Cine Set vai realizar a primeira edição online e gratuita do curso “Roteiro de Cinema” com o facilitador Ivanildo Pereira....

Ator amazonense Adanilo integra elenco do novo filme de Viggo Mortensen

Destaque de curtas locais premiados como “A Menina do Guarda-Chuva" e “Aquela Estrada”, Adanilo encara o desafio do primeiro internacional da carreira. O ator amazonense será um dos protagonistas de “Eureka”, co-produção entre Argentina, EUA, México e Portugal com...

Amazonense ‘O Barco e o Rio’ é selecionado para festival na Espanha

Depois de passagens de sucessos por festivais brasileiros, chegou a hora de “O Barco e o Rio” alcançar novos caminhos: a produção amazonense está selecionada para o Festival Internacional de Cinema de Huesca, na Espanha. O curta-metragem de Bernardo Abinader disputa a...

Quatro filmes representam o Amazonas na Mostra Histórias do Brasil Profundo

Fruto das políticas públicas de regionalização do audiovisual brasileiro, o atual momento do cinema amazonense alcançou feitos considerados impossíveis décadas atrás, incluindo, desde o surgimento de eventos locais importantes como o Amazonas Film Festival, Olhar do...