‘Que eu consiga representar todas as mulheres que estejam em relação opressiva e ajude a libertá-las’.  

Com este mantra, Jocê Mendes chegava ao set de filmagem de “O Buraco”, novo filme do cinema amazonense dirigido por Zeudi Souza (“Perdido”, “No Rio das Borboletas”). Gravado ao longo de mês de dezembro respeitando as normas sanitárias impostas pela pandemia da COVID-19, o terror psicológico sobre violência doméstica em uma casa da periferia de Manaus está disponível no YouTube até o próximo dia 18 de janeiro gratuitamente. 

No curta de 20 minutos, Jocê encarna uma dona de casa vítima do horror da violência física e psicológica imposta pelo próprio marido interpretado por Victor Kaleb (“Sons do Igarapé”). As sucessivas agressões são vistas pelo filho do casal através do buraco na parede do quarto dele. Aline Guedes e Daura Caroline completam o elenco do curta dirigido e roteirizado pelo próprio Zeudi. 

Para a construção da personagem, Jocê Mendes se inspirou na atuação de Camila Morgado na série “Bom Dia, Verônica”, e, principalmente, na entrevista feita com a atriz amazonense Rosa Malagueta na pré-produção do curta. “Eu não sou mãe, nunca sofri violência física, no máximo, psicológica. Para mim, era muita responsabilidade por não estar no lugar de fala daquelas mulheres, porém, ao escutar estas vítimas, isso me deu uma licença poética para que pudesse representá-las”, declarou em entrevista ao Cine Set. 

‘ATO POLÍTICO, LIBERTADOR’ 

Victor Kaleb sendo orientado por Zeudi durante gravação

Apesar da tensão inerente ao tema do filme, as gravações, segundo Jocê, fluíram em clima de seriedade e parceria necessários para que tudo desse certo. “O set foi leve, cheio de sensações, vibrações, emoções, choros e comemoração a cada cena. Permitimos nos jogar sem medo de se machucar ou se cortar. Aliás, fiz uma das cenas com pé furado de prego, mas não quis perder o calor do momento. Foi lindo e dolorido, mas cheio de amor pelo momento vivido” recordou. 

“O filme dá esta possibilidade de revolução, de denúncia, de protesto, de liberdade. Acredito que a personagem irá contribuir na questão de identificação: em que lugar me sinto representada em cada cena? Muitas vezes, a mulher nem sabe que está sendo violenta, oprimida por achar que aquilo é o normal, pois, o sistema patriarcal criou este pensamento de que merecemos apanhar quando erramos ou merecemos ouvir uma palavra mais alta de um homem por ele mandar, bancar a casa. A mulher tem que ser perfeita. “O Buraco” é um ato político, libertador”, completa a atriz. 

Com inspiração do longa espanhol “Pelos Meus Olhos”, de Icíar Bollain, “O Buraco” conta com Claudilene Siqueira como diretora de produção, Flávia Abtibol foi a assistente de direção, Robert Coelho foi o diretor de fotografia, Heverson Batista ficou na direção de som, a direção de arte esteve sob a responsabilidade de Aline Guedes e a montagem com Castro Jr. O filme ainda não tem data para estrear. 

ASSISTA AO FILME: 

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 7: O Que Esperar do Futuro?

Caio Pimenta fala sobre o que esperar do futuro do cinema amazonense e os desafios impostos ao audiovisual local.  https://www.youtube.com/watch?v=rQ79UdbQ4yQ O FUTURO PÓS-ALDIR BLANC A curto prazo, o cinema do Amazonas deve ter um bom 2021 e, talvez, 2022. Falo isso...

Cinemas de Joaquim Marinho no Centro de Manaus serão tema de websérie

Muito antes dos multiplexs dos shoppings centers, os cinemas de rua do Centro de Manaus foram referências de cultura e entretimento durante décadas - atualmente restou apenas o resiliente Casarão de Ideias. Durante os anos 1970 ao início do século XXI, as salas de...

Plataforma digital reunirá dados sobre o audiovisual do Amazonas

Uma plataforma digital com o catálogo de profissionais e empresas de audiovisual do Amazonas somado a um observatório com pesquisas e estudos sobre o setor. Esta é a proposta do projeto Tela Amazônia, da produtora Leão do Norte, organizadora do Matapi – Mercado...

‘O Barco e o Rio’ entra no TOP 10 da Abraccine dos melhores curtas de 2020

A trajetória bem-sucedida do filme amazonense "O Barco e o Rio" segue firme em 2021: a produção dirigida por Bernardo Ale Abinader entrou no TOP 10 dos melhores curtas-metragens de 2020 da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). A lista foi divulgada...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 6: A Tônica da Descontinuidade

Caio Pimenta fala sobre um dos maiores e históricos problemas do cinema produzido no Amazonas: a descontinuidade.  https://www.youtube.com/watch?v=3rosA6214mc ‘A Tônica da Descontinuidade’. Este é o título do livro mais importante sobre o cinema do Amazonas. O autor é...

Cine Set está credenciado para a cobertura do Festival de Berlim 2021

O Cine Set se prepara para uma nova cobertura internacional: a partir de março, o site de cinema produzido em Manaus traz as novidades sobre o Festival de Berlim 2021. O nosso correspondente internacional, Lucas Pistilli, já está credenciado para o evento online...

ASSISTA: documentário sobre o graffiti em Manaus estreia no YouTube

O documentário "Os Traços Urbanos da Floresta" é a nova atração do cinema amazonense no YouTube. A produção nasceu da conversa entre o fotógrafo e videomaker Homero Lacerda e o graffiteiro Arab, codinome de Rogério Arab, que tem uma trajetória madura e produtiva na...

Márcio Nascimento homenageia mãe, vítima de COVID-19, em novo curta amazônico

Passava da meia-noite de 13 de novembro de 2020 quando Márcio Nascimento soube da seleção do projeto de curta-metragem “Dia de Finados” no edital Conexões Culturais da Prefeitura de Manaus com recursos da Lei Aldir Blanc. O primeiro abraço e parabenizações pela...

Curta de terror amazonense sobre violência doméstica está disponível no YouTube

‘Que eu consiga representar todas as mulheres que estejam em relação opressiva e ajude a libertá-las’.   Com este mantra, Jocê Mendes chegava ao set de filmagem de “O Buraco”, novo filme do cinema amazonense dirigido por Zeudi Souza (“Perdido”, “No Rio das...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 5: Festivais e Mostras

Caio Pimenta apresenta os principais eventos, festivais e mostras do cinema amazonense nos últimos 20 anos.  https://www.youtube.com/watch?v=3lrDzDw4W8I Nos dois primeiros ciclos do cinema amazonense, festivais e eventos não eram tão comuns assim. Os mais célebres...