Com a proposta de reunir curtas-metragens realizados por universitários, o Festival Pirarucurta realiza sua segunda edição nos dias 15 e 16 de novembro, em Manaus. Além da mostra competitiva entre alunos de universidades da capital, este ano o evento também conta com uma mostra não competitiva para exibir o trabalho de realizadores amazonenses em geral. O evento será realizado no Centro Cultural Usina Chaminé, localizado no Centro da cidade. 

O festival é uma iniciativa da Faculdade Martha Falcão e, de acordo com a professora e coordenadora-geral, Carla Batista, se tornou uma forma de fomentar a produção audiovisual no meio acadêmico. “O objetivo do festival é dar visibilidade às produções audiovisuais que são feitas em sala de aula ou até mesmo durante o processo de formação do universitário. Essa proposta consequentemente está ligada a ideia de fomentar uma produção local”, afirma. 

Nesta edição, os estudantes competem nas categorias de ficção, não-ficção, animação, produção publicitária e produção de videoclipe. O júri do festival é composto por Rafael Ramos, diretor de ‘Formas de Voltar Para Casa’ e ‘Aquela Estrada’, Walter Fernandes, diretor de ‘Dispensa do Amor Mecânico’ e mentor do projeto Cineastas em Formação, e Camila Henriques, jornalista, membro do coletivo Elviras e crítica do Cine Set.  

Já na mostra não competitiva serão exibidos curtas de ficção, não-ficção, animação e produção publicitária. Para Carla Batista, a mostra paralela é uma forma de contemplar trabalhos realizados por alunos em outros anos e até mesmo relacionar o ambiente universitário com mercado audiovisual no Amazonas.  

EXPANSÃO PARA REGIÃO NORTE 

Com início no curso de Design, o Pirarucurta passou a englobar outros quatro cursos universitários nesta edição, assim como a participação de outras universidades. Como idealizadora, a professora acredita que as próximas edições possam ser expandidas para uma competição regional.  

“Nessas primeiras edições, a gente focou na produção local, mas não colocamos um tema especificamente porque queríamos atender a todos. A proposta é que nos próximos anos a gente possa fazer o festival com temas específicos como lendas amazônicas, por exemplo. Quanto a envolver outros estados, com certeza é uma possibilidade até porque o alcance do evento já chegou bem longe por meio das redes sociais, então consequentemente a região norte é o próximo passo”, considera Carla.  

Apesar do nome remeter à produção de curtas, a presença de longas-metragens também já está sendo debatida pela organização do evento, afirma a coordenadora do Festival. Entretanto, a proposta de envolver primordialmente produções acadêmicas será mantida.  

“Nós fizemos um levantamento sobre os eventos de audiovisual daqui e vimos que a grande parte das mostras era de cunho profissional. Então estamos trazendo algo inovador com o universitário sendo, de fato, protagonista”, completa Carla. 

SEM FACULDADE DE CINEMA EM MANAUS 

UEA - Curso de Produção Audiovisual

Apesar das conquistas do cinema amazonense alcançadas por nomes como Sérgio AndradeAldemar Matias nos últimos anos e a realização de importantes eventos como Amazonas Film Festival, Matapi e Olhar do Norte, estudar audiovisual está longe de se tornar uma realidade para quem mora em Manaus. 

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) até chegou a formar duas turmas do curso técnico de audiovisual. Mesmo após toda a compra de equipamentos, infelizmente, as atividades foram encerradas há dois anos. 

Uninorte também descontinuou as atividades do curso de Rádio e TV. Já a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e as demais instituições de Ensino Superior do setor privado não possuem cursos do tipo, sendo atividades mais próximos do audiovisual feitas nos cursos de artes e jornalismo. 

Cine Set no Festival de Cannes 2024 | O Pior Filme Até Agora

Direto do Festival de Cannes 2024, Camila Henriques analisa "Oh Canada", do Paul Schrader com Jacob Elordi, Richard Gere e Uma Thurman, e "Rumours", protagonizado pela Cate Blanchett. https://www.youtube.com/watch?v=3dzmkI731bY

Cine Set no Festival de Cannes | Surgiu o Ganhador da Palma de Ouro?

Camila Henriques analisa "Tipos de Gentileza", novo filme do Yorgos Lanthimos com Emma Stone, e "Bird", de Andrea Arnold com Barry Keoghan no Festival de Cannes 2024. https://www.youtube.com/watch?v=ci-Df_e9kTU  

Cine Set no Festival de Cannes | Furiosa e Megalópolis são INCRÍVEIS

Camila Henriques comenta sobre os aguardados "Furiosa", de George Miller, e "Megalópolis", de Francis Ford Coppola, além do dinamarquês "The Girl With the Needle" no Festival de Cannes 2024. https://youtu.be/FYn7_oQHxxY

Cine Set no Festival de Cannes | Meryl Streep emociona em bela homenagem

Camila Henriques traz todos os detalhes dos dois primeiros dias do Festival de Cannes representando o Cine Set. Tem a homenagem a Meryl Streep, a exibição do clássico "Os Sete Samurais", de Akira Kurosawa, e "The Second Act", sátira francesa de abertura do festival....

Festival de Cannes 2024 | Os 22 Candidatos à Palma de Ouro: Parte II

De "Megalópolis", de Francis Ford Coppola, a "Motel Destino", de Karim Ainouz, Caio Pimenta apresenta a segunda parte dos candidatos à Palma de Ouro no Festival de Cannes 2024. https://youtu.be/EY7R3XsBiyc IRÃ, CHINA E ÍNDIA Para turma que não gosta de ver política...

Festival de Cannes 2024: Conheça os 22 filmes na disputa pela Palma de Ouro – Parte I

O Festival de Cannes começa no próximo dia 14 de maio com cobertura in loco do Cine Set. Ao longo do maior evento de cinema do mundo, teremos Camila Henriques aqui no canal do YouTube, redes sociais atualizando sobre o festival. Então, chegou a hora de trazer a...

Formas de voltar para casa em ‘A Migração Silenciosa’ e ‘Retorno a Seul’

Há um filme do amazonense Rafael Ramos chamado “Formas de Voltar Para Casa” que explora de forma reflexiva, melancólica e catártica — dado as sensações pós-sessão — as maneiras como podemos retornar ao que consideramos casa. Pensei muito nele enquanto, em momentos...

A retomada da Película em meio ao marasmo do Digital 

O filme é bem filmado. Tem cara de cinema. Tem jeito de cinema. Tudo parece estar no lugar certo. Mas alguma coisa te incomoda. Alguma coisa na tela. Difícil dizer o quê. Mas algo na imagem parece despertar uma reação alérgica em você. Um quê de artificialidade,...

‘Pobres Criaturas’ e a falsa percepção de excesso de sexo no cinema

Dois eventos recentemente me fizeram pensar em sexo, caro leitor... Sexo no cinema. Primeiro, fui assistir a Pobres Criaturas no cinema e notei uma ocorrência curiosa durante o filme. Em breve voltarei a isso. Segundo... Recentemente, o ex-Superman do cinema, o ator...

A transcendência do Carnaval em dois filmes brasileiros

Quem me vê sempre parado, distanteGarante que eu não sei sambarTô me guardando pra quando o carnaval chegar  (“Quando o Carnaval Chegar”, Chico Buarque, 1972) A maior festa popular do Brasil não é nenhuma estranha ao nosso cinema. Lá está o Carnaval, por exemplo, nas...