Gargalo histórico da produção amazonense, o som para o audiovisual será tema da oficina ‘Conexão Sonora’ nos próximos dias 14, 15 e 16 de dezembro. A atividade gratuita será realizada no Casarão de Ideias, localizado na Rua Barroso, no Centro. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo email [email protected] com o interessado devendo enviar o nome completo e o número de telefone no corpo da mensagem. São disponibilizadas apenas 20 vagas.

Pelo período da manhã, das 8h às 11h, Marina Bruno realiza a oficina ‘Introdução à Captação de Som Direto’. A atividade será uma extensão da atividade realizada no Festival Olhar do Norte 2020. “Os alunos podem esperar uma oficina mais teórica, uma introdução a captação de som direto, mas, com um olhar bem focado nas especificidades do Norte”, falou, na época, para o Cine Set. A série “Felizes para Sempre”, da Rede Globo, o longa-metragem “O Escaravelho do Diabo” e a série de televisão “Unidade Básica”, da Universal Channel, foram alguns dos principais trabalhos dela no setor.

Responsável pelo desenho de som e a trilha sonora original de “O Barco e o Rio” e premiado ao lado de Heverson Batista na II Mostra Internacional de São Luís pelo som de “Obeso Mórbido”, Lucas Coelho fará a oficina de ‘Introdução à Edição de Som e Mixagem para Cinema’. A atividade será realizada no período vespertino, das 13h às 16h.

“Manaus tem limitações técnicas, de mão de obra, de equipamentos no som.  A ideia é alinhar a galera sobre como fazer, os procedimentos e o caminhos dentro desta área. Pretendemos ajudar a compreender mais sobre o trabalho de quem faz o som direto, a edição e a mixagem de som para que novas pessoas se interessem pela área. Talento não falta por aqui”, declarou Heverson Batista, criador do ‘Conexão Sonora’, projeto apoiado pelo Ministério do Turismo, da Secretaria Especial de Cultura e da Prefeitura de Manaus, por meio do edital Conexões Culturais – Lei Aldir Blanc.

Amazonense ‘O Barco e o Rio’ é selecionado para festival na Espanha

Depois de passagens de sucessos por festivais brasileiros, chegou a hora de “O Barco e o Rio” alcançar novos caminhos: a produção amazonense está selecionada para o Festival Internacional de Cinema de Huesca, na Espanha. O curta-metragem de Bernardo Abinader disputa a...

Quatro filmes representam o Amazonas na Mostra Histórias do Brasil Profundo

Fruto das políticas públicas de regionalização do audiovisual brasileiro, o atual momento do cinema amazonense alcançou feitos considerados impossíveis décadas atrás, incluindo, desde o surgimento de eventos locais importantes como o Amazonas Film Festival, Olhar do...

Em Manaus, curso gratuito prepara realizadores para primeiro filme

Formação cultural através do audiovisual. Essa é a proposta do projeto “Nosso Primeiro Filme”, contemplado pela Lei Aldir Blanc, através do Prêmio Feliciano Lana da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. O curso propõe um panorama dos principais setores...

Curtas de Begê Muniz e Lucas Martins representam o Amazonas no CineFantasy

O cinema amazonense estará representado em dose dupla no 11.º Cinefantasy – Festival Internacional de Cinema Fantástico. Os curtas "À Beira do Gatilho", de Lucas Martins, e "Jamary", de Begê Muniz, serão exibidos no evento previsto para ocorrer entre os dias 16 e 29...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 7: O Que Esperar do Futuro?

Caio Pimenta fala sobre o que esperar do futuro do cinema amazonense e os desafios impostos ao audiovisual local.  https://www.youtube.com/watch?v=rQ79UdbQ4yQ O FUTURO PÓS-ALDIR BLANC A curto prazo, o cinema do Amazonas deve ter um bom 2021 e, talvez, 2022. Falo isso...

Cinemas de Joaquim Marinho no Centro de Manaus serão tema de websérie

Muito antes dos multiplexs dos shoppings centers, os cinemas de rua do Centro de Manaus foram referências de cultura e entretimento durante décadas - atualmente restou apenas o resiliente Casarão de Ideias. Durante os anos 1970 ao início do século XXI, as salas de...

Plataforma digital reunirá dados sobre o audiovisual do Amazonas

Uma plataforma digital com o catálogo de profissionais e empresas de audiovisual do Amazonas somado a um observatório com pesquisas e estudos sobre o setor. Esta é a proposta do projeto Tela Amazônia, da produtora Leão do Norte, organizadora do Matapi – Mercado...

‘O Barco e o Rio’ entra no TOP 10 da Abraccine dos melhores curtas de 2020

A trajetória bem-sucedida do filme amazonense "O Barco e o Rio" segue firme em 2021: a produção dirigida por Bernardo Ale Abinader entrou no TOP 10 dos melhores curtas-metragens de 2020 da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). A lista foi divulgada...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 6: A Tônica da Descontinuidade

Caio Pimenta fala sobre um dos maiores e históricos problemas do cinema produzido no Amazonas: a descontinuidade.  https://www.youtube.com/watch?v=3rosA6214mc ‘A Tônica da Descontinuidade’. Este é o título do livro mais importante sobre o cinema do Amazonas. O autor é...

Cine Set está credenciado para a cobertura do Festival de Berlim 2021

O Cine Set se prepara para uma nova cobertura internacional: a partir de março, o site de cinema produzido em Manaus traz as novidades sobre o Festival de Berlim 2021. O nosso correspondente internacional, Lucas Pistilli, já está credenciado para o evento online...