As narrativas de ódio espalhadas na internet viram arte na websérie “Contos da Vida e Norte”. O lançamento do projeto acontece neste sábado (20), com a exibição na íntegra dos três episódios em sequência no Palácio da Justiça, localizado na Avenida Eduardo Ribeiro, no Centro de Manaus. O evento ainda contará com apresentações culturais e exposição artística.

A iniciativa surgiu a partir do edital da Safernet, canal de denúncias contra a propagação do ódio na internet. Com esta proposta em mente, o coletivo Cumbuca reuniu três artistas locais – a cantora Catarina, a artista visual Kerol Kemblim e a drag amazônica Úyra – com o objetivo de relacionar seus trabalhos com os ataques virtuais.

De acordo com a produtora da websérie, Mariah Brandt, a ideia de inserir três artistas teve como objetivo observar como o discurso de ódio é transformado em arte por cada um. “A abordagem que a gente fez foi da própria vida deles. Queremos entender de que maneira eles se curam desse ódio e como que isso é vivenciado dentro desse trabalho”, explica.

Ao abordar essa relação na vida dos artistas, Mariah afirma que Manaus também se tornou um importante elemento narrativo. Assim, cada personalidade ocupa um espaço da capital durante os episódios, com uma divisão principal entre floresta e urbano. “Parte do processo criativo foi se locomover pela cidade com cada um dos três artistas e conversar sobre o discurso de ódio, da arte e de Manaus”, afirmou.  

Personagens

O primeiro episódio é voltado para a história de Catarina Eduarda, rapper de Manaus que viralizou em 2018 com o vídeo “SLAM Inconformação – Poesia Marginal”, em que falou sobre o cenário político da época. Na websérie, a cantora revela seu processo criativo na cidade, as letras voltadas à liberdade de expressão, identidade, modo de agir, falar e sobre ser mulher.

Já a segunda parte da produção é voltada para a história de Emerson Munduruku, que performa a drag Úyra Sodoma. Como biólogo e mestre em ecologia, Emerson utilizou seus conhecimentos para criar uma drag amazônica, a qual utiliza elementos da própria floresta em sua construção visual. Assim, as performances de Úyra buscam valorizar a diversidade sob diferentes perspectivas, da ecologia às questões de gênero.

Por fim, Kerol Kemblim é o foco do último episódio da websérie. Inspirada por sua vivência religiosa na Umbanda, a artista visual reflete em suas obras o processo de cura a partir da medicina ancestral indígena e africana, a liberdade religiosa, a autonomia do corpo feminino e a padronização imposta pela mídia. Para expor suas obras apresenta como suporte a xilogravura, pintura, fotografia, gravura, colagem, o próprio corpo, a palavra e o som. Durante o lançamento da websérie será realizada uma exposição dos trabalhos artísticos de Kerol.

Programação

Além da exposição de Kerol, a programação neste sábado também inclui apresentações musicais e uma roda de conversa. A partir das 17h, o público poderá conferir shows dos artistas Karen Francis, Elisa Maia, Aruack e Catarina, protagonista da websérie.

Antes da exibição dos episódios, uma roda de conversa com o tema “Discurso de ódio e o corpo” será realizada. Com mediação de Jéssica Dandara, o debate conta com a participação dos influenciadores digitais Andreia Gouveia (@Gordeia), Suelen Lima (@rostodeneve), Elisa Maia (@elisamaiamusic) e Gabriel Torres (@aruack092).

SERVIÇO

O QUÊ: Lançamento da websérie ‘Contos de Vida e Norte’

QUANDO: 20 de Julho, das 17h às 21h

ONDE: Palácio da Justiça – Av. Eduardo Ribeiro, 833, Centro de Manaus

Nomeações de Reizo, Carlos Portta e Elias Emanuel na Manauscult provocam reação da classe artística

Não bastasse toda a devastadora segunda onda da COVID-19 em Manaus, a classe artística da cidade ainda precisou lidar com uma notícia preocupante nesta quinta-feira (20). O Diário Oficial do Município confirmou a nomeação de conhecidos nomes ligados à política...

Novo curta de Thiago Morais mostra o impacto da pandemia em família ribeirinha

Responsável pelos populares cursos de cinema do Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas, Thiago Morais viu o curta “A Estranha Velha que Enforcava Cachorros”, produzido como trabalho de conclusão de curso em audiovisual na Universidade do Estado do...

‘Os Traços Urbanos da Floresta’ estreia trazendo a história do graffiti em Manaus

Com depoimentos dos principais nomes do graffiti de Manaus, o documentário manauara "Os Traços Urbanos da Floresta" já está disponível no YouTube. A produção conta com entrevistas de artistas como Débora Erê, Lore Paes, Gaby, Zet, Paradise, Zet, Arab, Liu, Olhinho,...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 2: De Silvino Santos a ‘O Barco e o Rio’

Caio Pimenta fala sobre os dois primeiros ciclos e porque é possível afirmar que estamos na terceira fase da produção do Amazonas. https://www.youtube.com/watch?v=axvIfHOQ-kE O saudoso professor da Universidade Federal do Amazonas, Narciso Lobo, no livro “A Tônica da...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 1: Apresentação

Sejam bem-vindos à websérie “Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense”. https://www.youtube.com/watch?v=n2TLnLspBXA Este é o novo projeto do Cine Set e foi contemplado no Prêmio Feliciano Lana, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa com recursos...

Com influência de ‘Oliver Twist’, Augustto Gomes prepara roteiro de longa

Augustto Gomes conseguiu circular festivais do Brasil afora com “Zana - O Filho da Mata”: a aventura infantil chegou a vencer 12 prêmios. Agora, o diretor retorna a esse universo com “Não me Deixe Dormir”, roteiro de longa-metragem em desenvolvimento contemplado...

Série amazonense em desenvolvimento aborda amores em ‘tempos líquidos’

O cenário contemporâneo de uma Manaus urbana e conectada é o pano de fundo para esta série que narra as desventuras compartilhadas por um grupo de amigos de trinta de tantos anos. É protagonizada por Letícia, uma mulher solteira  com conflitos de relacionamento, uma...

Websérie do Cine Set destaca filmes e diretores do atual cinema amazonense

Os avanços do audiovisual do Amazonas neste século com filmes premiados em festivais ao redor do planeta e o surgimento de eventos em larga escala como o Amazonas Film Festival, Matapi e Olhar do Norte serão o foco da websérie “Terceiro Ciclo do Cinema Amazonas”. O...

Cinemas de Manaus registram queda de 75,4% nas bilheterias em 2020

A crise provocada pela pandemia da COVID-19 levou os cinemas de Manaus aos piores números em anos. Fechadas por mais de cinco meses entre março a agosto, as salas tiveram reduções no faturamento total, do público e dos filmes exibidos, segundo dados do Observatório...

Zeudi Souza retorna ao cinema com terror psicológico sobre violência doméstica

Zeudi Souza anunciou uma pausa no audiovisual em 2017 durante uma entrevista aqui no Cine Set. Para o bem do cinema amazonense, o recesso não durou muito tempo e, pouco mais de três anos depois, ele realiza dois novos projetos: o curta-metragem “O Buraco” e o...