Finalmente, chegou o dia!

Será a noite de consagração de “O Artista”, filme francês, mudo e em preto-e-branco que vem arrebatando prêmios ao redor do planeta?

Ou será o momento de consagrar mais uma vez a genialidade de Martin Scorsese com sua homenagem ao cinema chamada “A Invenção de Hugo Cabret”?

Alguma zebraça de última hora? “Os Descendentes”? Ou talvez “Histórias Cruzadas”?

Dujardin ganha o duelo contra os astros Pitt e Clooney? E Viola Davis? Será que ela vai ousar tirar o prêmio de Meryl Streep?

O Brasil sai com a estatueta de melhor canção com Sérgio Mendes e Carlinhos Brown?

Para tentar servir de guia (ou embaralhar ainda mais as coisas), os seis integrantes do Cine Set fazem aqui suas previsões para a maior festa do cinema mundial, apostando nos vencedores e em quem gostariam que vencessem.

CAIO PIMENTA

Teremos nesta noite um dos Oscars mais interessantes dos últimos anos.

Esta afirmação se deve muito mais a incerteza dos vencedores do que propriamente a qualidade inquestionável dos filmes em disputa.

Claro que o favoritismo está do lado de “O Artista”. Porém, será a Academia de Ciências Cinematográficas de Hollywood capaz de entregar seu principal prêmio a um longa-metragem francês?

Se esse medo se  abater nos votantes da Academia, abrem-se as portas para “Hugo” e “Histórias Cruzadas” (lembrando que este último, foi um sucesso de bilheteria nos EUA, é querido pelo público de lá, foi vencedor do SAG de melhor elenco desbancando “O Artista”, traz uma história de superação – tema adorado por quem vota no Oscar ).

Sinto cheiro de uma repetição de 2006, quando “Crash” tirou o Oscar no último suspiro de “O Segredo de Brokeback Mountain).

Direção, ator e atriz também são imprevisíveis. Hazanavicius x Scorsese. Dujardin x Clooney, Pitt. Viola X Meryl.

O jogo está aberto, prometendo tornar esta cerimônia um pouco mais interessante que a de 2011.

Melhor Filme

Quem deve vencer: “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: “Meia-Noite em Paris” (apesar de achar “A Árvore da Vida” melhor, seria uma ode à inteligência, elemento tão em falta no cinema atual) este filme de Woody Allen vencer

Melhor Direção

Quem deve vencer: Martin Scorsese, por “A Invenção de Hugo Cabret”

Quem gostaria que vencesse: Terrence Malick, por “A Árvore da Vida”

Melhor Ator

Quem deve vencer: Jean Dujardin, por “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: George Clooney, por “Os Descendentes”

Melhor Atriz

Quem deve vencer: Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”

Quem gostaria que vencesse: Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”

Melhor Ator Coadjuvante

Quem deve vencer: Christopher Plummer, por “Toda Forma de Amor”

Quem gostaria que vencesse: Christopher Plummer, por “Toda Forma de Amor”

Melhor Atriz Coadjuvante

Quem deve vencer: Octavia Spencer, por “Histórias Cruzadas”

Quem gostaria que vencesse: Jessica Chaistain, por “A Árvore da Vida” (OI? Ah, ela foi indicada por “Histórias Cruzadas”? Então, deixa para lá…)

Melhor Roteiro Original

Quem deve vencer: “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: “Meia-Noite em Paris”

Melhor Roteiro Adaptado

Quem deve vencer: “Os Descendentes”

Quem gostaria que vencesse: “Os Descendentes”

Melhor Filme Estrangeiro

Quem deve vencer: “A Separação”

Quem gostaria que vencesse: –

Melhor Animação

Quem deve vencer: “Rango”

Quem gostaria que vencesse: ninguém, principalmente após a exclusão de “Rio” e “Tintim” da lista final.

CÉSAR NOGUEIRA

Melhor Filme

Quem deve vencer: “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: “O Artista”

“O Artista” homenageia o cinema mudo. O filme merece ganhar o prêmio porque sua execução é feita com maestria do roteiro à montagem. Vencedor do Globo de Ouro, tudo indica que ele também será consagrado. “Hugo”, de Scorsese, também está no páreo. Mas acredito que suas chances são menores.


Melhor Diretor

Quem deve vencer: Martin Scorsese, por “A Invenção de Hugo Cabret”

Quem gostaria que vencesse: Michel Hazanavicius, por “O Artista”

Hazanavicius acertou nas suas escolhas em “O Artista”. Até detalhes como duração e tipo de planos remetem aos filmes dos anos 1920. Mas penso que Scorsese vai ganhar para compensar o prêmio de melhor filme e, também, para recompensar o seu trabalho em “Hugo”, homenagem sincera à George Méliès, pioneiro do cinema.

Melhor Ator

Quem deve vencer: Jean Dujardin, por “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: Jean Dujardin, por “O Artista”

Dujardin esbanja carisma e transmite as inúmeras nuances de George Valentin, de  “O Artista”. Tem expressão corporal admirável e dança muito bem. Só não se pode falar de sua dicção no filme por motivos óbvios. George Clooney mereceria o Oscar por sustentar grande parte de “Os Descendentes”.

Melhor Atriz

Quem deve vencer: Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”

Quem gostaria que vencesse: Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”

Meryl Streep está na mesma condição de Natalie Portman no ano passado. Ela fez um trabalho estupendo em “A Dama de Ferro”. Seu favoritismo é indiscutível. Rooney Mara fez uma hacker de humor negro que também merece destaque. Mas penso que sua hora de ser premiada vai ser daqui a alguns anos.

Melhor Ator Coadjuvante: abstenho-me

Melhor Atriz Coadjuvante

Quem deve vencer: Octavia Spencer, por “Histórias Cruzadas”

Quem gostaria que vencesse: Shailene Woodley, por “Os Descendentes”

Spencer é mais cotada por conta de sua atuação em “Histórias Cruzadas”. Gostaria que Woodley ganhasse porque sustentou, com Clooney, “Os Descendentes”.

Melhor Roteiro Original

Quem deve vencer: “Meia-Noite em Paris”

Quem gostaria que vencesse:: “O Artista”

Meia-Noite em Paris ganhou o Globo de Ouro. Penso que isso e a importância de Woody Allen contarão muito amanhã. Gostaria que “O Artista” ganhasse por causa da sua simplicidade e do seu compromisso em contar uma ótima história.

Melhor Roteiro Adaptado

Quem deve vencer: “Os Descendentes”

Quem gostaria que vencesse: “Tudo Pelo Poder”

Na minha opinião, os Descendentes vai ganhar esse prêmio para compensar Alexander Payne, que dificilmente ganha a Direção. “Tudo Pelo Poder” mereceria ganhar por conta do seu retrato honesto e longe de maniqueísmos da política.

Melhor Filme Estrangeiro

Quem deve vencer: “A Separação”

Quem gostaria que vencesse: “A Separação”

“A Separação” é uma história contada a partir de versões mal-contadas, distorcidas, de um fato. Ninguém é vilão, ninguém é mocinho, todos têm coerência nos seus atos. É um filme muito superior aos conflitos entre Estados Unidos e Irã, seu país de origem. Premiá-lo é um compromisso com o Cinema.

Melhor Animação

Quem deve vencer: “Rango”

Quem gostaria que vencesse: “As Aventuras de Tintim”

Rango pode ter suas qualidades. Mesmo assim, engrosso o coro de que a ausência do jornalista aventureiro foi uma injustiça da Academia.

DIEGO BAUER

Um filme francês. Mudo. Ser o favorito ao Oscar? Pois é, por incrível que pareça, esse é o cenário do Oscar 2012. É claro que o filme francês é uma homenagem ao cinema americano, e isso, digamos, ameniza a sua situação, mas não deixa de ser surpreendente o cenário montado para a premiação deste domingo.

Acredito que O Artista deva dominar as principais categorias, e sair como o grande vencedor da noite, apesar de Histórias Cruzadas ser bastante popular pelos Estados Unidos, e ter forte apelo para Oscar. Seria bem legal se A Árvore da vida tivesse chances de vencer, mas aí…

Michel Hazanavicius é o favorito ao prêmio de direção, e deve vencer, assim como Jean Dujardin também deve levar por O Artista, embora tenha a forte concorrência de George Clooney e Brad Pitt.

Meryl Streep ou Viola Davis. Difícil. Streep é um monstro, maravilhosa atriz, e está indicada ao prêmio pela décima sétima vez! Mas Davis também é ótima atriz, e tem boas chances. Hummm. Acho que dá Viola Davis.

Nas categorias de atores coadjuvantes, Christopher Plummer e Octavia Spencer só estão esperando o momento da premiação para receber a estatueta. Assim como Ashgar Farhadi, por A Separação na categoria de melhor filme estrangeiro.

Enfim, parece que novamente a cerimônia será previsível, mas, utilizando um belo clichê, tudo pode acontecer até a abertura dos envelopes.

Melhor Filme

Quem deve vencer: “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: “A Árvore da Vida”

Melhor Diretor

Quem deve vencer: Michel Hazanavicius, por “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: Terrence Malick, por “A Árvore da Vida”

Melhor Ator

Quem deve vencer: Jean Dujardin, por “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: –

Melhor Atriz

Quem deve vencer: Viola Davis, por “Histórias Cruzadas”

Quem gostaria que vencesse: –

Melhor Ator Coadjuvante

Quem deve vencer: Christopher Plummer, por “Toda Forma de Amor”

Quem gostaria que vencesse: –

Melhor Atriz Coadjuvante

Quem deve vencer: Octavia Spencer, por “Histórias Cruzadas”

Quem gostaria que vencesse: –

Melhor Roteiro Original

Quem deve vencer: “Meia-Noite em Paris”

Quem gostaria que vencesse: –

Melhor Roteiro Adaptado

Quem deve vencer: “Os Descendentes”

Quem gostaria que vencesse: “Tudo Pelo Poder”

Melhor Filme Estrangeiro:

Quem deve vencer: “A Separação”

Quem gostaria que vencesse: “A Separação”

Melhor Animação:

Quem deve vencer: “Rango”

Quem gostaria que vencesse: “Rango”

EMANUELLE CANAVARRO

Eis um fato: o meu sexto sentido não é apurado para previsões do Oscar. Confesso que, ao longo desses anos, muitas decepções acompanharam minhas suspeitas sobre a corrida pela estatueta mais cobiçada do universo cinematográfico. Dúvidas, conspirações e revoltas acontecem em todas as edições, como se fizessem parte de uma irremediável lei da física. Hipóteses de suborno entre os votantes também são frequentes.

Tudo para explicar os motivos escusos que levam um filme, que não despertou o entusiasmo do público e ainda por cima recebeu uma avalanche de críticas negativas da imprensa especializada, a ganhar indicação ou dar um tão importante passo rumo à premiação.

“O Espião que Sabia Demais” e “Os Homens que Não Amavam as Mulheres”, por exemplo, ficaram de fora – o que é uma pena! Mais ainda, por terem cedido lugar à adaptação “Tão Forte e Tão Perto”, o que comprova o caso de amor que a Academia tem com Stephen Daldry.

Ou seria porque ele simplesmente aprendeu a desenvolver suas produções sob os moldes do Oscar? Uma suposição plausível – afinal, é fácil perceber que histórias dramáticas, baseadas em memórias verossímeis, cheias de perseverança, superação de barreiras e aliadas a boas performances, figuram entre os ingredientes da fórmula que rende indicações e prêmios.

Gostaria de ter assistido a todos os filmes, mas infelizmente a maioria sequer chegou ao Brasil. Abaixo, os meus palpites.

Melhor Filme

Quem deve vencer: “A Invenção de Hugo Cabret”

Quem gostaria que vencesse: “A Árvore da Vida”

Melhor Diretor

Quem deve vencer: Michel Hazanavicius, por “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: Terrence Malick, por “A Árvore da Vida”

Melhor Ator

Quem deve vencer: George Clooney, por “Os Descendentes”

Quem gostaria que vencesse: Gary Oldman, por “O Espião que Sabia Demais”

Melhor Atriz

Quem deve vencer: Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”

Quem gostaria que vencesse: Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”

Melhor Ator Coadjuvante

Quem deve vencer: Max von Sydow, por “Tão Perto e Tão Forte”

Quem gostaria que vencesse: Jonah Hill, por “O Homem que Mudou o Jogo”

Melhor Atriz Coadjuvante

Quem deve vencer: Octavia Spencer, por “Histórias Cruzadas”

Quem gostaria que vencesse: Octavia Spencer, por “Histórias Cruzadas”

Melhor Roteiro Original

Quem deve vencer: “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: “Meia-Noite em Paris”

Melhor Roteiro Adaptado

Quem deve vencer: “O Espião que Sabia Demais”

Quem gostaria que vencesse: “O Homem que Mudou o Jogo”

Melhor Filme Estrangeiro

Quem deve vencer: “A Separação”

Quem gostaria que vencesse: “A Separação”

Melhor Animação

Quem deve vencer: “Rango”

Quem gostaria que vencesse: “Rango”

JÉSSICA SANTOS

Acredito que “O Artista” leva o principal prêmio da noite, por já ter ganhado os principais do cinema este ano. O melhor filme é, quase sempre, dirigido pelo melhor diretor. Assim, acredito que Michel Hazanavicius levará o prêmio, até porque seu principal concorrente, Martin Scorsese, ganhou há não muito tempo, com “Infiltrados”, e é difícil que ganhe de novo agora, apesar de merecer.

A briga pela maioria dos prêmios será entre “O Artista” e “A invenção de Hugo Cabret” mesmo. Apesar disso, estou quase certa de que os vencedores de melhor ator, atriz, e coadjuvantes, saírão de outros filmes.

“Hugo” provavelmente levará muitos prêmios técnicos; e também vale destacar a possibilidade de “Rio” vencer na categoria “Canção original”, e vamos torcer, mas “Os muppets” é favorito.

Melhor filme

Quem deve vencer: “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: “A Invenção de Hugo Cabret”

Melhor Direção

Quem deve vencer: Michel Hazanavicius, por “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: Martin Scorsese, por “A Invenção de Hugo Cabret”

Melhor Ator

Quem deve vencer: George Clooney, por “Os Descendentes”

Quem gostaria que vencesse: Gary Oldman, por “O Espião que Sabia Demais”

Melhor Atriz

Quem deve vencer: Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”

Quem gostaria que vencesse: Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”

Melhor Ator Coadjuvante

Quem deve vencer: Christopher Plummer, por “Toda Forma de Amor”

Quem gostaria que vencesse: Christopher Plummer, por “Toda Forma de Amor”

Melhor Atriz Coadjuvante

Quem deve vencer: Octavia Spencer, por “Histórias Cruzadas”

Quem gostaria que vencesse: Jessica Chastain, por “Histórias Cruzadas”

Melhor Roteiro Original

Quem deve vencer: “Meia-Noite em Paris”

Quem gostaria que vencesse: “A Separação”

Melhor Roteiro adaptado

Quem deve vencer: “Os Descendentes”

Quem gostaria que vencesse: “A Invenção de Hugo Cabret”

Melhor Filme Estrangeiro:

Quem deve vencer: “A Separação”

Quem gostaria que vencesse: “A Separação”

Melhor Animação:

Quem deve vencer: “Rango”

Quem gostaria que vencesse: “Rango”

RENILDO RODRIGUES

O Oscar 2012 chega, mais uma vez, com a difícil missão de conciliar prestígio e popularidade, dois departamentos em que vem perdendo terreno. Não apenas pelo distanciamento do público em relação aos indicados (todo o burburinho em torno de A Árvore da Vida não o livrou de uma bilheteria pífia), mas também pela desconfiança, sempre presente, acerca dos critérios usados pela Academia – desta vez, não tivemos nenhum filme sobre a 2ª Guerra, mas o 11 de setembro e seus traumas retornam no superestimado Tão Forte e Tão Perto.

O anúncio de Billy Crystal como apresentador (pela NONA vez) desaponta aqueles que ansiavam por Eddie Murphy na função, e joga pra escanteio, mais uma vez, os planos de renovação da cerimônia.

Entre os indicados, algumas injustiças, inevitáveis (como deixar de lado o desempenho de Ryan Gosling em Tudo pelo Poder), mas um saldo final melhor que o do ano passado, que teve de se contentar com filmes bons, mas nem tanto, a exemplo de O Discurso do Rei e Cisne Negro. Já entre as surpresas, destacam-se as indicações do mudo (e em preto-e-branco!) O Artista e do denso e filosófico A Árvore da Vida, além do retorno do veterano Woody Allen aos prêmios principais (Melhor Filme e Diretor pela comédia Meia-Noite em Paris).

Melhor Filme

Quem deve vencer: “O Artista”

Quem gostaria que vencesse: “A Invenção de Hugo Cabret”

(Apesar do meu fraco por Woody Allen, Hugo realmente está com tudo, batendo fácil Meia-Noite em Paris, mas tropeçando diante do brilhante O Artista).

Melhor Diretor

Quem deve vencer: Martin Scorsese, por “A Invenção de Hugo Cabret”

Quem gostaria que vencesse: Martin Scorsese, por “A Invenção de Hugo Cabret”

Melhor Ator

Quem deve vencer: Gary Oldman, por “O Espião que Sabia Demais”

Quem gostaria que vencesse: Gary Oldman, por “O Espião que Sabia Demais” (mais em reconhecimento ao grande ator do que pela performance em “O Espião que Sabia Demais“).

Melhor Atriz

Quem deve vencer: Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”

Quem gostaria que vencesse: Meryl Streep, por “A Dama de Ferro”

Barbada!

Melhor Ator Coadjuvante

Quem deve vencer: Nick Nolte, por “Guerreiro”

Quem gostaria que vencesse: Nick Nolte, por “Guerreiro”

Melhor Atriz Coadjuvante

Quem deve vencer: Octavia Spencer, por “Histórias Cruzadas”

Quem gostaria que vencesse: Octavia Spencer, por “Histórias Cruzadas”

Melhor Roteiro Original

Quem deve vencer: “Meia-Noite em Paris”

Quem gostaria que vencesse: “Meia-Noite em Paris”

Melhor Roteiro Adaptado

Quem deve vencer: “A Invenção de Hugo Cabret”

Quem gostaria que vencesse: “A Invenção de Hugo Cabret”

Melhor Filme Estrangeiro

Quem deve vencer: “A Separação”

Quem gostaria que vencesse:  –

Melhor Animação

Quem deve vencer: “Rango”

Quem gostaria que vencesse: –