O retorno dos cinemas dos shoppings de Manaus continua nesta próxima quinta-feira, 20 de agosto, com a reabertura do Kinoplex do Amazonas Shopping. A rede conta com a parceria do movimento “Juntos Pelo Cinema” e promete trazer para a cidade o polêmico festival “De Volta Para o Cinema”, organizado pelo crítico Érico Borgo (ex-Omelete) e alvo de inúmeras críticas nas redes sociais. Na capital amazonense, os cinemas estão autorizados a funcionar desde 1º de agosto.

De acordo com comunicado da Kinoplex, as cinco salas do complexo irão obedecer o decreto estadual e vão funcionar com apenas 50% da capacidade, obedecendo uma distância mínima de 1,5 metro entre as pessoas, no entanto, espectadores que têm convívio diário, como casais e famílias, por exemplo, poderão sentar juntos. O espaçamento entre clientes nas filas estará sinalizado para manter o distanciamento seguro e os clientes serão orientados a higienizar suas mãos antes e depois de utilizar qualquer equipamento. Telas touch screen, corrimãos, poltronas e demais superfícies de contato serão frequentemente higienizadas com álcool em gel 70%, que também estará disponível para o público em todo o saguão do cinema.

O uso de máscara será obrigatório em todos os ambientes, segundo a Kinoplex, tanto para espectadores quanto funcionários. O consumo de alimentos e bebidas será permitido exclusivamente quando o espectador estiver sentado em seu lugar marcado, dentro da sala de exibição, único momento em que a máscara poderá ser retirada. Não será permitido qualquer consumo no foyer, ou em qualquer outra área do cinema. “Para efetuar a compra de ingressos e itens da bomboniere, o Kinoplex recomenda que a operação seja realizada pela internet, mas totens de autoatendimento também estarão disponíveis para venda desses produtos e serão higienizados de forma recorrente”, informa a rede.

A POLÊMICA SOBRE O FESTIVAL ‘DE VOLTA PARA O CINEMA’

Anunciado na última terça-feira (18) como o ‘maior Festival já realizado no Brasil em número de salas’, ‘De Volta Para o Cinema’ foi idealizado por Érico Borgo com apoio de estúdios, exibidores, produtores e mira em uma programação composta de grandes sucessos de bilheteria para trazer o público de volta para as salas de exibição. O projeto inicia as exibições a partir de 3 de setembro nos complexos que estiveram abertos pelo Brasil, entre eles, o Kinoplex do Amazonas Shopping. Os ingressos para salas convencionais terão preços fixos de R$ 10 e R$ 20 para as VIPS.

No Twitter, Borgo defendeu a proposta em uma série de mensagens. “É o momento mais difícil das vidas de muitos de nós, sem dúvida. Mas, da mesma forma, como há tantos estabelecimentos fechados reabrindo com cuidado, carinho, limpeza e novos protocolos, está chegando a hora do cinema. Estou com a consciência tranquila com o trabalho no Festival #DeVoltaParaoCinema. É a indústria que me apoiou em tudo o que fiz na vida. Cedi cinco meses de trabalho voluntário (sim, é um movimento em que ninguém foi remunerado) para ajudar especialmente os pequenos e médios exibidores, às portas da falência. Não estou aqui pra convencer ninguém a ir ao cinema quando reabrirem, mas é fato que vão reabrir quando os governos derem o OK. As salas desde sempre estiveram na fase final de reabertura. Foram as primeiras a fechar e serão as últimas a reabrir. Centenas de profissionais e empresas se uniram nesse momento e fizemos questão de ajudar para que tivessem a melhor chance possível, para que sigam existindo e inspirando”, disse.

Porém, a proposta de realizar um festival nas salas de cinemas em plena pandemia – somente na terça-feira (18), o Brasil registrou a morte de 1.352 pessoas – foi rechaçada por muitos críticos e pelo público em geral nas redes sociais. Além disso, a seleção de 26 filmes com apenas cinco nacionais (“Fala Sério, Mãe”, “Minha Mãe é uma Peça”, Turma da Mônica – Laços, O Palhaço” e “Até que a Sorte nos Separe“.

RETORNO DOS CINEMAS EM MANAUS

Os cinemas de Manaus estão autorizados pelo governo do Amazonas a retomarem as atividades desde o dia 1º de agosto. A decisão chegou a ser alterada por duas vezes pela gestão Wilson Lima. 

Anunciada no dia 27 de maio, a primeira data estabelecida pelo governo Wilson Lima para o retorno dos cinemas de Manaus foi o dia 6 de julho. Porém, na véspera da abertura, o decreto acabou sendo alterado e mudou para o distante 1º de setembro. Segundo o governo, a autorização para o funcionamento dos estabelecimentos, conforme o cronograma, poderá ser revista, a qualquer tempo, com base nos indicadores técnicos, relativos ao tema, tais como, a disponibilidade de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e clínicos, a taxa de transmissão do vírus, a ocorrência de novos casos e demais dados epidemiológicos ou, ainda, em caso de descumprimento das medidas e condições estabelecidas nas normas aplicáveis. 

O Casarão de Ideias, localizado no Centro da cidade, foi o primeiro a ser reaberto: a retomada aconteceu no dia 23 de julho e, segundo o proprietário João Fernandes, foi possível graças a uma liberação feita pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas. Já no dia 13 de agosto, o Playarte do Manauara Shopping reabriu 5 das 10 salas, trazendo uma programação composta por filmes exibidos antes da paralisação provocada pela pandemia.    

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 3: Filmes e Diretorxs Premiados

Caio Pimenta apresenta 10 diretorxs de destaque da produção local de filmes com passagens premiadas em festivais nacionais e internacionais.  https://www.youtube.com/watch?v=xFZv1ju6HpY SÉRGIO ANDRADE Sérgio Andrade começou a carreira com curtas-metragens premiados no...

Nomeações de Reizo, Carlos Portta e Elias Emanuel na Manauscult provocam reação da classe artística

Não bastasse toda a devastadora segunda onda da COVID-19 em Manaus, a classe artística da cidade ainda precisou lidar com uma notícia preocupante nesta quinta-feira (20). O Diário Oficial do Município confirmou a nomeação de conhecidos nomes ligados à política...

Novo curta de Thiago Morais mostra o impacto da pandemia em família ribeirinha

Responsável pelos populares cursos de cinema do Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas, Thiago Morais viu o curta “A Estranha Velha que Enforcava Cachorros”, produzido como trabalho de conclusão de curso em audiovisual na Universidade do Estado do...

‘Os Traços Urbanos da Floresta’ estreia trazendo a história do graffiti em Manaus

Com depoimentos dos principais nomes do graffiti de Manaus, o documentário manauara "Os Traços Urbanos da Floresta" já está disponível no YouTube. A produção conta com entrevistas de artistas como Débora Erê, Lore Paes, Gaby, Zet, Paradise, Zet, Arab, Liu, Olhinho,...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 2: De Silvino Santos a ‘O Barco e o Rio’

Caio Pimenta fala sobre os dois primeiros ciclos e porque é possível afirmar que estamos na terceira fase da produção do Amazonas. https://www.youtube.com/watch?v=axvIfHOQ-kE O saudoso professor da Universidade Federal do Amazonas, Narciso Lobo, no livro “A Tônica da...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 1: Apresentação

Sejam bem-vindos à websérie “Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense”. https://www.youtube.com/watch?v=n2TLnLspBXA Este é o novo projeto do Cine Set e foi contemplado no Prêmio Feliciano Lana, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa com recursos...

Com influência de ‘Oliver Twist’, Augustto Gomes prepara roteiro de longa

Augustto Gomes conseguiu circular festivais do Brasil afora com “Zana - O Filho da Mata”: a aventura infantil chegou a vencer 12 prêmios. Agora, o diretor retorna a esse universo com “Não me Deixe Dormir”, roteiro de longa-metragem em desenvolvimento contemplado...

Série amazonense em desenvolvimento aborda amores em ‘tempos líquidos’

O cenário contemporâneo de uma Manaus urbana e conectada é o pano de fundo para esta série que narra as desventuras compartilhadas por um grupo de amigos de trinta de tantos anos. É protagonizada por Letícia, uma mulher solteira  com conflitos de relacionamento, uma...

Websérie do Cine Set destaca filmes e diretores do atual cinema amazonense

Os avanços do audiovisual do Amazonas neste século com filmes premiados em festivais ao redor do planeta e o surgimento de eventos em larga escala como o Amazonas Film Festival, Matapi e Olhar do Norte serão o foco da websérie “Terceiro Ciclo do Cinema Amazonas”. O...

Cinemas de Manaus registram queda de 75,4% nas bilheterias em 2020

A crise provocada pela pandemia da COVID-19 levou os cinemas de Manaus aos piores números em anos. Fechadas por mais de cinco meses entre março a agosto, as salas tiveram reduções no faturamento total, do público e dos filmes exibidos, segundo dados do Observatório...