Da iniciativa de inclusão de gênero e racial até a alteração na data da cerimônia do Oscar de 2021, Caio Pimenta analisa o melhor e o pior das mudanças feitas pela Academia.

MUDANÇA DA CERIMÔNIA 

A cerimônia do Oscar só foi adiada em três ocasiões:  em 1938 pela inundação de Los Angeles; em 1968 pelo assassinato de Martin Luther King, e em 1981 com a tentativa de assassinato do então presidente Ronald Reagan. 

Como adiantado aqui no canal, o Oscar mudou de data. Saiu do dia 28 de fevereiro para o dia 25 de abril de 2021. Por conta de todo o caos da pandemia da COVID-19, essa alteração levou dois motivos em conta: primeiro, a finalização de muitos filmes que podem concorrer ao prêmio que ainda precisam passar pelo desfecho da pós-produção; o segundo é uma janela de exibição nos cinemas um pouco mais para que rendam maior bilheteria. 

Essa mudança altera também o período de elegibilidade dos candidatos ao Oscar: poderão concorrer produções lançadas entre 1o de janeiro de 2020 a 28 de fevereiro de 2021. Isso ajuda os estúdios, claro, para dar maior tempo, porém, corre o risco de muitos bons filmes lançados neste primeiro semestre serem esquecidos.  Como, por exemplo, “Destacamento Blood, o novo filme do Spike Lee, e “A Assistente”, com um ótimo desempenho da Julia Garner. 

Algo interessante vai ser o Festival de Berlim 2021: afinal de contas, sem Cannes e um Festival de Veneza provavelmente esvaziado, o evento alemão pode acabar sendo o grande evento de cinema escolhido por Hollywood para o lançamento de possíveis candidatos ao Oscar. 

10 INDICADOS EM MELHOR FILME 

Uma mudança importante prevista para começar a valer no Oscar 2022 é que a categoria de Melhor Filme terá 10 indicados obrigatoriamente. Vale lembrar que até 2009 eram apenas cinco indicados. Esse número aumentou para o dobro no ano seguinte e ficou aberto para entre 5 e 10 a partir de 2012. 

Particularmente, eu sou contrário a essa medida. Entendo que é uma busca da Academia em tentar maior diversidade entre os indicados com mais filmes dirigidos por mulheres ou estrelados por negros na disputa. Porém, eu temo demais que o nível caia da disputa. 

Em 2010, por exemplo, quando eram obrigatórios 10 indicados, vimos entre os finalistas o fraquinho “Um Sonho Possível”, o apenas correto “Educação” e “Distrito 9”. Já em 2011, a gente teve uma lista melhor, porém, ainda assim dava para dispensar “Inverno da Alma” e “127 Horas”. 

Nem todo ano vai funcionar essa ideia e vou demonstrar isso de forma mais clara no vídeo da próxima segunda-feira.  

A HORA DA INCLUSÃO? 

Para mim, a mais importante mudança no Oscar deve ser anunciada no próximo de 31 de julho. A Academia confirmou que está estudando formas de estimular a representatividade e participação de negros em produções que buscam disputar o prêmio. Essa medida não vale para o Oscar 2021. 

A Academia vem sendo assombrada ao longo dos últimos anos pela questão da representatividade negra na premiação. A hashtag #OscarSoWhite foi importante para dar visibilidade a um problema histórico que voltou a acontecer em 2015 e 2016 quando nenhum ator, atriz ou diretor negro foi indicado ao Oscar.  

Houve tentativas de mudar isso capitaneadas, principalmente, pela Cheryl Boone Isaacs, uma mulher negra que comandou a entidade durante quatro anos. Entre as medidas foi o aumento do número de membros, trazendo para a Academia mais negros, mulheres, latinos, europeus, asiáticos. Ainda assim, apenas 32% dos integrantes dela são mulheres e 16% não são brancos. E o #OscarSoWhite neste ano, com a indicação solitária da Cynthia Erivo, de “Harriet”, entre os intérpretes negros. 

Caso se confirme uma possível exigência da Academia, ela mexe na estrutura, na base da indústria. O Oscar é apenas um reflexo de Hollywood; se a indústria é machista e permite pouco espaço as minorias, fatalmente, a premiação vai demonstrar o mesmo. Agora, com a Academia cobrando uma postura mais inclusiva, ela encara o problema de frente como se espera de uma entidade tão prestigiada com potencial para mudar verdadeiramente os rumos do cinema. 

Além disso, a Academia vai promover um painel comandado pela Whoopi Goldberg para debater justamente a questão racial nos cinemas. 

UNIFICAÇÃO DAS CATEGORIAS DE SOM 

Atendendo a um pedido dos próprios profissionais da área, as categorias de som serão unificadas. Então, esqueça todos aqueles tutoriais sobre o que é mixagem e o que edição de som.

A partir de agora, é uma só categoria e eu aprovo. Acho que é algo mais simples, de entendimento fácil para todo mundo e você premia o conjunto de profissionais da área.

Ninguém sai perdendo com isso. 

GOVERNORS AWARDS 

Por fim, a festa do Governors Awards não será realizada neste ano. Ela tradicionalmente acontece entre outubro e novembro, concedendo homenagens a grandes nomes da indústria. São Oscars honorários, humanitários e o Irving Thalberg.  

Também tem servido para a Academia reconhecer gênios que nunca conseguiram vencer o Oscar normal. O David Lynch ganhou em 2019 e, no anterior, foi a vez da Agnes Varda. 

Oscar: 10 Atuações Internacionais que Mereciam Indicações

Em 1960, Sophia Loren foi a pioneira a ganhar o Oscar por uma atuação em um filme de língua não-inglesa com “Duas Mulheres”. Astros como Marcello Mastroianni, Liv Ulmann, Valentina Cortese, Isabelle Adjani, Gerard Depardieu, Roberto Benigni, Javier Bardem, Penélope...

Oscar: TOP 10 Indicações Improváveis de 2000-2021

Caio Pimenta apresenta uma lista com as indicações mais improváveis nas categorias de atuação do Oscar entre 2000 a 2021.  https://www.youtube.com/watch?v=RbqTgQVZch0 10. MARINA DE TAVIRA, por "ROMA"  Depois de levar o Leão de Ouro do Festival de Veneza e chegar com o...

Festival de Cannes: Quem Sai Forte para o Oscar 2022?

Caio Pimenta apresenta quais produções saíram fortes do Festival de Cannes deste ano para a disputa do Oscar 2022. https://www.youtube.com/watch?v=RIdRxxmSWrA MELHOR FILME https://www.youtube.com/watch?v=ZMgvkuhVWfc Maior evento do cinema europeu, o Festival de Cannes...

Oscar Bait: os 10 Maiores casos dos últimos anos

De Glenn Close a “Nasce uma Estrela”, Caio Pimenta analisa quais os 10 maiores Oscar bait dos últimos anos.  https://www.youtube.com/watch?v=ypWD-gfjnMY 10. JENNIFER LAWRENCE, por “JOY” Teve uma época em que bastava a Jennifer Lawrence lançar um filme e o Oscar a...

Oscar: 10 Filmes que não deram sorte na Premiação

Grandes clássicos do cinema não deram sorte no Oscar seja por concorrer contra um mega favorito ou estar no meio de uma disputa entre dois candidatos fortes. Neste vídeo, Caio Pimenta traz 10 filmes que passaram por essa situação....

Oscar: O Épico Duelo Sean Penn x Mickey Rourke

Dois galãs surgidos nos anos 1980, Sean Penn e Mickey Rourke tiveram trajetórias bem diferentes ao longo da carreira, mas, se encontraram para uma disputa acirrada no Oscar 2009 de Melhor Ator. Com direito até tretas, Caio Pimenta traz como foi essa disputa e se o...

Oscar: TOP 10 Atuações Esnobadas entre 2011 a 2021

De Greta Gerwig a Leonardo DiCaprio, Caio Pimenta apresenta 10 grandes atuações esnobadas de indicações no Oscar entre 2011 e 2021. https://www.youtube.com/watch?v=AW1s2P7Hlwk 10. ROBERT DE NIRO, por "O IRLANDÊS"  “O Irlandês” foi perdendo força ao longo da temporada...

Oscar: Os Melhores Duelos Dos Últimos 30 Anos

Há anos em que um filme sobra no Oscar: ocorreu com “O Silêncio dos Inocentes”, “A Lista de Schindler” e “Titanic”. Porém, há outras temporadas em que dois ou três filmes brigam pesado pela estatueta.   Caio Pimenta apresenta as 10 melhores disputas desde a década de...

Oscar: TOP 10 Atuações Indicadas que Nunca Venceriam

Sabe aqueles trabalhos muitos bons de atores consagrados indicados ao Oscar, mas, que, na hora da festa, a gente sabe que não vão levar o prêmio? Separei 10 casos dos últimos 20 anos neste novo vídeo do Cine Set.  https://www.youtube.com/watch?v=OES9Pp4j7Rs ELLEN...

Oscar: A Virada histórica de ‘Menina de Ouro’ sobre ‘O Aviador’

O Oscar 2005 entrou para a história como uma das disputas mais acirradas. O resultado foi a vitória de “Menina de Ouro” em Melhor Filme e Direção com Clint Eastwood. Agora, como isso aconteceu? E foi um resultado justo ou não?...