O filme “Segredos do Putumayo“, dirigido pelo amazonense Aurélio Michiles, é um dos destaques do festival irlandês Galway Film Fleadh que acontece entre os dias 20 e 25 de julho. Ainda inédito nos cinemas brasileiros, conta com a distribuição global da O2 Play.

O documentário retrata a investigação feita pelo irlandês Roger Casement, então Cônsul Britânico no Brasil, sobre os assassinatos de 30 mil índios mantidos em regime de escravidão para coletar toneladas de borracha. No filme, a voz de Casement é interpretada pelo astro Stephen Rea, indicado ao Oscar de Melhor Ator em 1993 (e conhecido pelo público nos sucessos “V de Vingança”, “Entrevista com o Vampiro” e “Traídos pelo Desejo”).

Aurélio Michiles já dirigiu filmes sobre Silvino Santos e Cosme Alves Neto.

O filme teve locações na Colômbia, nos arredores de Tabatinga e Manaus entre os meses de abril e maio de 2019. Foram colhidos depoimentos de indígenas Bora, Uitoto e Okaina e Muinane, que perderam no início do século XX, 30 mil dos seus ancestrais.

“Segredos do Putumayo” também apresenta depoimentos do historiador Angus Mitchell que publicou em 1997 o inédito “Diário da Amazônia” escrito por Roger Casement durante seu inquérito no Putumayo, e do escritor amazonense Milton Hatoum.

A equipe da O2 Play vai apresentar “Segredos do Putumayo” para compradores internacionais no Marché du film de Cannes, que acontece até o próximo dia 15 de julho em formato virtual e em conjunto ao Festival de Cinema de Cannes, um dos mais importantes do mundo. Participam das negociações o diretor da O2 Play, Igor Kupstas e Lidia Damatto, responsável pelo departamento internacional de vendas da distribuidora. O documentário de Aurélio Michiles tem sido elogiado por cineastas como Walter Salles e Fernando Meirelles.

com informações de assessoria

CRÍTICA | ‘Retrato de um Certo Oriente’: o sedutor e o aterrorizante de um Brasil pouco explorado

O preto e branco da fotografia exuberante de Pierre de Kerchove é sem a menor dúvida o elemento de destaque da adaptação de Marcelo Gomes do livro de Milton Hatoum. "Relato de um certo oriente". Que aqui troca uma palavra pela outra. Vira retrato. O que faz toda a...

CRÍTICA | ‘O Cara da Piscina’: Chris Pine testa limite do carisma em comédia de piada única

Os sinais começam logo cedo: após a ensolarada sequência de créditos iniciais em tons pastéis de “O Cara da Piscina”, há uma cena em que Darren (Pine) e Susan (Jason Leigh) conversam na cama. Já vimos essa cena antes em um número incontável de filmes: deitados lado a...

CRÍTICA | ‘Motel Destino’: traumas e hipocrisia em exposição dentro de labirinto neon

Heraldo tem um alvo no peito. Ninguém sabe mais disso do que ele, que inclusive verbaliza essa angústia permanente em dado momento de “Motel Destino”. Diretor de filmes de estradas e de aeroportos, Karim Aïnouz traz em seu novo trabalho uma fuga que talvez seja mais...

CRÍTICA | ‘Grande Sertão’: o match errado de Guimarães Rosa e o favela movie

Não é pequeno o feito de Guel Arraes em “Grande Sertão”. Ele tomou como matéria-prima um dos maiores feitos artísticos da história da humanidade, a obra-prima de Guimarães Rosa, e realizou um filme que vai do irritante ao lugar-comum numa velocidade impressionante.  O...

CRÍTICA | ‘Reality’: drama político medíocre e em cima do muro

Sydney Sweeney mal tem tempo para estacionar e logo é saudada por dois oficiais do FBI. Logicamente, não se trata de Sydney Sweeney, a atriz, mas da personagem aqui encarnada pela intérprete, uma jovem ex-oficial com o pitoresco nome de Reality Winner. Os agentes têm...

Crítica | ‘Uma Ideia de Você’: comédia romântica ressentida de brilho próprio

Recentemente minha turma de Teoria da Literatura discutiu a possibilidade de considerarmos fanfics um gênero literário. O curioso é como o dispositivo tem servindo como base para muitas produções cinematográficas, sendo a mais recente dela “Uma ideia de você”, comédia...

Crítica | ‘Os Estranhos – Capítulo 1’: terror picareta da pior espécie

Os Estranhos, do diretor Bryan Bertino, lançado em 2008, não é nenhum clássico do terror, mas é um filme que faz razoavelmente bem aquilo que se propõe: contar uma história assustadora com poucos personagens e cenários, investindo em um clima de tensão pela...

Crítica | ‘Copa 71: A História que não foi Contada’: documentário abaixo da grandeza do evento

Com a narração da tenista norte-americana Serena Williams, “Copa 71: A História que não foi Contada” apresenta cronologicamente a história da primeira grande competição mundial de futebol feminino, realizada no México. Embora não tenha sido o pioneiro, o torneio foi o...

Crítica | ‘Às Vezes Quero Sumir’: estética deprê-chic em filme simpático

O título de “Às Vezes Quero Sumir” em inglês é mais cáustico: “Às Vezes Penso em Morrer” em tradução aproximada. Mas um título tão direto raramente vem acompanhado de um soco no estômago genuíno – é mais o caso de trazer à tona um distanciamento irônico que torne a...

Crítica | ‘Furiosa: Uma Saga Mad Max’: a espetacular construção de uma lenda

Que curiosa carreira tem George Miller: o australiano era médico, depois migrou para o cinema fazendo curtas na incipiente indústria de cinema do país e há 45 anos lançou Mad Max (1979), um filme de ação e vingança de baixo orçamento marcando a estreia em longas. A...