De “The Eyes of Tammy Faye” a “Medusa”, Caio Pimenta apresenta mais possibilidades de filmes para disputar o Oscar 2022. 

THE EYES OF TAMMY FAYE 

Tenho falado bastante de Oscar bait nos últimos tempos aqui no canal e, em 2022, “The Eyes of Tammy Faye” é um grande candidato da temporada a este título. 

Afinal, a Jessica Chastain já namora a estatueta há um bom tempo e pode chegar nela com a transformação visual impressionante no longa dirigido por Michael Showalter.

Ao lado do Andrew Garfield, ela interpreta a responsável pela maior rede de radiodifusão religiosa e parque temático do mundo envolvida em graves escândalos. 

MONA LISA AND THE BLOOD MOON 

Na disputa pelo Leão de Ouro do Festival de Veneza 2021, “Mona Lisa And the Blood Moon” é o novo filme da Ana Lily Amirpour.  

A diretora de “Garota Sombria Caminha Pela Noite” apresenta uma garota com habilidades excepcionais escapando de instituição mental e caindo na região de Nova Orleans. 

O elenco traz como protagonista a sul-coreana Jeon Jong-seo ao lado da Kate Hudson e do Craig Robinson. 

THE LOST DAUGHTER 

A Maggie Gyllenhaal vai tentar seguir os passos da Greta Gerwig para chegar ao Oscar. A atriz se aventura na direção com “The Lost Daughter”, filme que também disputa o Leão de Ouro. 

A história apresenta uma professora universitária que se encanta por uma moça mais jovem e a filha dela. Neste processo, ela recorda dos sonhos, das memórias dela assim como encara, finalmente, um trauma do passado. 

Olivia Colman, Dakota Johnson, Paul Mescal e a Jessie Buckley são as protagonistas da adaptação do livro da Elena Ferrante.

Se mandar bem lá em Veneza, pode chegar forte no Oscar. 

CRUELLA  

Calma: não espere “Cruella” entre os indicados nas categorias principais. A briga do filme nas áreas técnicas. 

A superprodução disponível no Disney+ tem tudo para figurar em Melhor Figurino e Maquiagem e Penteado. As chances já reduzem sensivelmente em Design de Produção.

Emma Stone em Melhor Atriz é um sonho bem distante. 

THE STARLING 

Comprado por US$ 20 milhões, “The Starling” deve ser uma das apostas da Netflix para a temporada de premiações. 

Dirigido pelo Theodore Melfi, de “Estrelas Além do Tempo”, o filme mostra um casal que tenta superar a perda da família. Nisso, um pássaro encontra abrigo perto da casa deles e a esposa vai tentar expulsar o bicho de qualquer maneira. Essa atitude irá mudar a perspectiva dela. 

Novamente se aventurando pelo drama depois de “Poderia Me Perdoar?”, a Melissa McCarthy é a protagonista de “The Starling” que ainda conta com o Kevin Kline e o Timothy Olyphant no elenco. 

RED, WHITE AND WATER 

Jennifer Lawrence. Esse é um nome que liga o radar da Academia. Ganhadora de um Oscar e indicada outras três vezes, a estrela pode reaparecer na festa com “Red, White and Water”. 

O longa traz a Lawrence interpretando uma soldada voltando para os EUA após sofrer lesões graves durante a Guerra do Afeganistão. Ela terá que reaprender a viver com as limitações. É um prato cheio para chegar ao Oscar em Melhor Atriz. 

“Red, White and Water” é dirigido pela novata Lila Neugebauer. 

THE GREEN KNIGHT 

Lançado nos EUA cercado de elogios, “The Green Knight” pode ser uma aposta mais ousada da A24 para o Oscar. 

Comandando pelo David Lowery, a produção traz o Dev Patel interpretando um sujeito que parte, pela segunda vez, para desafiar o Cavaleiro Verde, criatura que testa o valor dos homens. Joel Edgerton e a Alicia Vinkander também estão no elenco. 

Questão é saber se “The Green Knight” consegue dividir o espaço de filmes de fantasia com “Duna”, a superprodução no Oscar. Seria incrível, mas, para o estilo da Academia, acho que só tem vaga para um dos dois e nisso o Denis Villeneuve tem a preferência. 

SWAN SONG 

Produção da Apple TV, “Swan Song” traz um elenco forte para a disputa do Oscar. Tem o duas vezes premiado Mahershala Ali, Naomi Harris e a Awkwafina.  

A ficção científica se passa em um futuro não tão distante e mostra até que ponto as pessoas irão para tornar feliz a vida daqueles que amam.  

A direção fica por conta do Benjamin Cleary, do ganhador do curta de melhor ficção “Stutterer”. 

VAL 

Estrela de “O Santo” e “Batman Eternamente”, o Val Kilmer ganhou um documentário que conquistou a crítica no Festival de Cannes deste ano. 

O projeto adquirido pela Amazon Studios mostra a história do ator através de vídeos gravados por ele mesmo ao longo de 40 anos.

Nisso, vemos desde a infância de Val Kilmer até o período de grandes sucessos da carreira dele. Tudo com muito intimismo como raramente ser ver de uma estrela de Hollywood. 

MEDUSA 

Para fechar, temos Brasil: a Anita Rocha da Silveira pode chegar ao Oscar com “Medusa”. 

Com toques de terror, o filme aborda a pressão da sociedade sobre as mulheres no intuito delas serem perfeitas a partir de Mariana, uma jovem que tenta ter controle de tudo, mas, acaba sendo sufocada por esta situação.  

“Medusa” foi elogiado ao ser exibido no Festival de Cannes e já tem exibição garantida em Toronto. Vale ficar de olho. 

Oscar 2025: Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 3

De "Coringa: Delírio a Dois" a "Deadpool & Wolverine", Caio Pimenta traz a terceira parte de possíveis candidatos ao Oscar 2025. https://youtu.be/n-5WHISgSCg MELHOR ANIMAÇÃO Mais de duas décadas depois da consagração da trilogia do Peter Jackson, “O Senhor dos...

Oscar Anos 2020: TOP 5 Melhor Ator e Ator Coadjuvante

Hora de continuar o ranking das atuações premiadas no Oscar em Melhor Ator e Ator Coadjuvante nos anos 2000. Apesar de dois desempenhos monstruosos na categoria principal, a média dos ganhadores de papéis secundários foi acima da média.  Conheça os meus favoritos em...

Oscar 2025: Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 2

De "Rivais" com Zendaya a "Blitz" com Saoirse Ronan, Caio Pimenta traz a segunda parte de possíveis candidatos ao Oscar 2025. https://youtu.be/T-l8SsLD6uk 'THE PIANO LESSON' E 'WE LIVE IN TIME' Se você gostou de “Um Limite Entre Nós” e “A Voz Suprema do Blues”, tenho...

Oscar Anos 2020: TOP 5 Melhor Atriz e Atriz Coadjuvante

Hora de falar das mulheres neste especial sobre as cinco primeiras edições do Oscar nos anos 2020. Se os prêmios de coadjuvantes não foram nada animadores, tivemos sim bons resultados na categoria principal. Neste novo vídeo do Cine Set, eu faço um ranking de cada uma...

Oscar 2025: Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 1

O Oscar 2025 começa agora no Cine Set! Sim, falta bastante tempo e não farei previsões de quem serão os indicados. Mas, já dá para apontar os filmes com potencial para serem candidatos ao prêmio.  Nesta primeira parte, eu apresento o primeiro grande candidato a...

Oscar Anos 2020: TOP 5 Melhor Filme e Direção

De "Parasita" a "Oppenheimer", Caio Pimenta analisa os primeiros cinco anos da década 2020 em Melhor Filme e Direção. https://www.youtube.com/watch?v=LlghAq_dPYk 5. NOMADLAND E CHLOÉ ZHAO Como as categorias de Melhor Filme e Direção divergiram apenas uma vez nos...

Oscar | A Turbulenta História de Martin Scorsese com a Academia

https://youtu.be/_SnSefyofV4 É possível afirmar sem medo de errar que o Martin Scorsese é o maior diretor vivo do cinema norte-americano. Um gigante com mais de seis décadas de carreira e um punhado de clássicos. Isso se reflete no Oscar: ao todo, as produções...

Oscar 2024: O Melhor e o Pior da Cerimônia

Da transmissão brasileira ao show de Ryan Gosling, Caio Pimenta analisa do pior ao melhor da cerimônia do Oscar 2024. NÃO FOI BOM: CERIMÔNIA ENXUTA DEMAIS A cerimônia foi bem boa, mas, é claro, sempre tem aqueles problemas que são de lei. Para começar, achei o Oscar...

Oscar 2024: Por que ‘Oppenheimer’ venceu Melhor Filme?

Caio Pimenta analisa os motivos que levaram "Oppenheimer" a vencer o Oscar 2024 de Melhor Filme. https://www.youtube.com/watch?v=DsCtLukSRtc 1. A QUALIDADE DO FILME - 50% O primeiro e principal fator, claro, reside nas próprias qualidades de “Oppenheimer” .  O drama...

Oscar 2024: Por que Emma Stone venceu Melhor Atriz?

Emma Stone conquista o segundo Oscar da carreira em Melhor Atriz. Se a vitória por “La La Land” é contestada até hoje, agora, parece que não há tanta revolta assim. Pelo contrário. Neste post, eu apresento cinco motivos que levaram a estrela de “Pobres Criaturas”  à...