Pela segunda vez em três anos, Manaus está fora da programação do Festival Varilux de Cinema Francês. Previsto para durar duas semanas, entre os dias 8 a 22 de junho, o evento será realizado em 50 cidades brasileiras. A ausência da capital amazonense foi confirmada pela Aliança Francesa e a assessoria de comunicação do Varilux ao Cine Set.

Segundo a assessoria de comunicação do festival, não há mais como reverter a situação em Manaus já que depende muito das redes exibidoras presentes na cidade em sediar o Varilux. “Não há um único motivo, mas vários fatores que acabaram influenciando. Para este ano, não há mais como reverter, mas para o próximo será possível tentar uma mobilização. A produção tem todo interesse que Manaus volte a compor a programação do Festival”, informou, em nota, a assessoria.

No mês de maio, a Aliança Francesa em Manaus chegou a divulgar, no Facebook, a vinda do Festival Varilux. A instituição seria apoiadora do projeto na capital amazonense, porém, de acordo com o diretor da escola, David Michel, dois dias depois da publicação, veio a negativa. “Houve um desacordo entre o Cinemark e a produtora realizadora do Varilux, ocasionando o cancelamento”, declarou.

Cidades brasileiras de menor porte populacional e econômico que Manaus como, por exemplo, Blumenau, Botucatu, Caeté (MG), Cotia, Jundiaí, Maringá, Nova Friburgo, Pelotas e Poço de Caldas irão receber o Festival Varilux 2016. Na região Norte do Brasil, as capitais Belém, Macapá e Palmas também terão a oportunidade de assistir 16 filmes franceses durante o evento.

Vale lembrar que, atualmente, Manaus possui 63 salas de cinema em funcionamento nos shoppings da cidade: 26 do Cinépolis, 10 do Playarte, 8 do Cinemark, 8 do UCI, 6 do Cine Araújo e 5 do Kinoplex.

Facebook Comments