Mais importante evento de mercado do audiovisual da Região Norte do Brasil, o Matapi 2020 está com inscrições abertas para o público de todo o Brasil. O primeiro lote com preços promocionais – R$ 40 para estudantes e R$ 80 para profissionais – está aberto até o dia 2 de novembro. O passaporte dá entrada para todas as atividades da edição online marcada para ocorrer entre os dias 25 e 28 de novembro, incluindo, mesas de debates, painéis, diálogos formativos, masterclass, clínicas jurídicas, Espaço Conexões e Festa Virtual. (Clique aqui para se inscrever)

A partir do dia 3 de novembro até 18 de novembro, o passaporte para o Matapi passa a custar R$ 50 (estudantes) e R$ 100 (profissionais), e, finalmente, de 19 a 28 de novembro, a entrada vai de R$ 60 (estudantes) a R$ 120 (profissionais). Os ingressos podem ser adquiridos via boleto bancário e cartão de crédito, podendo ser parcelado em até 12x. Os certificados de participação serão emitidos mediante solicitação.

ATRAÇÕES REGIONAIS, NACIONAIS E INTERNACIONAIS

Ainda que diante da impossibilidade de uma edição presencial por conta da pandemia da COVID-19, o Matapi – Mercado Audiovisual do Norte 2020 não se fez de rogado e reservou uma lista de convidados de alto nível com profissionais de destaque no cinema brasileiro e internacional. O mais conhecido deles é o produtor Rodrigo Teixeira: criador e diretor da produtora RT Features, ele traz no currículo sucessos de crítica e público como “Me Chame Pelo Seu Nome“, Ad Astra”, “Wasp Network” e “O Farol“, este último vencedor do prêmio máximo da crítica na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes.

Rodrigo Teixeira irá participar do ‘Diálogo Formativo – O Produtor Executivo e as Estratégias de Internacionalização”, na sexta-feira, 27 de novembro, a partir das 20h, ao lado da produtora Julia Alves (“Elon Não Acredita na Morte”, ““Zama” e “Ontem Havia Coisas Estranhas no Céu”). A mediação fica por conta de Lidiana Reis, da Panaceia Filmes.

Diretora de “O Animal Cordial”, Gabriela Amaral Almeida participa do Matapi 2020.

Duas das principais diretoras do cinema brasileiro da atualidade darão as caras no Matapi 2020. Juliana Rojas (“As Boas Maneiras” e “Sinfonia da Necrópole”) e Gabriela Amaral Almeida (“O Animal Cordial” e “A Sombra do Pai”) estarão no ‘Diálogo Formativo – Filmes de Gênero no Brasil‘, no dia 26 de novembro, a partir das 20h. O Cine Set participa da mediação com a crítica Susy Freitas.

Em breve, o Cine Set lança uma página especial com uma programação completa do Matapi 2020. Enquanto isso, saiba tudo sobre o Matapi no site do evento (clique aqui). 

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 7: O Que Esperar do Futuro?

Caio Pimenta fala sobre o que esperar do futuro do cinema amazonense e os desafios impostos ao audiovisual local.  https://www.youtube.com/watch?v=rQ79UdbQ4yQ O FUTURO PÓS-ALDIR BLANC A curto prazo, o cinema do Amazonas deve ter um bom 2021 e, talvez, 2022. Falo isso...

Cinemas de Joaquim Marinho no Centro de Manaus serão tema de websérie

Muito antes dos multiplexs dos shoppings centers, os cinemas de rua do Centro de Manaus foram referências de cultura e entretimento durante décadas - atualmente restou apenas o resiliente Casarão de Ideias. Durante os anos 1970 ao início do século XXI, as salas de...

Plataforma digital reunirá dados sobre o audiovisual do Amazonas

Uma plataforma digital com o catálogo de profissionais e empresas de audiovisual do Amazonas somado a um observatório com pesquisas e estudos sobre o setor. Esta é a proposta do projeto Tela Amazônia, da produtora Leão do Norte, organizadora do Matapi – Mercado...

‘O Barco e o Rio’ entra no TOP 10 da Abraccine dos melhores curtas de 2020

A trajetória bem-sucedida do filme amazonense "O Barco e o Rio" segue firme em 2021: a produção dirigida por Bernardo Ale Abinader entrou no TOP 10 dos melhores curtas-metragens de 2020 da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). A lista foi divulgada...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 6: A Tônica da Descontinuidade

Caio Pimenta fala sobre um dos maiores e históricos problemas do cinema produzido no Amazonas: a descontinuidade.  https://www.youtube.com/watch?v=3rosA6214mc ‘A Tônica da Descontinuidade’. Este é o título do livro mais importante sobre o cinema do Amazonas. O autor é...

Cine Set está credenciado para a cobertura do Festival de Berlim 2021

O Cine Set se prepara para uma nova cobertura internacional: a partir de março, o site de cinema produzido em Manaus traz as novidades sobre o Festival de Berlim 2021. O nosso correspondente internacional, Lucas Pistilli, já está credenciado para o evento online...

ASSISTA: documentário sobre o graffiti em Manaus estreia no YouTube

O documentário "Os Traços Urbanos da Floresta" é a nova atração do cinema amazonense no YouTube. A produção nasceu da conversa entre o fotógrafo e videomaker Homero Lacerda e o graffiteiro Arab, codinome de Rogério Arab, que tem uma trajetória madura e produtiva na...

Márcio Nascimento homenageia mãe, vítima de COVID-19, em novo curta amazônico

Passava da meia-noite de 13 de novembro de 2020 quando Márcio Nascimento soube da seleção do projeto de curta-metragem “Dia de Finados” no edital Conexões Culturais da Prefeitura de Manaus com recursos da Lei Aldir Blanc. O primeiro abraço e parabenizações pela...

Curta de terror amazonense sobre violência doméstica está disponível no YouTube

‘Que eu consiga representar todas as mulheres que estejam em relação opressiva e ajude a libertá-las’.   Com este mantra, Jocê Mendes chegava ao set de filmagem de “O Buraco”, novo filme do cinema amazonense dirigido por Zeudi Souza (“Perdido”, “No Rio das...

Websérie Terceiro Ciclo do Cinema Amazonense – Ep 5: Festivais e Mostras

Caio Pimenta apresenta os principais eventos, festivais e mostras do cinema amazonense nos últimos 20 anos.  https://www.youtube.com/watch?v=3lrDzDw4W8I Nos dois primeiros ciclos do cinema amazonense, festivais e eventos não eram tão comuns assim. Os mais célebres...