“No Dia das Bruxas, todo mundo tem direito a um bom susto”, já dizia o xerife Brackett no clássico Halloween: A Noite do Terror (1978). Aqui no Brasil não celebramos Dia das Bruxas, mas podemos celebrar o terror no cinema. Então, encerrando o nosso Especial Terror de 2020, aí vão algumas dicas de filmes para todos os gostos, com o objetivo de animar e aterrorizar a noite do dia 31 e que estão disponíveis nas principais plataformas de streaming.

 –

Em primeiro lugar… Não perca a mostra MacaBRo

Quer conhecer a produção recente de horror do cinema brasileiro? Ou já conhece um pouco, mas deseja mergulhar mais a fundo nela? A oportunidade perfeita já está rolando com a Mostra MacaBRo – Horror Brasileiro Contemporâneo, promovida pelo Centro Cultural Banco do Brasil. A mostra é inteiramente virtual e gratuita (mas com número limitado de espectadores), com a exibição de 40 títulos, entre longas e curtas-metragens,  pela plataforma nacional de streaming Darkflix, inteiramente dedicada ao gênero terror. Confira em https://darkflix.com.br/#/macabro

A mostra vai rolar até o final de novembro, portanto mesmo que você pule o 31/10, ainda vai ter mais um mês de terror pra você.

Para quem estiver a fim de terror com assassinos…

Nesta categoria, opções não faltam… Se quiser um clássico, Psicose (1960) de Alfred Hitchcock será sempre o maior de todos, aquela obra que sempre vale ver ou rever. Caso o interesse seja por obras mais cults ou fora do óbvio, pode-se experimentar o sangrento clássico italiano Tenebre (1982) do mestre Dario Argento, ou Alta Tensão (2003), o impactante e violento longa de Alexandre Aja que se tornou um dos filmes fundamentais da onda extrema francesa. Nós (2019), o recente sucesso de Jordan Peele, e Casamento Sangrento (2019) com suas pitadas de humor, também são criativas opções mais novas para quem quer ter uma noite de cinema com assassinos loucos. Mas, claro, em se tratando de assassino do Dia das Bruxas, não podemos deixar de mencionar o dono da data, Michael Myers: o Halloween original está disponível na Amazon Prime Video, então vale muito apagar as luzes, aumentar o volume e deixar o clássico slasher de John Carpenter fazer sua mágica. Bem, tem quem goste do remake de Rob Zombie… Se for o seu caso, ele também está disponível, assim como o mais recente Halloween de 2018.

Onde assistir:

Psicose: Netflix ou Telecine Play.

Tenebre e Alta Tensão: Darkflix.

Nós e Casamento Sangrento: Telecine Play.

Filmes da franquia Halloween: Amazon Prime Video.

 Mas se a vontade for por algo mais psicológico…

Para o espectador que estiver a fim de filmes que mexem com a cabeça, opções muito interessantes estão disponíveis, desde os clássicos O Inquilino (1976) de Roman Polanski e Eraserhead (1977) de David Lynch, até o super cult Carnaval de Almas (1963), além do recente e marcante Cisne Negro (2010) de Darren Aronofsky. Dentre as opções menos badaladas que valem a pena descobrir, Creep (2014) e Creep 2 (2017) trazem um mergulho na mente de um psicopata de uma forma criativa; Cam (2018) propõe uma mescla sobre tecnologia, sexualidade e perda de identidade; e Distúrbio (2018) traz uma ótima atuação de Claire Foy numa obra sobre perseguição e loucura, dirigida pelo vencedor do Oscar Steven Soderbergh.

Onde assistir:

O Inquilino, Eraserhead e Cisne Negro: Telecine Play.

Carnaval de Almas: Darkflix.

Creep, Creep 2 e Cam: Netflix.

Distúrbio: Amazon Prime Video.

E para quem curte um horror sobrenatural…

poltergeist o fenômeno

Se fantasmas, maldições e demônios forem mais a sua praia, as opções também são fartas. Você pode pegar o clássico Poltergeist: O Fenômeno (1982), por exemplo, e conferir se ele ainda continua assustador como nos anos 1980 (resposta: continua, sim). Outra opção que nunca falha e que ainda é o maior sucesso do horror japonês é Ringu: O Chamado (1998). O iraniano À Sombra do Medo (2016) e os brasileiros Quando Eu Era Vivo (2015) e As Boas Maneiras (2018) podem ser ótimas escolhas para quem quer algo mais fora do comum. O cultuado filme de vampiros Quando Chega a Escuridão (1987), da diretora vencedora do Oscar Kathryn Bigelow, também merece ser lembrado. E, claro, não se pode errar com A Mansão do Inferno (1980) de Argento, O Bebê de Rosemary (1968) de Polanski, Cemitério Maldito (1989) de Mary Lambert ou Invocação do Mal (2013) de James Wan.

Onde assistir:

Poltergeist: O Fenômeno: HBO Go.

Ringu: O Chamado: Amazon Prime Video.

Quando Eu Era Vivo: Net Now.

As Boas Maneiras e Quando Chega a Escuridão: Telecine Play.

À Sombra do Medo, Cemitério Maldito e Invocação do Mal: Netflix.

A Mansão do Inferno: Darkflix.

O Bebê de Rosemary: Telecine Play ou Amazon Prime Video.

Bons sustos, e bons filmes!

Dicas imperdíveis de Filmes de Terror para o Dia das Bruxas

“No Dia das Bruxas, todo mundo tem direito a um bom susto”, já dizia o xerife Brackett no clássico Halloween: A Noite do Terror (1978). Aqui no Brasil não celebramos Dia das Bruxas, mas podemos celebrar o terror no cinema. Então, encerrando o nosso Especial Terror de...

De ‘O Homem Invisível’ a ‘O Chalé’: o ano de 2020 para o terror

Neste artigo, vamos repassar um pouco sobre o que foi 2020 para o cinema de terror mundial, um ano em que a atividade cinematográfica enfrentou uma crise sem precedente em sua história. O terror sempre foi um dos gêneros mais resistentes – e lucrativos – do cinema, e...

‘A Tortura do Medo’: O Mais Cinematográfico dos Assassinos

Existem filmes que fazem com que a gente se divirta vendo cenas de assassinato e mutilação. Tudo bem, faz parte do acordo tácito do cinema, o de “comprarmos” a fantasia toda vez que entramos na sala escura ou damos “play” em casa. Existem também filmes que fazem com...

‘#Alive’ e ‘Host’: A dobradinha emblemática do horror em 2020

Dois filmes de terror, produzidos em parte diferentes do mundo, calharam de serem lançados mais ou menos na mesma época no fatídico ano de 2020, que está mais assustador que a grande maioria das produções de terror. Porém, ao se assistir a ambos, fica claro que...

Como o cinema de terror pode ajudar a lidar com as ansiedades de um ano terrível?

Permita-me uma reflexão, caro leitor. Este ano confesso que fiquei na dúvida se valia a pena fazer o tradicional Especial Terror do Cine Set, por algumas razões. Primeiro, porque por motivos de conflito de agenda, o eminente Danilo Areosa, meu querido amigo e parceiro...

Seis Filmes Para Conhecer o Cinema de José Mojica Marins, o Zé do Caixão

José Mojica Marins teve papel fundamental no meu amor pelo cinema de horror em dois momentos da minha vida: A primeira quando tinha 13 anos e passava as tardes assistindo o finado Cine Trash na rede Bandeirantes apresentado por ele. Ali, meu caráter e amor pelo horror...

José Mojica Marins: uma vida de resistência no cinema brasileiro

José Mojica Marins, o Zé do Caixão, faleceu neste dia 19 de fevereiro, devido a uma broncopneumonia. Tinha 83 anos e já estava com a saúde frágil há algum tempo, então essa notícia não é totalmente inesperada. Ainda assim, é um momento triste para o cinema e a cultura...

40 anos de ‘Zumbi 2 – A Volta dos Mortos-Vivos’: saga italiana do cinema zumbi

Em certo momento de Zumbi 2 – A Volta dos Mortos-Vivos é difícil você não coçar a cabeça e pensar que está diante de uma obra um tanto quanto “fora da casinha”, ensandecida, uma daquelas experiências únicas de pura diversão que só certos filmes italianos de horror com...

Podcast Cine Set #14 – Cinema Giallo: ‘Seis Mulheres Para o Assassino’

Outubro está chegando ao fim, mas ainda tem os últimos episódios do nosso Especial Terror aqui no podcast! Desta vez, nossos membros Danilo Areosa e Ivanildo Pereira se reúnem com a convidada Michelle Henriques, do Cine Varda. A conversa? Um bate-papo sobre o cinema...

35 anos de ‘A Hora do Pesadelo’ e o legado de Freddy Krueger

Quando estava assistindo a It: Capítulo 2 no cinema, vendo as “palhaçadas” do Pennywise, um pensamento me veio à mente. Algo que, aliás, já tinha me ocorrido quando vi o primeiro filme em 2017: “Puxa, o Freddy Krueger bem que podia processar o Pennywise, o cara tá...