Algum tempo atrás falamos sobre os grandes críticos de cinema da história. O tempo passa, a tecnologia se expande e novos formatos de comunicação surgem e/ou se aprimoram. Pensando nisso, resolvemos atualizar essa lista com críticos que tem se destacado na última década e merecem nossa atenção.

Fundadora do Cinematecando, Bárbara Demerov elenca atualmente o time de redatores do AdoroCinema. O que chama atenção em suas críticas é a maneira como ela te faz imergir dentro da narrativa e perceber certos aspectos presentes na trama como se estivéssemos no set ao fim da gravação de uma cena.

Se você assiste o “Café com Jornal” ou acompanha a Band News já deve tê-la visto trazendo comentários informativos e opinativos sobre cinema. Editora do TelaTela, Guerra já foi colunista de cinema do Arte1 e repórter do caderno de cultura da Folha de São Paulo. Nos últimos anos, ela tem feito a cobertura de festivais nacionais e internacionais, como de Veneza e Cannes, para o Canal Brasil e o Tela a Tela.

Com tantos canais de cinema no YouTube trazendo críticas dos lançamentos da semana, Arthur Tuoto vai contramão e apresenta um projeto denso e rico em análises bastante aprofundadas de clássicos (“Desencanto”, de David Lean”) e cults (“Desejo e Obsessão”, de Claire Denis). Recentemente, Tuoto vem debatendo o papel e dilemas da crítica de cinema.

Isabel Wittmann foi uma das citadas no nosso artigo sobre mulheres na crítica cinematográfica. Fundadora do Estante da Sala, ela traz análises permeadas pelo viés sociológico e antropológico com recorte especial ao feminismo. Nesse último quesito, destaca-se sua participação no podcast Feito Por Elas, que disseca a filmografia de diretoras dos cinco continentes. Importantíssimo para conhecer o cinema projetado por mulheres e compreender o mercado cinematográfico.

E por falar em cinema feito por mulheres, alguém para estar atento é Luísa Pécora, criadora do site “Mulher no Cinema”. Ela já colaborou para o portal IG e a revista Cult. Suas críticas sempre trazem um viés feminista, com olhar especial à representação de gênero. Para quem gosta de fazer o #52FilmsByWomen e estar por dentro de como a indústria cinematográfica trata as mulheres em seus vários setores, precisa acompanhá-la.

Lully é o nome virtual de Luisa Clasen. Formada em Cinema pela Unespar, com passagens pela New York Academy, Clasen apresenta o “Lully de Verdade”, um canal com mais de 350 mil inscritos. Nele encontram-se análises aprofundadas sobre cenas específicas de clássicos do cinema contemporâneo, além de discussões sobre temas pertinentes a produção cinematográfica brasileira, como sua última playlist abordando a Ancine e seus atributos.

Max Valarezo é a voz e o rosto por trás do EntrePlanos – canal com quase 245 mil inscritos, apresentando pontos interessantes a serem explorados nos filmes. Ele busca temas polêmicos, que despertam curiosidades e faz a análise dos filmes a partir disso. Seus vídeos são orgânicos e possuem uma fluidez visual que consegue alcançar os mais variados públicos que apreciam a sétima arte.

Membro da Associação Cearense de Críticos de Cinema, Raphael PH Santos traz críticas em seu canal de séries e filmes com um viés semiótico, mas sempre de forma compreensível ao público que o acompanha. Algumas de suas análises mais interessantes são aquelas em que disseca as produções quadro a quadro. Vale a pena acompanhá-lo e expandir as sensações causadas pelas obras por meio da semiótica.

Convidado na última edição do Festival Olhar do Norte para ser o mediador dos debates, Juliano Gomes integra a equipe da Cinética, um dos sites mais analíticos e densos sobre cinema feito no Brasil. A recente entrevista dele com o diretor Gabriel Mascaro (“Boi Neon” e “Divino Amor”) é uma das melhores já feitas pelo site (clique aqui).

Crítico de cinema do site B9, Matheus Fiore é o editor-chefe e fundador do ótimo site Plano Aberto. Além de escrever, ele também produz e participa como convidado especial de podcasts, sendo mais um dos retratos da polivalência necessária para a função nos dias de hoje.

‘Honey Boy’: Shia Labeouf exorciza os próprios demônios em bom filme

Crescer é difícil e ainda mais quando se está no showbiz... O ator Shia LeBeouf se destacou e ficou famoso muito cedo, trabalhando em seriados da Disney que levaram a papéis no cinema. Então vieram os três primeiros filmes da franquia Transformers, dirigidos por...

‘Waves’: um drama excelente de partir o coração

Em um primeiro momento, confesso que “Waves” me tapeou. Uma Flórida ensolarada, jovens sorrindo, cores e amor no ar, a câmera girando. O novo filme de Trey Edward Shults (“Ao Cair da Noite”), porém, se transforma de uma hora pra outra em um drama competente com efeito...

‘O Jovem Ahmed’: lacunas na história deixam Dardenne pelo meio do caminho

A radicalização é um problema que se arrastou para o século XXI, encontrando na era da informação um período fértil para sua proliferação. Pode até parecer contraditório achar que em uma época onde se pode saber absolutamente tudo, a ignorância ainda capture pessoas e...

‘Escape From Pretoria’: personagens esquecidos em nome da ação

Escrito e dirigido por Francis Annan (“Woyzeck”), “Escape From Pretoria” apresenta a história real de Tim Jenkin (Daniel Radcliffe, o eterno 'Harry Potter') e Stephen Lee (Daniel Webber), dois ativistas anti-apartheid levados para a prisão de segurança máxima de...

‘Goddess of the Fireflies’: conto canadense entre o atual e o nostálgico

Bebendo da fonte de contos clássicos de juventude transviada, o longa canadense "Goddess of the Fireflies" acompanha uma jovem descendo a um inferno de rebeldia e vício. O longa, mesmo com uma trama um pouco batida, se ancora em uma impecável ambientação para entregar...

‘O Poço’: sucesso espanhol da Netflix digno de todo hype

Impactante, atual e necessário. Essas são algumas palavras que definem ‘O Poço’ e toda sua repercussão ao ser distribuído internacionalmente pela Netflix. Em geral, quando uma produção faz um sucesso estrondoso no streaming, eu já duvido muito sobre sua qualidade,...

‘Você não Estava Aqui’: repensando o papel da família e o sistema capitalista

Ken Loach costuma retratar o quanto o sistema capitalista afeta negativamente as pessoas que dependem dele. Em “Eu, Daniel Blake”, ele destacou o quanto a burocracia e o sistema podem abalar a tranqüilidade de quem precisa deles. Já em “Você não estava aqui”, seu...

‘Por Lugares Incríveis’: Netflix volta a errar em drama adolescente

Com toda repercussão negativa de séries como ‘13 Reasons Why’ e ‘You’, a Netflix apostou em outra atração jovem sobre transtornos mentais e, mais uma vez, foi na direção errada. Tudo bem, ‘Por Lugares Incríveis’ não chega ao mesmo nível de irresponsabilidade que as...

‘Seberg contra todos’: Kristen Stewart gigante não faz milagre

Seguindo o estilo de ‘O Relatório’, a Amazon apresenta mais um longa baseado em fatos totalmente protocolar e com pouca originalidade. ‘Seberg Contra Todos’ até possui um forte e atrativo argumento, entretanto, a condução exagera em momentos óbvios e personagens...

‘Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica’: o óbvio que não vemos

"O mundo perdeu a magia”, diz Ian Lightfoot (Tom Holland), logo no início de “Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica” A frase poderia soar ordinária caso não tivesse embutida de uma deliciosa ironia, afinal, se trata de um jovem elfo, irmão do dono de uma van chamada...