Algum tempo atrás falamos sobre os grandes críticos de cinema da história. O tempo passa, a tecnologia se expande e novos formatos de comunicação surgem e/ou se aprimoram. Pensando nisso, resolvemos atualizar essa lista com críticos que tem se destacado na última década e merecem nossa atenção.

Fundadora do Cinematecando, Bárbara Demerov elenca atualmente o time de redatores do AdoroCinema. O que chama atenção em suas críticas é a maneira como ela te faz imergir dentro da narrativa e perceber certos aspectos presentes na trama como se estivéssemos no set ao fim da gravação de uma cena.

Se você assiste o “Café com Jornal” ou acompanha a Band News já deve tê-la visto trazendo comentários informativos e opinativos sobre cinema. Editora do TelaTela, Guerra já foi colunista de cinema do Arte1 e repórter do caderno de cultura da Folha de São Paulo. Nos últimos anos, ela tem feito a cobertura de festivais nacionais e internacionais, como de Veneza e Cannes, para o Canal Brasil e o Tela a Tela.

Com tantos canais de cinema no YouTube trazendo críticas dos lançamentos da semana, Arthur Tuoto vai contramão e apresenta um projeto denso e rico em análises bastante aprofundadas de clássicos (“Desencanto”, de David Lean”) e cults (“Desejo e Obsessão”, de Claire Denis). Recentemente, Tuoto vem debatendo o papel e dilemas da crítica de cinema.

Isabel Wittmann foi uma das citadas no nosso artigo sobre mulheres na crítica cinematográfica. Fundadora do Estante da Sala, ela traz análises permeadas pelo viés sociológico e antropológico com recorte especial ao feminismo. Nesse último quesito, destaca-se sua participação no podcast Feito Por Elas, que disseca a filmografia de diretoras dos cinco continentes. Importantíssimo para conhecer o cinema projetado por mulheres e compreender o mercado cinematográfico.

E por falar em cinema feito por mulheres, alguém para estar atento é Luísa Pécora, criadora do site “Mulher no Cinema”. Ela já colaborou para o portal IG e a revista Cult. Suas críticas sempre trazem um viés feminista, com olhar especial à representação de gênero. Para quem gosta de fazer o #52FilmsByWomen e estar por dentro de como a indústria cinematográfica trata as mulheres em seus vários setores, precisa acompanhá-la.

Lully é o nome virtual de Luisa Clasen. Formada em Cinema pela Unespar, com passagens pela New York Academy, Clasen apresenta o “Lully de Verdade”, um canal com mais de 350 mil inscritos. Nele encontram-se análises aprofundadas sobre cenas específicas de clássicos do cinema contemporâneo, além de discussões sobre temas pertinentes a produção cinematográfica brasileira, como sua última playlist abordando a Ancine e seus atributos.

Max Valarezo é a voz e o rosto por trás do EntrePlanos – canal com quase 245 mil inscritos, apresentando pontos interessantes a serem explorados nos filmes. Ele busca temas polêmicos, que despertam curiosidades e faz a análise dos filmes a partir disso. Seus vídeos são orgânicos e possuem uma fluidez visual que consegue alcançar os mais variados públicos que apreciam a sétima arte.

Membro da Associação Cearense de Críticos de Cinema, Raphael PH Santos traz críticas em seu canal de séries e filmes com um viés semiótico, mas sempre de forma compreensível ao público que o acompanha. Algumas de suas análises mais interessantes são aquelas em que disseca as produções quadro a quadro. Vale a pena acompanhá-lo e expandir as sensações causadas pelas obras por meio da semiótica.

Convidado na última edição do Festival Olhar do Norte para ser o mediador dos debates, Juliano Gomes integra a equipe da Cinética, um dos sites mais analíticos e densos sobre cinema feito no Brasil. A recente entrevista dele com o diretor Gabriel Mascaro (“Boi Neon” e “Divino Amor”) é uma das melhores já feitas pelo site (clique aqui).

Crítico de cinema do site B9, Matheus Fiore é o editor-chefe e fundador do ótimo site Plano Aberto. Além de escrever, ele também produz e participa como convidado especial de podcasts, sendo mais um dos retratos da polivalência necessária para a função nos dias de hoje.

‘Retrato de uma Jovem em Chamas’: desejo, olhar e memória em ode à feminilidade

Retrato de uma Jovem em Chamas tem um jeito muito especial para falar sobre sua história de amor. A diretora francesa Céline Sciamma constrói sua obra a partir de três conceitos principais para discutir o amor e a paixão: o olhar – a ideia matriz que rege a essência...

‘O Barato de Iacanga’: declaração de amor à música brasileira

Há 51 anos atrás, um festival de música sem maiores pretensões além de vender ingressos e reunir o creme do que era jovem e moderno ganhou as proporções de um evento transformador na história. Woodstock, imortalizado em filme em Woodstock: Três Dias de Paz, Amor e...

‘Frozen 2’: repetitivo, sequência não empolga igual filme original

Desde crianças, Elza e Ana demonstram perspectivas opostas: enquanto a primeira acredita que uma mulher sozinha poderia salvar a floresta, a caçula está presa à figura do príncipe salvador. Apesar dessas diferenças, a relação entre elas segue sendo o elo principal de...

‘Synonymes’: fuga errante das próprias raízes gera drama intrigante

Dirigido por Nadav Lapid, “Synonymes”, ganhador do Urso de Ouro do Festival de Berlim 2019, surge como um olhar interessante sobre a nacionalidade e suas raízes. O filme começa com Yoav (Tom Mercier), um jovem israelense que se auto-exila em Paris para fugir do...

‘Ameaça Profunda’: clone de ‘Alien’ mantém maldição de janeiro

Ah, janeiro...   Caro leitor, você não sente uma preguiça no comecinho de janeiro, como se o ano demorasse um pouco para engrenar depois das celebrações de dezembro? Eu sinto. E Hollywood também sente, pelo visto. O que vemos estrear no começo do ano, geralmente? Ora,...

‘Adoráveis Mulheres’: versão moderna perde algo de sua alma

Adiar a leitura do último capítulo daquele livro que você tanto gostou de acompanhar. Enveredar os caminhos de novas séries no serviço de streaming enquanto o finale daquela que você assistiu por anos aguarda na lista de espera. Guardar o download daquele filme...

‘O Caso Richard Jewell’: o modus operandi da truculência do Estado

‘O Estado me mete mais medo do que terroristas’.  A frase no canto inferior esquerdo de um quadro pendurado na parede do advogado Watson Bryant (Sam Rockwell) sintetiza “O Caso Richard Jewell”. O novo filme de Clint Eastwood articula melhor a proposta pautada em...

‘The Aeronauts’: filme morno celebra a ciência em tempos obscuros

“The Aeronauts” traz como grande mérito celebrar a ciência através da busca incansável por mais conhecimento. Pode parecer pouco (e, de fato, é), mas, em uma época de terraplanistas, descrença em dados científicos sólidos relativos a aquecimento global e desmatamento,...

‘Cats’: juro que tentei gostar, mas, é um desastre épico sim

Podem me chamar de chato, sem graça, mas, não tenho paciência para estas empolgações de redes sociais. Nem para achar um filme a coisa mais maravilhosa surgida na face da Terra, como acontece com nos lançamentos de 90% dos blockbusters ou do cult da vez, muito menos...

‘As Golpistas’: fraternidade feminina se destaca em boa surpresa

Se em ‘Os Bons Companheiros’ Martin Scorsese encantou o público com sua abordagem glamorosa da vida de um mafioso, em “As Golpistas”, a cineasta Lorene Scafaria tenta e, de certa forma, consegue alcançar o mesmo feito. Vinda das comédias “A Intrometida” e “Procura-se...