De Bradley Cooper a Willem Dafoe, Caio Pimenta apresenta a lista de candidatos ao Oscar 2022 de Melhor Ator Coadjuvante.

CHANCES MÍNIMAS

Vincent Lindon é uma das grandes estrelas do atual cinema francês.

Dois atores de filmes queridos da crítica devem ficar de fora. 

O excelente Vincent Lindon dificilmente terá vez na corrida pelo polêmico “Titane”, enquanto o Eugenio Derbez enfrenta concorrência pesada dentro do próprio elenco de “Coda – No Ritmo do Coração”.  

Pelo menos, só de serem cogitados, já é um grande avanço para o London e, principalmente, o Derbez que sempre ficou marcado por comédias bem fraquinhas. Mas, grandes nomes do cinema norte-americano e britânico também terão vida difícil na categoria. 

Será que Oscar Isaac consegue a primeira indicação da carreira?

Em alta em Hollywood após o elogiado “Cenas de um Casamento”, o Oscar Isaac seria uma zebra e tanto caso seja nomeado por “Duna”. Se está difícil para a Jennifer Hudson em Melhor Atriz, imagina para o Forest Whitaker, por “Respect”?

Apesar de sempre gozar de prestígio na Academia, o Colin Firth sofre por conta de “Mothering Sunday” não decolar na temporada de premiações.

Jonah Hill já foi indicado ao Oscar por “O Homem que Mudou o Jogo” e “O Lobo Wall Street”.

O único que pode crescer na corrida desta turma é Jonah Hill, de “Don´t Look Up”. Vale lembrar que o Jonah Hill tem muito bom trânsito em Hollywood, está em um filme perfeito para ele – uma comédia irônica e ácida – e com potencial de crescimento na reta final da temporada. Não o descarto de forma alguma. 

CORREM POR FORA

Troy Kotsur chega com a missão de ser o primeiro intérprete masculino com deficiência auditiva indicado ao Oscar.

Por essa ser uma corrida tão embolada e ainda imprevisível, quem aparece neste momento correndo por fora pode, daqui a uns meses, tanto subir demais como sumir na disputa. 

Vamos começar com aqueles com potencial de alta. 

Kelvin Harrison Jr foi bastante elogiado ao lado do Peter Dinklage em “Cyrano” e pode se beneficiar da categoria ser considerada uma oportunidade para novos talentos ganharem visibilidade.

Caso a Academia busque por ser mais inclusiva, uma boa opção pode ser o Troy Kotsur, de “CODA”. Seria uma forma de prestigiar o elenco deficiente auditivo além da óbvia indicação da Marlee Maitlin. 

Willem Dafoe tem apelo popular para levar o primeiro Oscar da carreira.

Veterano em Hollywood, o Jason Isaac pode conseguir a primeira nomeação por “Mass”, drama extremamente elogiado pelo elenco.

Falando em experiência, olho atento ao Al Pacino, por “Casa Gucci”, e o Willem Dafoe, de “O Beco do Pesadelo”.  

O Dafoe, aliás, namora este Oscar de Melhor Ator Coadjuvante e, caso a fantasia do Guillermo Del Toro corresponda as expectativas, há grandes chances dele subir bastante.  

Agora, tem também aqueles que eu não levo tanta fé que sejam indicados. 

O Jon Bernthal pode até se beneficiar com o hype em relação a “King Richard”, porém, acho que a resistência a ele será maior e a Academia irá privilegiar nomes mais regulares e prestigiados.

O Timothy Spall deve seguir o diretor Pablo Larraín e ser eclipsado pela Kristen Stewart em “Spencer”. 

Searchlight Pictures preferiu Garfield em Ator Coadjuvante para não gerar um conflito com “Tick, Tick, Boom”.

Por mais fofinho e talentoso que seja, o Woody Norman, de “C´Mon, C´Mon”, deve aguardar mais alguns anos antes de ser indicado.

E o Andrew Garfield deverá ficar reservado para Melhor Ator com “Tick, Tick Boom” e não ser nomeado por “The Eyes of Tammy Faye”.  

Para fechar, tem o Jesse Plemonso qual perdeu espaço para um colega de elenco de “Ataque dos Cães”.  

GRANDES CANDIDATOS  

Ben Affleck consegue, finalmente, indicação solo ou voltará a ser esnobado?

Já que estou falando de “O Ataque dos Cães”, tem um candidato fortíssimo vindo do longa da Jane Campion.  

Kodi Smit-McPhee é a grande esperança da Netflix na categoria e está muito perto da indicação.

O Ben Affleck tem duas opções: por “O Último Duelo” e, principalmente, com “The Tender Bar”. A Academia pode aproveitar a ocasião para celebrar um astro adorado pelo público, bom chamariz de audiência e ainda reconhecê-lo após a esnobada nas categorias de Direção e Ator em 2013 por “Argo”.   

Jared Leto aposta em uma atuação bem Oscar bait em “Casa Gucci”.

Dois ganhadores da categoria são possibilidades de indicação: o primeiro é o Jared Leto, de “Casa Gucci” com sua pesada maquiagem, e o J.K Simmons interpretando o ator William Frawley em “Being the Ricardos”.  

No meio destes habitués do Oscar, há aquela turma chegando firme em busca da primeira indicação. 

Do lixo ao luxo: Jamie Dornan deixa “Cinquenta Tons de Cinza” para trás com o elogiado “Belfast”.

São os casos do Jamie Dornan e Ciarán Hinds, ambos do favorito ao Oscar “Belfast”, o Idris Elba e todo seu estilo em “Vingança & Castigo”, e o Corey Hawkins, por “A Tragédia de Macbeth”. 

Destes todos, o Ciarán Hinds é quem aparece com mais força. 

OS FAVORITOS 

A24 tenta repetir o sucesso com Yoon Yeo-jeong nas categorias de coadjuvantes com o Richard Jenkins.

Se as disputas de Melhor Atriz e Ator contam com até três nomes certos de indicados, aqui, a os candidatos praticamente garantidos diminuem para dois. Um deles é o Richard Jenkins. 

Dos mais regulares e talentosos atores norte-americanos da atualidade, ele tem prestígio imenso em Hollywood e pode ter a grande chance de levar o tão sonhado Oscar com “The Humans”, da A24.

O drama do Stephen Karam é aquele típico filme de atores semelhante a “Minari”, filme que a produtora conseguiu vencer atriz coadjuvante com a Yuh-Jung Youn. 

Bradley Cooper chega como um dos astros mais queridos de Hollywood e pode levar o Oscar 2022 como favorito.

Outro candidato forte na categoria é o Bradley Cooper, de “Licorice Pizza”. 

Emplacando quatro indicações desde 2013, o astro consegue algo adorado por Hollywood: equilibrar os grandes sucessos de bilheteria com produções mais prestigiadas mirando a temporada de premiações.

Em 2022, o caminho rumo à vitória parece mais aberto em ator coadjuvante pelo novo filme do Paul Thomas Anderson do que em Melhor Ator por “O Beco do Pesadelo”, onde a disputa traz mais adversários pesados. 

Acredito que a MGM investirá tudo o que puder para consagrar o Cooper com um Oscar. E não duvide se ele voltar ano que vem como favorito pela cinebiografia do maestro Leonard Berstein. 

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Clint Eastwood e Francis Ford Coppola

De “O Poderoso Chefão” a “Cartas de Iwo Jima”, Caio Pimenta analisa da pior a melhor indicação de Clint Eastwood e Francis Ford Coppola ao Oscar. 4. SOBRE MENINOS E LOBOS  A primeira de uma série de três indicações consecutivas do Clint Eastwood aconteceu em 2004.  Em...

Oscar 2022: Cinco Narrativas de Grandes Candidatos a Prêmios

De Paul Thomas Anderson a Will Smith, Caio Pimenta aponta cinco narrativas que podem ajudar grandes nomes a levarem o Oscar 2022. https://www.youtube.com/watch?v=j4C7c3gIILo KENNETH BRANAGH   Em Melhor Direção, o Kenneth Branagh aparece como o favorito para levar a...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Denzel Washington

De “Um Grito de Liberdade” a “Roman J. Israel Esq”, Caio Pimenta analisa da pior a melhor indicação de Denzel Washington ao Oscar.  https://www.youtube.com/watch?v=EdFS6qS1DOI 8. ROMAN J ISRAEL ESQ  Das oito indicações do Denzel ao Oscar, o pior trabalho ficou...

Oscar 2022: As Possíveis Surpresas e Decepções da Temporada de Premiações

De “Licorice Plzza” a Ben Affleck, Caio Pimenta lista possíveis surpresas e decepções da temporada de premiações rumo ao Oscar 2022. https://www.youtube.com/watch?v=wK7wzJ40eGo AS POSSÍVEIS SURPRESAS  Que “Licorice Pizza” estará no Oscar, isso é mais do que certo....

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Nicole Kidman e Jennifer Lawrence

Das nomeações por "Moulin Rouge" e "Inverno da Alma" a "Lion" e "Joy", Caio Pimenta analisa quais as melhores e piores indicações de Nicole Kidman e Jennifer Lawrence no Oscar. https://www.youtube.com/watch?v=T_TfJwxVcwI 4. LION  Começamos com a Nicole Kidman e sua...

Lady Gaga e Kristen Stewart: Quem Chega Mais Forte no Oscar 2022?

Caio Pimenta analisa os pontos a favor e contra de Lady Gaga, de "Casa Gucci", e Kristen Stewart, de "Spencer", no Oscar 2022 de Melhor Atriz. https://youtu.be/eoeoDQn7TD0 PONTOS A FAVOR DE LADY GAGA  A Lady Gaga tem boas credenciais para acreditar que pode sim levar...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Jane Fonda

Falar da beleza, carisma e do engajamento político de Jane Fonda é chover no molhado. Porém, a estrela de Hollywood também era uma grande atriz e as sete indicações com duas vitórias provam isso.  Por isso, eu faço esta homenagem a ela trazendo da pior à melhor...

Oscar 2022: Previsões Iniciais de Melhor Animação

De “Flee” a “A Família Mitchell e a Rebelião das Máquinas”, Caio Pimenta apresenta a lista de candidatos ao Oscar 2022 de Melhor Animação.  CHANCES MÍNIMAS  Três franquias vão manter a regularidade no Oscar: todas elas seguirão sem indicações.  Se os três primeiros...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Daniel Day-Lewis

Chegou a hora de falar do maior vencedor da categoria de Melhor Ator: Daniel Day-Lewis conseguiu seis indicações e levou a estatueta em três ocasiões.  Nada mais do que justo a um dos maiores de todos os tempos; um intérprete que se entregava de maneira completa aos...

Oscar 2022: Previsões Iniciais de Melhor Filme Internacional e as chances do Brasil

O prazo para cada país enviar o seu candidato ao Oscar de Melhor Filme Internacional chegou ao fim no dia 1 de novembro.   Entre algumas surpresas e outros candidatos já esperados, chegou a hora de apontar quem chega forte para disputa e, claro, analisar a situação...