Caio Pimenta apresenta quais produções teriam sido indicados ao Oscar de Melhor Filme se fossem 10 indicados entre 1985 a 1989. 

OSCAR 1985 

Amadeus” dominou de ponta a ponta o Oscar de 1985: foram 8 prêmios em 11 indicações. A lista de finalistas ainda tinha o excelente “Os Gritos do Silêncio”, os bons “Um Lugar no Coração” e “Passagem Para Índia” e razoável “A História de um Soldado”. 

Se fossem 10 indicados, a lista não ia ficar muito boa não. 

Nomeado em quatro categorias, incluindo, Melhor Atriz, Atriz Coadjuvante e Fotografia, “O Rio do Desespero” seria indicado assim como o drama esportivo estrelado pelo Robert Redford, “Um Homem Fora de Série”. Lembrado em Melhor Direção e Roteiro Original, o Woody Allen teria vez com “Broadway Danny Rose”. “2010 – O Ano em que Faremos Contato”, que disputou 5 Oscars, seria o representante da ficção científica, enquanto “Um Tira da Pesada”, indicado em Melhor Roteiro Original, fecha a lista. 

O azarão poderia “Indiana Jones e o Templo da Perdição”, vencedor de Melhores Efeitos Visuais. Numa lista tão fraquinha como esta, por que não querer “Karatê Kid” em Melhor Filme? Vale lembrar que o mestre Mayagi, o Pat Morita, foi indicado em Melhor Ator Coadjuvante. 

OSCAR 1986 

O insosso “Entre Dois Amores” venceu “A Testemunha”, “O Beijo da Mulher Aranha”, “A Cor Púrpura” e “A Honra do Poderoso Prizzi” no Oscar de 1986. 

Se fossem indicados, teríamos, muito provavelmente, a melhor a lista dos anos 1980. 

Afinal, não é todo dia que dá para contar com Akira Kurosawa entre os indicados a Melhor Filme com “Ran”. Já o clássico pop “De Volta para o Futuro”, vencedor de Melhores Efeitos Sonoros e indicado a Roteiro Original, seria nomeado igual o ótimo “O Expresso para o Inferno”. Se a Academia recordaria seu lado mais conservador com “O Regresso a Bountiful”, produção que rendeu o único Oscar da Geraldine Page, o Oscar também daria vez ao louco “Brazil – O Filme”. 

O azarão poderia ter sido o vencedor de Melhor Filme em Língua Não-Inglesa, o argentino “A História Oficial”, que também foi indicado em Roteiro Adaptado. Já quem eu gostaria de ver era o excepcional “A Rosa Púrpura do Cairo”, um dos melhores filmes da carreira do Woody Allen. 

OSCAR 1987 

O primeiro dos Oscars do Oliver Stone veio em 1987 com “Platoon”. O drama de guerra superou uma boa seleção que incluia “A Missão”, “Uma Janela Para o Amor”, “Hannah e Suas Irmãs” e, por fim, “Gritos do Silêncio”. 

Se fossem 10 indicados, teria opções para todos os gostos. 

A turma cult ficaria feliz em ver “Veludo Azul”, indicado ‘apenas’ em Melhor Direção com o David Lynch, entre os finalistas. Já quem curte blockubster teria “Aliens – O Resgate” – vencedor de 2 Oscars – Efeitos Sonoros e Visuais – e “Top Gun”, ganhador do Oscar de Melhor Som. O Scorsese daria as caras com “A Cor do Dinheiro”, filme que fez o Paul Newman, finalmente, sair com a estatueta dourada. Por fim, tinha que ter um filme esquecível: no caso, “Crimes do Coração”. 

Caso a Academia quisesse consagrar ainda mais o Oliver Stone, poderia ter “Salvador – O Martírio de um Povo” como azarão. Já quem deveria ser indicado era “A Mosca”, ganhador de Melhor Maquiagem. Já imaginou esse filme podrão do Cronenberg em Melhor Filme? Só em um universo paralelo bem louco. 

OSCAR 1988 

“O Último Imperador” não deu chances para ninguém no Oscar de 88: foram 9 indicações e 9 vitórias. Verdade que a lista de indicados ajudava um bocado o trabalho do Bertolucci: tínhamos os bons “Feitiço da Lua”, “Atração Fatal” e “Nos Bastidores da Notícia”, além do esquecível “Esperança e Glória”. 

Se fossem 10 indicados, bem, a lista continuaria bem fraca. 

O choroso “Minha Vida de Cachorro”, indicado a Melhor Direção e Roteiro Adaptado, seria um dos finalistas assim como “Um Grito de Liberdade”, drama que rendeu a primeira indicação da carreira do Denzel Washington. O brasileiro Hector Babenco voltaria ao Oscar com “Ironweed”. O nível ficaria melhor com “Império do Sol”, do Steven Spielberg, e o clássico “Os Intocáveis”, do Brian de Palma, que rendeu o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante para o Sean Connery. 

O azarão poderia ser o Oliver Stone com “Wall Street”, filme que deu o Oscar de Melhor Ator para o Michael Douglas. Para mim, uma das vagas deveria ser do Kubrick por “Nascido de Matar” – esse filmaço somente foi nomeado em Roteiro Adaptado. 

OSCAR 1989 

E chegamos em 1989 quando “Rain Man” venceu o Oscar de Melhor Filme. A lista tinha também os ótimos “Ligações Perigosas” e “Mississipi em Chamas”, e os simpáticos “O Turista Acidental” e “Uma Secretária do Futuro”. 

Se fossem 10 indicados, a lista iria ficaria em um nível melhor. 

O polêmico “A Última Tentação de Cristo” seria um dos finalistas junto com a excelente comédia “Um Peixe Chamado Wanda” e divertido “Uma Cilada para Roger Rabbit”, ganhador de 3 Oscars, Montagem Efeitos Sonoros e Visuais, além de uma estatueta especial por contribuição técnica.  “Nas Montanhas dos Gorilas” e “Little Dorrit” fechariam os 10 finalistas. 

Indicado em Melhor Roteiro Adaptado e Fotografia, “A Insustentável Leveza do Ser” poderia ser o azarão. Já eu gostaria de ver o blockbuster daquele ano, “Duro de Matar”, entre os finalistas. O sucesso estrelado pelo Bruce Willis foi indicado a Melhor Montagem em 89. 

Oscar Anos 2020: TOP 5 Melhor Ator e Ator Coadjuvante

Hora de continuar o ranking das atuações premiadas no Oscar em Melhor Ator e Ator Coadjuvante nos anos 2000. Apesar de dois desempenhos monstruosos na categoria principal, a média dos ganhadores de papéis secundários foi acima da média.  Conheça os meus favoritos em...

Oscar 2025: Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 2

De "Rivais" com Zendaya a "Blitz" com Saoirse Ronan, Caio Pimenta traz a segunda parte de possíveis candidatos ao Oscar 2025. https://youtu.be/T-l8SsLD6uk 'THE PIANO LESSON' E 'WE LIVE IN TIME' Se você gostou de “Um Limite Entre Nós” e “A Voz Suprema do Blues”, tenho...

Oscar Anos 2020: TOP 5 Melhor Atriz e Atriz Coadjuvante

Hora de falar das mulheres neste especial sobre as cinco primeiras edições do Oscar nos anos 2020. Se os prêmios de coadjuvantes não foram nada animadores, tivemos sim bons resultados na categoria principal. Neste novo vídeo do Cine Set, eu faço um ranking de cada uma...

Oscar 2025: Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 1

O Oscar 2025 começa agora no Cine Set! Sim, falta bastante tempo e não farei previsões de quem serão os indicados. Mas, já dá para apontar os filmes com potencial para serem candidatos ao prêmio.  Nesta primeira parte, eu apresento o primeiro grande candidato a...

Oscar Anos 2020: TOP 5 Melhor Filme e Direção

De "Parasita" a "Oppenheimer", Caio Pimenta analisa os primeiros cinco anos da década 2020 em Melhor Filme e Direção. https://www.youtube.com/watch?v=LlghAq_dPYk 5. NOMADLAND E CHLOÉ ZHAO Como as categorias de Melhor Filme e Direção divergiram apenas uma vez nos...

Oscar | A Turbulenta História de Martin Scorsese com a Academia

https://youtu.be/_SnSefyofV4 É possível afirmar sem medo de errar que o Martin Scorsese é o maior diretor vivo do cinema norte-americano. Um gigante com mais de seis décadas de carreira e um punhado de clássicos. Isso se reflete no Oscar: ao todo, as produções...

Oscar 2024: O Melhor e o Pior da Cerimônia

Da transmissão brasileira ao show de Ryan Gosling, Caio Pimenta analisa do pior ao melhor da cerimônia do Oscar 2024. NÃO FOI BOM: CERIMÔNIA ENXUTA DEMAIS A cerimônia foi bem boa, mas, é claro, sempre tem aqueles problemas que são de lei. Para começar, achei o Oscar...

Oscar 2024: Por que ‘Oppenheimer’ venceu Melhor Filme?

Caio Pimenta analisa os motivos que levaram "Oppenheimer" a vencer o Oscar 2024 de Melhor Filme. https://www.youtube.com/watch?v=DsCtLukSRtc 1. A QUALIDADE DO FILME - 50% O primeiro e principal fator, claro, reside nas próprias qualidades de “Oppenheimer” .  O drama...

Oscar 2024: Por que Emma Stone venceu Melhor Atriz?

Emma Stone conquista o segundo Oscar da carreira em Melhor Atriz. Se a vitória por “La La Land” é contestada até hoje, agora, parece que não há tanta revolta assim. Pelo contrário. Neste post, eu apresento cinco motivos que levaram a estrela de “Pobres Criaturas”  à...

Oscar 2024: Por que Christopher Nolan venceu Melhor Direção?

Amado por uns, odiado por outros, o Christopher Nolan, agora, tem um Oscar para chamar de seu. O londrino conquista Melhor Direção por “Oppenheimer”. Caio Pimenta traz os quatro fatores que o levaram para esta vitória.  https://www.youtube.com/watch?v=ROvxsl0P93A 1. A...