Uma relação em frangalhos, um acidente e uma quantia enorme de dinheiro são os elementos que colocam “Otar’s Death” em movimento. O filme de estreia do diretor georgiano Ioseb ‘Soso’ Bliadze, que estreou na mostra Leste do Oeste do Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary deste ano, abusa do sarcasmo para mostrar a vida de pessoas profundamente feridas.

Em Tbilisi, capital da Geórgia, o adolescente Nika (Iva Kimeridze) passa seus dias tentando conquistar uma colega de classe, driblando a pobreza do dia-a-dia e querendo o amor da mãe emocionalmente distante Keti (Nutsa Kukhianidze). Quando ele atropela o ancião Otar (Marlen Egutia), a família dele exige um grande pagamento para não reportar o crime à polícia e a vida de todos sai de controle.

“Otar’s Death” acompanha tanto o lado de Nika e Keti, quanto o de Tamara (Eka Chavleishvili) e Oto (Archil Makalatia), respectivamente, filha e neto de Otar, enquanto tentam lidar com as implicações de seu dilema. Apesar disso, a maior parte dos 107 minutos de projeção se foca no adolescente, que. ao tentar processar os acontecimentos, desencadeia uma sequência de eventos perigosa e autodestrutiva.

DESCONFORTAVELMENTE CÔMICO

O roteiro, escrito por Bliadze e Elmar Imanov, lida de maneira geral com a moralidade das decisões que as pessoas tomam em horas difíceis. Tamara e Oto, por exemplo, se veem em conflito diante do que eles veem como uma extorsão, mas que poderá tirar a família da miséria. Tamara, por exemplo, é uma violoncelista clássica que treina um coral em seu vilarejo, o que sugere uma vida não realizada que sonha em tirar do papel com o pai fora do caminho e a bolada de dinheiro.

Em primeiro plano, no entanto, “Otar’s Death” é sobre a perda da inocência de Nika e sobre a busca de Keti por absolvição. O jovem se vê, de supetão, tendo que encarar um mundo onde suas intenções não importam e em que uma vida de bom comportamento não é capaz de protegê-lo de acontecimentos terríveis. Keti, por sua vez, é forçadamente removida de seu universo de flertes e festas e exposta à realidade do quanto seu distanciamento do filho causou esta situação.

A ação é registrada com habilidade pelas lentes do diretor de fotografia Dimitri Dekanosidze, que emula a alternância entre tragédia e comédia do roteiro em seus posicionamentos de câmera. Nos momentos mais tensos, o público pode ver cada linha de expressão dos atores em belos close-ups. Quando ele se afasta e filma à distância, expõe a indiferença do mundo diante das agruras das duas famílias – e o efeito é desconfortavelmente cômico.

O papel que azares e erros têm na trama fazem “Otar’s Death” parecer um conto dos irmãos Coen ambientado no Cáucaso – nada mal para um filme de estreia. Bliadze não está à procura de respostas fáceis e seu olhar sem julgamentos de pessoas que tomam atitudes mesquinhas com a melhor das intenções é hipnotizante.

‘Noite Passada em Soho’: quando prazer e pavor caminham lado a lado

É normal filmes de terror isolarem seus protagonistas antes de abrirem as válvulas do medo. "Noite Passada em Soho", novo filme do cineasta Edgar Wright (“Scott Pilgrim Contra o Mundo” e “Baby Driver – Em Ritmo de Fuga”), inverte essa lógica. Sua protagonista sai de...

‘Duna’: conceito se sobrepõe à emoção em filme estéril

Duna, o filme dirigido por Denis Villeneuve, começa com o protagonista acordando de um sonho, e tem alguém falando sobre um planeta, um império e uma tal de especiaria... A sensação é de ser jogado num universo alienígena e ela perdura por praticamente todo o filme. É...

‘Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge’ e um herói para inspirar o coletivo

Vamos responder logo de cara: Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, o último filme da bat-trilogia do diretor Christopher Nolan, é o pior dos três? É. É um filme com problemas? Sim. Mas é um filme ruim? Longe disso. Na verdade, quando Nolan foi concluir sua...

‘Spencer’: Kristen Stewart luta em vão contra filme maçante

Em "Spencer", Kristen Stewart se junta ao clube de atrizes - que inclui Naomi Watts (“Diana”) e Emma Corrin (“The Crown”) - que se lançaram ao desafio de retratar a Princesa Diana. A atriz traz uma energia caótica à personagem e a coloca no caminho de uma quase certa...

‘O Garoto Mais Bonito do Mundo’ e o dilema da beleza

Morte em Veneza, o filme do diretor italiano Luchino Visconti lançado em 1971 e baseado no livro de Thoman Mann, é sobre um homem tão apaixonado, tão obcecado pela beleza que presencia diariamente, que acaba destruindo a si próprio por causa disso. E essa beleza, no...

‘Venom: Tempo de Carnificina’: grande mérito é ser curto

Se alguém me dissesse que existe um filme com Tom Hardy, Michelle Williams, Naomie Harris e Woody Harrelson, eu logo diria que tinha tudo para ser um filmaço, porém, estamos falando de “Venom: Tempo de Carnificina” e isso, infelizmente, é autoexplicativo. A...

‘A Casa Sombria’: ótimo suspense de desfecho duvidoso

Um dos grandes destaques do Festival de Sundance do ano passado, "A Casa Sombria", chegou aos cinemas brasileiros após mais de um ano de seu lançamento. Sob a direção de David Bruckner (responsável por dirigir o futuro reboot de "Hellraiser"), o longa é um bom exemplo...

‘Free Guy’: aventura mostra bom caminho para adaptação de games

Adaptar o mundo dos jogos para as telonas é quase uma receita fadada ao fracasso. Inúmeros são os exemplos: "Super Mario Bros", "Street Fighter", "Tomb Raider: A Origem" e até o mais recente "Mortal Kombat" não escapou de ser uma péssima adaptação. Porém, quando a...

‘A Taça Quebrada’: a angustiante jornada de um fracassado

Não está fácil a vida de Rodrigo: músico sem grande sucesso, ele não aceita a separação da esposa ocorrida há dois anos (sim, 2 anos!) muito menos o novo relacionamento dela, além de sofrer com a distância do filho e de ver o trio morar na casa que precisou deixar. E...

‘Halloween Kills: O Terror Continua’: fanservice não segura filme sem avanços

Assim como ocorreu com Halloween (2018), a sensação que se tem ao final da sua sequência, Halloween Kills: O Terror Continua, é de... decepção. O filme dirigido por David Gordon Green que reviveu a icônica franquia de terror no aniversário de 40 anos do clássico...