Caio Pimenta apresenta as principais surpresas e ausências das indicações ao Oscar 2020.

Três filmes foram solenemente esquecidos nestas indicações: “Rocketman”, “Meu Nome é Dolemite” e “The Farewell”. A cinebiografia de Elton John parecia que estava crescendo rumo ao Oscar com vitória no Globo de Ouro e a indicação ao SAG do Taron Egerton, porém, o fantasma de “Bohemian Rhapsody” parece ter afetado as chances do filme. Porém, é quase injustificável as não-indicações em Figurino e Direção de Arte. Sobrou apenas Melhor Canção Original na qual é favorito com “I´m Gonna Love Again’.

“The Farewell” mostrou que despencou feio nesta temporada de premiações. Parecia um nome certo até metade de dezembro quando começou a perder força. Nem mesmo o apelo de falar com o público asiático foi suficiente para comover Hollywood e não teve chances nem mesmo em Atriz com Awkawkfina e Coadjuvante com a Zhao Shuzen.

Pior de tudo é que essa exclusão do Oscar pode fazer o filme demorar ainda mais para chegar ao Brasil.

Por fim, “Meu Nome é Dolemite” e “Joias Brutas” sofreram com a overdose de Netflix neste Oscar 2020. O serviço de streaming tinha concorrentes mais fortes na disputa – “O Irlandês”, “História de um Casamento” e “Dois Papas”. Mesmo assim, dava para encaixá-lo em Melhor Maquiagem e Penteado e também Figurino.

Falando em Netflix, o Robert de Niro, de “O Irlandês” confirmou a tendência e está fora do Oscar de Melhor Ator. Eu já falei aqui no canal dos motivos desta exclusão dele e tô deixando o link na descrição. E, claro, que não posso deixar de citar a decepção de todo mundo com a Lupita Nyong´o fora do Oscar.

Talvez estar em um filme de terror, talvez o lançamento muito distante da temporada de premiações, talvez o ano com grandes concorrentes, talvez uma campanha tímida. Justificativas pode até não faltar para essa exclusão, mas, cá entre nós, é uma injustiça tremenda.

Mais um ano de Oscar e mais uma vez as mulheres são ignoradas na categoria de Direção do Oscar. A Greta Gerwig, de “Adoráveis Mulheres”, que lutava ali com o Todd Philips pela quinta vaga, acabou de fora. Eu também já cheguei a discutir isso no canal e é um problema grave que a indústria precisa dar conta. É preciso dar mais espaço, mais voz e mais oportunidades para as mulheres na direção. Isso implica em uma diversidade de narrativas, histórias, olhares que só tem a enriquecer o cinema americano.

Em Melhor Ator Coadjuvante, o Song Kang-Ho até tentou, mas, não conseguiu superar os gigantes de Hollywood. Aliás, o elenco de “Parasita” não conseguiu nenhuma indicação. Outro esnobado foi “Frozen 2”: quem imaginava que o super-sucesso da Disney ia ficar de fora? Com isso, caminho mais do que aberto para  “Toy Story 4” levar esta estatueta.

E a manhã em Los Angeles não foi boa para as grandes estrelas da música. A Beyoncé ficou de fora da categoria de Melhor Canção Original pelo trabalho em “O Rei Leão”. É até corajoso por parte da Academia esta escolha, afinal, você não vai ter uma das maiores estrelas da atualidade no palco do Oscar. Mas, evidentemente que a maior esnobada de todas, foi a Jennifer Lopez em Melhor Atriz Coadjuvante.

Todas as listas, bolsas de apostas, especialistas contavam com a vaga da Jennifer Lopez por “As Golpistas”. Não duvido nada que o preconceito com o tipo de personagem e com a própria carreira da J.Lo possa ter afastado muitos votantes, preferindo o caminho mais seguro de votar em uma atriz consagrada como a Kathy Bates.

Completo esta lista de esnobados com “Era uma vez em Hollywood” e “1917” ambos fora do Melhor Montagem. Vamos agora para as surpresas, começando, claro, com o representante brasileiro no Oscar.

BRASIL NO OSCAR 2020

“Democracia em Vertigem” fez história não apenas a conseguir a indicação, mas, também derrubando o favorito “Apollo 11”. O feito obtido por Petra Costa é do mesmo tamanho ao alcançado por Fernanda Montenegro em Melhor Atriz por ‘Central do Brasil” e “O Menino e o Mundo” em Melhor Animação. Ser outsider, vindo da América Latina, apresentar uma história tão nossa e chegar ao Oscar é para poucos, ela conseguiu.

As indicações podem até não ser surpresa, mas, “Coringa” liderar a disputa com 11 indicações a frente de “Era uma vez em Hollywood”, “1917” e “O Irlandês” realmente mostra um carinho muito grande da indústria pelo filme. Agora, continuo achando bem difícil que ele vença. Falei mais sobre isso em um vídeo aqui no canal e estou deixando na descrição.

Se a J.Lo foi a decepção em Atriz Coadjuvante, Kathy Bates, de “O Caso Richard Jewell” e a Florence Pugh, de “Adoráveis Mulheres”, mandaram muito bem e conseguiram as vagas. Outra surpresa foi “Honeyland”, conseguindo um feito raro: indicação dupla em Melhor Filme Internacional e Documentário.

A Scarlett Johansson nunca tinha sido indicada para o Oscar e a Academia resolveu compensar logo com uma dupla nomeação em Atriz Coadjuvante por Jojo Rabbit e Atriz Principal por “História de um Casamento”. Provavelmente perde as duas, mas, já mostra que entrou no radar da Oscar.

Na turma dos blockbusters, “Star Wars” bateu “Vingadores: conseguiu três indicações contra apenas uma da maior bilheteria da história do cinema. E, por fim, o que dizer de “Malévola – Dona do Mal” indicada a Melhor Maquiagem e Penteado? Aqui, a equipe do “Dolemite” foi à loucura.

Oscar: E Se Fossem 5 indicados entre 2015 a 2020?

Caio Pimenta apresenta quais seriam as produções indicadas ao Oscar de Melhor Filme entre 2015 e 2020 se fossem cinco nomeados. https://www.youtube.com/watch?v=t3h2TAy26BU OSCAR 2015  O Oscar 2015 ficou dividido entre dois filmes que, com certeza, estariam na lista...

Oscar 2021 de Melhor Atriz – Previsões Iniciais

Parece tão distante – mais precisamente sete meses – mas, o Oscar 2021 já começa a dar os seus primeiros indícios de candidatos ao prêmio, principalmente, depois dos festivais de Veneza e Toronto. Por isso, eu inicio as primeiras prévias de quem pode aparecer no...

Oscar: O Melhor e o Pior das Escolhas do Brasil nos Anos 2010

De “Salve Geral” a “A Vida Invisível”, Caio Pimenta analisa quais os melhores e os piores filmes selecionados pelo Brasil para disputar o Oscar de Melhor Filme em Língua Não-Inglesa.  https://www.youtube.com/watch?v=3Ta6oZ9xHoE 11. PEQUENO SEGREDO  A pior escolha...

Oscar: TOP 10 Resultados Injustos dos Anos 1960

De “Confidências à Meia-Noite" a Julie Christie, Caio Pimenta traz os 10 resultados mais injustos do Oscar nos anos 1960.  https://www.youtube.com/watch?v=3pnXuW5MBMI 10. MELHOR ROTEIRO ORIGINAL - "CONFIDÊNCIAS À MEIA-NOITE" https://www.youtube.com/watch?v=9IlRmHS2994...

Oscar: E Se Fossem 10 Indicados entre 1970 a 1974?

De “A Noite dos Desesperados” a “O Último Tango em Paris”, Caio Pimenta apresenta quais seriam os filmes indicados ao Oscar de Melhor Filme se fossem 10 nomeados entre 1970 a 1974.  https://www.youtube.com/watch?v=Jjtbb4Bmp8A OSCAR 1970  Os ecos da Nova Hollywood...

Oscar: TOP 10 Maiores Esnobadas nos Anos 1960

De François Truffaut a “Psicose”, Caio Pimenta traz as 10 maiores esnobadas do Oscar nos anos 1960.  https://www.youtube.com/watch?v=2cfNUHjijEc 10. OMAR SHARIF, por "DOUTOR JIVAGO" Você protagoniza um dos maiores épicos da história do cinema, forma um par romântico...

Chadwick Boseman e baixa presença preta na história do Oscar

O Chadwick Boseman nos deixou de forma precoce aos 43 anos, vítima de câncer de cólon. O ator ficou conhecido mundialmente ao viver o “Pantera Negra” nos cinemas.   O personagem seria grande por si só, afinal, faz parte do bilionário e influente Universo Marvel. Mas,...

Oscar: TOP 10 Ganhadores Coadjuvantes nos Anos 1960

De Hugh Griffith, de “Ben-Hur”, a Ruth Gordon, por “O Bebê de Rosemary”, Caio Pimenta apresenta os 10 melhores vencedores das categorias de coadjuvantes do Oscar nos anos 1960.  https://www.youtube.com/watch?v=adDSi-Yzswg 10. GEORGE KENNEDY, por "REBELDIA INDOMÁVEL" ...

Oscar: E Se Fossem 10 Indicados entre 1975 a 1979?

De “A Noite Americana” a “Amarcord”, Caio Pimenta apresenta quais seriam os filmes indicados ao Oscar de Melhor Filme se fossem 10 nomeados entre 1975 a 1979.  https://www.youtube.com/watch?v=947lnFkKWPY OSCAR 1975  “O Poderoso Chefão 2” venceu o Oscar de 1975 em cima...

OSCAR: TOP 11 GanhadorAs de Melhor Atriz nos Anos 1960

De Elizabeth Taylor, por “Disque Butterfield 8”, a Barbara Streisand, em “Funny Girl – A Garota Genial”, Caio Pimenta apresenta o TOP 11 das vencedoras do Oscar de Melhor Atriz nos anos 1960.  11. KATHARINE HEPBURN, por "ADIVINHE QUEM VEM PARA JANTAR?" ...