De “Os Incríveis” a “Batman – O Cavaleiro das Trevas”, Caio Pimenta apresenta quais produções teriam sido nomeadas a Melhor Filme se fossem 10 indicados obrigatórios entre 2005 a 2009. 

OSCAR 2005 

2005 teve uma boa seleção. Foram indicados o bom “Ray”, os ótimos “Sideways”, “Em Busca da Terra do Nunca” e “O Aviador”. E o ganhador e melhor de todos, “Menina de Ouro”. Caso tivessem nomeado 10 produções a Melhor Filme, a lista, com certeza, teria sido de outro nível. 

Para começar, “Os Incríveis”, um dos melhores filmes da Pixar, estaria dentro. A produção foi indicada em quatro categorias, incluindo Roteiro Original, e venceu dois prêmios – Animação e Edição de Som. “Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças” também não passaria batido: o filme com o Jim Carrey foi indicado em Melhor Atriz com a Kate Winslet e venceu Roteiro Original. Para agradar os britânicos, “O Segredo de Vera Drake” iria conseguir uma das vagas. Vale lembrar que o Mike Leigh foi indicado a Melhor Direção. Por fim, a América do Sul estaria representada com “Diários de Motocicleta”: o drama dirigido pelo Walter Salles foi nomeado em Roteiro Adaptado e venceu Melhor Canção com o Jorge Drexler. 

Uma possibilidade de zebra seria “Hotel Ruanda”, filme estrelado pelo Don Cheadle. Já quem eu queria muito ver era “Homem-Aranha 2”. Para mim, destas aventuras menos sérias de HQs, ela é disparada a melhor. 

OSCAR 2006  

2006 tinha, pelo menos, três grandes candidatos: “O Segredo de Brokeback Mountain”, do Ang Lee, “Munique”, do Steven Spielberg, e “Boa Noite, Boa Sorte”, do George Clooney. Também tinha o bonzinho “Capote” e o ganhador, “Crash”.  Se fossem 10 indicados, a lista ficaria bem mais ou menos. 

A presença do insosso “Memórias de uma Gueixa” seria inevitável: a produção foi indicada em 6 categorias, vencendo em Fotografia, Figurino e Direção de Arte. O confuso “Syriana” também acabaria aparecendo: foi indicado em Roteiro Original e venceu Ator Coadjuvante com o George Clooney. Melhorando o nível, teríamos o Brasil com o Fernando Meirelles e seu “O Jardineiro Fiel”, que, em 2006, concorreu em quatro categorias e venceu Melhor Atriz Coadjuvante com a Rachel Weisz. “Orgulho e Preconceito” seria outro bom projeto indicado e “King Kong” seria apenas para fechar a lista. 

A zebra podia ficar com o “Marcas da Violência”, suspense muito legal do David Cronenberg com o Viggo Mortensen. Já quem eu queria ver era o “Match Point”, um dos melhores filmes dos últimos anos do Woody Allen e que no Oscar 2006 conseguiu uma única indicação: justamente em Melhor Roteiro Original. 

OSCAR 2007 

“Os Infiltrados” foi o primeiro filme do Martin Scorsese a vencer o Oscar de Melhor Filme e ele também levar Direção.  Em 2007, ele disputou contra os bons “Babel”, “Pequena Miss Sunshine”, “A Rainha” e “Cartas de Iwo Jima”. Já a lista com 10 filmes elevaria demais o nível. 

Teríamos, por exemplo, “O Labirinto do Fauno”, obra-prima de fantasia do Guillermo Del Toro vencedora de três importantes Oscar – Fotografia, Maquiagem e Direção de Arte – além de ter sido indicado a Roteiro Original. O suspense brilhante “Voo United 93” tinha vaga também até porque o Paul Greengrass foi nomeado em Melhor Direção. “Pecados Íntimos” e “Diamante de Sangue” teriam espaço assim como “Dreamgirls”, que surpreendeu por ter ficado de fora mesmo tendo conseguindo oito nomeações. 

A zebra da disputa poderia ter sido “Filhos da Esperança”, uma ficção científica maravilhosa do Alfonso Cuáron. Já quem queria ver era “O Diabo Veste Prada”, uma comédia romântica com um elenco feminino sensacional formado pela Meryl Streep, Anne Hathaway e a Emily Blunt. 

OSCAR 2008 

2008 teve duas obras-primas: “Onde Fracos Não Têm Vez” e “Sangue Negro”. Completaram a lista o simpático “Juno”, o competente “Conduta de Risco” e, pelo menos para mim, o decepcionante “Desejo e Reparação”.  

Se fossem 10 indicados, a lista ia ficar desequilibrada: teríamos muita coisa boa e outros nem tanto. 

Dois sucessos de bilheteria teriam espaço: “O Ultimato Bourne”, filme que conseguiu 100% de aproveitamento no Oscar ao vencer as três categorias que disputou – Montagem, Som e Edição de Som; o segundo seria “Ratatouille”, filmaço da Pixar indicado em cinco categorias, incluindo Roteiro Original, e vencedora de Melhor Animação. O francês “O Escafandro e a Borboleta” teve obteve nomeações em Melhor Direção, Roteiro Adaptado, Fotografia e Montagem e, dificilmente, ficaria na lista de Melhor Filme. Já o exagerado “Piaf – Um Hino ao Amor” teria espaço e, por falta de opção, “Sweeney Todd” completaria a lista. 

Como a Academia adora o Ridley Scott, “O Gângster” poderia pintar como zebra, enquanto se dependesse de mim, teria uma vaga para “O Assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford”. 

OSCAR 2009 

O Oscar 2009 teve uma lista, com todo o respeito, bem safada. “Quem Quer Ser um Milionário?” era o melhorzinho de uma turma que ainda contava com os corretos “Milk” e “Frost/Nixon”, o fraco “O Leitor” e “Benjamin Button”, na minha visão, o filme mais fraco da carreira do David Fincher. 

Agora, se tivéssemos 10 indicados, tranquilamente, essa lista estava em outro nível. 

Amado pela Academia, o Clint Eastwood seria barbada com “A Troca”. O ótimo “Dúvida” conseguiu cinco indicações importantes – quatro delas em categorias de atuação e uma de Roteiro Adaptado – e estaria em Melhor Filme. O Sam Mendes surgiria com a dupla de “Titanic” em “Foi Apenas um Sonho”. A Pixar encerraria a década com mais uma indicação a Melhor Filme com “Wall-E” e, claro, “Batman – O Cavaleiro das Trevas” não seria esnobado. O filme do Christopher Nolan teve 8 indicações, mas, ficou fora do prêmio máximo. 

A zebra poderia ter sido o filme que eu também apoiaria que era o visceral “O Lutador”, do Darren Aronofsky e com uma atuação fantástica do Mickey Rourke. 

Oscar 2021: Quais Deveriam ser os Ganhadores? – Parte 2

Caio Pimenta segue analisando quais deveriam ser os ganhadores do Oscar em nove categorias, incluindo Melhor Filme e atuações. https://www.youtube.com/watch?v=hL7kLULHAd8 DOCUMENTÁRIO E ANIMAÇÕES Entre os documentários em longas-metragens, meu favorito é o chileno “O...

Oscar 2021: Quais Deveriam ser os Ganhadores? – Parte 1

Caio Pimenta analisa quais deveriam ser os ganhadores do Oscar em nove categorias, incluindo Melhor Direção e roteiros. https://www.youtube.com/watch?v=HhiLEu6vciY CURTA E SOM Vamos começar com os curtas de ficção.    O meu favorito é o israelense “White Eye” seguido...

Oscar: TOP 10 Maiores Momentos da Década 2010

De Leonardo DiCaprio a Lady Gaga, Caio Pimenta apresenta uma lista com os 10 momentos mais marcantes do Oscar na década de 2010.  https://www.youtube.com/watch?v=HZm_rdBu7d8 10. RUTH E. CARTER E HANNAH BEACHLER  https://www.youtube.com/watch?v=bw_n6O0d46k...

Oscar 2021: Qual filme tem mais chance de surpreender “Nomadland”?

Grandes rivalidades marcaram muitos anos do Oscar.  Quem não lembra dos duelos de “E o Vento Levou” e “O Mágico de Oz” ou “A Malvada” versus “Crepúsculo dos Deuses”, “A Noviça Rebelde” contra “Doutor Jivago”, “O Poderoso Chefão” versus “Cabaret”, “Kramer Vs Kramer”...

SAG 2021: ‘Os Sete de Chicago’ vence Melhor Elenco e ganha força para o Oscar

Apesar de uma lista repleta de diversidades, o SAG 2021 de Melhor Elenco foi para uma produção de maioria branca com “Os Sete de Chicago”. https://www.youtube.com/watch?v=dh-sPpPXQ0E O filme traz gigantes como Michael Keaton, Eddie Redmayne, Sacha Baron Cohen,...

SAG 2021: Viola Davis mostra força e vence em Melhor Atriz

Até tentaram tirar o protagonismo do filme dela, mas, Viola Davis é tão forte que cá está conquistando o prêmio de Melhor Atriz do SAG 2021 por "A Voz Suprema do Blues". Este é o segundo prêmio da estrela no evento: a primeira aconteceu em 2012 com “Histórias...

SAG 2021: Chadwick Boseman segue imbatível e vence Melhor Ator

A maior barbada do SAG 2021 se confirmou: Chadwick Boseman leva o prêmio de Melhor Ator por “A Voz Suprema do Blues”. Este é o primeiro troféu póstumo da categoria. https://www.youtube.com/watch?v=lyWyv6fYmQ8 Vale lembrar que o Chadwick já venceu o Globo de Ouro e o...

SAG 2021: destaque de ‘Minari’, Yun-Jung Youn vence Melhor Atriz Coadjuvante

Yun-Jung Youn. Vencedora de Melhor Atriz Coadjuvante por “Minari”, ela é a primeira mulher vencedora de um SAG no cinema por um filme não falado em inglês. Entre os homens, o feito ficou por conta do Roberto Benigni, em 1999, por “A Vida é Bela”. ...

SAG 2021: Daniel Kaluuya mantém domínio e vence Melhor Ator Coadjuvante

Depois de levar o Globo de Ouro e o Critics Choice Awards, chegou a hora de Daniel Kaluuya conquistar o SAG 2021. Ele venceu Melhor Ator Coadjuvante por “Judas e o Messias Negro”.  https://www.youtube.com/watch?v=zgKyo_vtBWw Dividindo o protagonismo com...

Oscar 2021: As Cinco Categorias Mais Disputadas da Temporada

Caio Pimenta analisa quais são as cinco categorias mais indefinidas da disputa pelo Oscar 2021 e as possibilidades dos indicados.  https://www.youtube.com/watch?v=moG6OZ3IQ4Q CANÇÃO ORIGINAL  A categoria traz “Speak Now”, de “Uma Noite em Miami”, “Fight for You”, de...