De “Quero Ser Grande” a “Um Lindo Dia na Vizinhança”, Caio Pimenta analisa quais as melhores e piores indicações de Tom Hanks no Oscar.

6. O RESGATE DO SOLDADO RYAN

Para você ver o nível do Tom Hanks, a indicação vinda da atuação que considero mais fraca dentre as seis é de “O Resgate do Soldado Ryan”, em 1999.

No épico de guerra do Steven Spielberg, o astro lidera o grupo de soldados na missão de encontrar o tal soldado Ryan. Hanks personifica a honra do militar norte-americano de cumprir seu objetivo ao liderar seus comandados mesmo que não concorde com os riscos de expor todos aqueles homens.

No Oscar mais equivocado da história, o Hanks perdeu Melhor Ator para o Roberto Benigni, de “A Vida é Bela”. Se a competição fosse apenas contra o italiano, o astro deveria ter levado a terceira estatueta. Porém, tinha naquela corrida o Edward Norton, de “A Outra História Americana”, o vencedor moral.

5. QUERO SER GRANDE

A primeira indicação do Tom Hanks ao Oscar veio por um clássico da Sessão da Tarde.

Em 1989, ele foi nomeado a Melhor Ator por “Quero Ser Grande”. Neste filme delicioso da Penny Marshall, o ator brilha ao incorporar a ingenuidade da adolescência com uma energia comovente de alguém descobrindo as delícias e os problemas da vida adulta.

Em meio a tantos trabalhos dramáticos indicados anualmente, ser reconhecido por uma comédia logo no início da carreira apontava um talento brilhante surgindo em Hollywood.

A vitória naquele ano acabou sendo do Dustin Hoffman, por “Rain Man”.

4. UM LINDO DIA NA VIZINHANÇA

Participar do dia a dia da Academia e ser amado por seus pares não significa necessariamente que você sempre será nomeado para o Oscar. Que o diga o Tom Hanks: ele passou 19 anos sem ser indicado e somente voltou em 2020 por “Um Lindo Dia na Vizinhança” em Melhor Ator Coadjuvante.

Neste subestimado drama dirigido pela Marielle Heller, o Hanks encarna o lendário Fred Rogers, apresentador infantil mais conhecido da televisão dos EUA. Com uma delicadeza ímpar, o ator incorpora a leveza e cuidado do protagonista para com todos ao seu redor. É um filme e desempenho necessários para tempos tão cínicos e raivosos como os atuais.

O Tom Hanks acabou perdendo a estatueta para o Brad Pitt, de “Era uma vez em Hollywood”.

3. NÁUFRAGO

Chegamos ao pódio com a indicação dele ao Oscar 2001 de Melhor Ator.

“Náufrago” foi o mais desafiador filme da carreira do Tom Hanks, afinal, ele teria o desafio de segurar sozinho a atenção do público por mais de 2h em uma produção com orçamento de US$ 90 milhões. E o astro se saiu muito bem seja na entrega física como em nos envolver na jornada de sobrevivência do protagonista. Não é sempre que um ator consegue emocionar o público por sua relação com uma bola de vôlei.

O Tom Hanks até chegou com chances de vitória no Oscar após vencer o Globo de Ouro, porém, não conseguiu segurar o Russell Crowe, de “Gladiador”.

2. FORREST GUMP

“Forrest Gump” pode dividir muita gente, mas, não dá para negar que o Tom Hanks esteja brilhante no longa do Robert Zemeckis.

O risco de ser caricatural era enorme, mas, o ator dosa bem o humor com o drama dentro de uma linha sensível para criar uma figura fascinante. Forrest Gump se tornou um daqueles ícones imortalizados de Hollywood graças ao talento de Hanks.

Foi o segundo Oscar consecutivo do Tom Hanks em Melhor Ator, igualando o recorde do Spencer Tracy.

1. FILADÉLFIA

A primeira colocação deste ranking vem da primeira vitória do ator no Oscar.

Em “Filadélfia”, o astro não apenas traz uma atuação excelente; viver um personagem com o vírus da AIDS em uma época em que havia preconceito e desconhecimento enorme sobre o assunto é de coragem e grandeza absurdas.

O discurso de agradecimento na cerimônia do Oscar de 1994 é a cereja do bolo de um trabalho digno de aplauso de pé.

MAIOR ESNOBADA – “CAPITÃO PHILLIPS”

Ainda que seja um ator brilhante e tenha uma carreira marcada por grandes sucessos, não dá para dizer que o Tom Hanks teve tantas atuações esnobadas no Oscar.

Gosto dos trabalhos dele em “Apollo 13”, “À Espera de um Milagre”, “Estrada Para a Perdição” e “O Terminal”, mas, não consigo dizer que foram injustamente esquecidos pela Academia levando em consideração quem foram os indicados nos seus respectivos anos.

Porém, teve sim uma esnobada que foi absurda.

O Tom Hanks está excelente em “Capitão Phillips”. Novamente, ele exerce a função de liderança em uma situação tensa, porém, aqui, o temor de um desfecho trágico está estampado em cada ação e gesto dele. Toda tensão inserida pelo diretor Paul Greengrass na montagem encontra vazão na face do ator e a cena final é brilhante ao descarregar toda emoção à flor da pele.

Apesar da lista de indicados a Melhor Ator em 2014 ter sido excelente, para mim, o Christian Bale, de “Trapaça”, tinha que ter sido sacado para a entrada do Tom Hanks.

Oscar: TOP 10 Ganhadores Melhor Filme Internacional nos Anos 2010

De "O Segredo dos Seus Olhos", da Argentina, a "Roma", do México, Caio Pimenta elege o TOP 10 dos Ganhadores de Melhor Filme Internacional nos Anos 2010. PS: até 2019, a categoria se chamava Melhor Filme de Língua Não-Inglesa, porém, para fins de maior entendimento,...

Oscar: Os Quase Indicados a Melhor Filme (2000 a 2022)

De "Quero ser John Malkovich" a "Apresentando os Ricardos", Caio Pimenta traz as obras que bateram na trave para serem indicadas a Melhor Filme no Oscar. https://www.youtube.com/watch?v=vPU4Vhgr55Y 2000 a 2009 Com apoio de Harvey Weinstein, “Regras da Vida”...

Oscar: 10 Atuações Masculinas que não deram sorte na Premiação (2000-2020)

De Gary Oldman a Michael Keaton, Caio Pimenta traz um TOP 10 com atuações masculinas que não sorte no Oscar. https://www.youtube.com/watch?v=GdrLBWPhCys 10. GARY OLDMAN, POR "O ESPIÃO QUE SABIA DEMAIS" O décimo lugar deste TOP 10 ocorreu há 10 anos.   O Jean Dujardin...

Oscar: 10 Atuações Femininas que não deram sorte na Premiação (2000-2020)

De Nicole Kidman, por "Moulin Rouge", a Ellen Burstyn, de "Réquiem Para um Sonho", Caio Pimenta traz um TOP 10 com atrizes que não sorte no Oscar, seja por concorrer contra uma mega favorita ou estar no meio de uma disputa entre duas candidatas fortes....

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Saoirse Ronan e Penélope Cruz

Das nomeações por "Desejo e Reparação" e "Volver" a "Adoráveis Mulheres" e "Mães Paralelas", Caio Pimenta analisa quais as melhores e piores indicações de Saoirse Ronan e Penélope Cruz no Oscar. https://www.youtube.com/watch?v=0awFQcqEwSw 4. "BROOKLYN" Começando com a...

Oscar 2023 – Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 9

De Steven Spielberg a Alejandro González Iñarritu, Caio Pimenta aponta os últimos 10 candidatos ao Oscar 2023. "THE FABELMANS" E "BARDO" Steven Spielberg fez uma campanha digna com “Amor, Sublime Amor” no Oscar 2022 ainda que se esperasse mais do musical na briga com...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Christian Bale e Joaquin Phoenix

Das nomeações por "O Vencedor" e "Gladiador" a "Vice" e "Coringa", Caio Pimenta analisa quais as melhores e piores indicações de Christian Bale e Joaquin Phoenix no Oscar. 4. A GRANDE APOSTA Começo com o Christian Bale e a indicação mais fraca dele ao Oscar, para mim,...

Brasil no Oscar 2023: Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 8

No especial dos candidatos do Oscar 2023, Caio Pimenta traz uma lista com sete filmes brasileiros que podem representar o país. https://www.youtube.com/watch?v=AMOUGgQqXiM "MARTE UM", "O LIVRO DOS PRAZERES" E "A Primeira Morte de Joana” Vamos então aos candidatos...

Oscar: TOP 10 Maiores Momentos da Década 1950

Dos recordes de "Gigi" e "A Malvada" às indicações póstumas de James, Caio Pimenta traz os 10 maiores momentos do Oscar nos anos 1950. 10. IMPROVISO DE JERRY LEWIS EM 1959 https://www.youtube.com/watch?v=2riKdGOdU3E&t=157s A lista do Oscar nos anos 1950 continua...

Oscar 2023: Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 7

No especial dos candidatos do Oscar 2023, Caio Pimenta traz uma lista com oito filmes brasileiros que podem representar o país. MEDUSA https://www.youtube.com/watch?v=3yW1VUtYXN0 A lista começa com “Medusa”, novo filme de Anita Rocha da Silveira.   Premiado no...