De “Quero Ser Grande” a “Um Lindo Dia na Vizinhança”, Caio Pimenta analisa quais as melhores e piores indicações de Tom Hanks no Oscar.

6. O RESGATE DO SOLDADO RYAN

Para você ver o nível do Tom Hanks, a indicação vinda da atuação que considero mais fraca dentre as seis é de “O Resgate do Soldado Ryan”, em 1999.

No épico de guerra do Steven Spielberg, o astro lidera o grupo de soldados na missão de encontrar o tal soldado Ryan. Hanks personifica a honra do militar norte-americano de cumprir seu objetivo ao liderar seus comandados mesmo que não concorde com os riscos de expor todos aqueles homens.

No Oscar mais equivocado da história, o Hanks perdeu Melhor Ator para o Roberto Benigni, de “A Vida é Bela”. Se a competição fosse apenas contra o italiano, o astro deveria ter levado a terceira estatueta. Porém, tinha naquela corrida o Edward Norton, de “A Outra História Americana”, o vencedor moral.

5. QUERO SER GRANDE

A primeira indicação do Tom Hanks ao Oscar veio por um clássico da Sessão da Tarde.

Em 1989, ele foi nomeado a Melhor Ator por “Quero Ser Grande”. Neste filme delicioso da Penny Marshall, o ator brilha ao incorporar a ingenuidade da adolescência com uma energia comovente de alguém descobrindo as delícias e os problemas da vida adulta.

Em meio a tantos trabalhos dramáticos indicados anualmente, ser reconhecido por uma comédia logo no início da carreira apontava um talento brilhante surgindo em Hollywood.

A vitória naquele ano acabou sendo do Dustin Hoffman, por “Rain Man”.

4. UM LINDO DIA NA VIZINHANÇA

Participar do dia a dia da Academia e ser amado por seus pares não significa necessariamente que você sempre será nomeado para o Oscar. Que o diga o Tom Hanks: ele passou 19 anos sem ser indicado e somente voltou em 2020 por “Um Lindo Dia na Vizinhança” em Melhor Ator Coadjuvante.

Neste subestimado drama dirigido pela Marielle Heller, o Hanks encarna o lendário Fred Rogers, apresentador infantil mais conhecido da televisão dos EUA. Com uma delicadeza ímpar, o ator incorpora a leveza e cuidado do protagonista para com todos ao seu redor. É um filme e desempenho necessários para tempos tão cínicos e raivosos como os atuais.

O Tom Hanks acabou perdendo a estatueta para o Brad Pitt, de “Era uma vez em Hollywood”.

3. NÁUFRAGO

Chegamos ao pódio com a indicação dele ao Oscar 2001 de Melhor Ator.

“Náufrago” foi o mais desafiador filme da carreira do Tom Hanks, afinal, ele teria o desafio de segurar sozinho a atenção do público por mais de 2h em uma produção com orçamento de US$ 90 milhões. E o astro se saiu muito bem seja na entrega física como em nos envolver na jornada de sobrevivência do protagonista. Não é sempre que um ator consegue emocionar o público por sua relação com uma bola de vôlei.

O Tom Hanks até chegou com chances de vitória no Oscar após vencer o Globo de Ouro, porém, não conseguiu segurar o Russell Crowe, de “Gladiador”.

2. FORREST GUMP

“Forrest Gump” pode dividir muita gente, mas, não dá para negar que o Tom Hanks esteja brilhante no longa do Robert Zemeckis.

O risco de ser caricatural era enorme, mas, o ator dosa bem o humor com o drama dentro de uma linha sensível para criar uma figura fascinante. Forrest Gump se tornou um daqueles ícones imortalizados de Hollywood graças ao talento de Hanks.

Foi o segundo Oscar consecutivo do Tom Hanks em Melhor Ator, igualando o recorde do Spencer Tracy.

1. FILADÉLFIA

A primeira colocação deste ranking vem da primeira vitória do ator no Oscar.

Em “Filadélfia”, o astro não apenas traz uma atuação excelente; viver um personagem com o vírus da AIDS em uma época em que havia preconceito e desconhecimento enorme sobre o assunto é de coragem e grandeza absurdas.

O discurso de agradecimento na cerimônia do Oscar de 1994 é a cereja do bolo de um trabalho digno de aplauso de pé.

MAIOR ESNOBADA – “CAPITÃO PHILLIPS”

Ainda que seja um ator brilhante e tenha uma carreira marcada por grandes sucessos, não dá para dizer que o Tom Hanks teve tantas atuações esnobadas no Oscar.

Gosto dos trabalhos dele em “Apollo 13”, “À Espera de um Milagre”, “Estrada Para a Perdição” e “O Terminal”, mas, não consigo dizer que foram injustamente esquecidos pela Academia levando em consideração quem foram os indicados nos seus respectivos anos.

Porém, teve sim uma esnobada que foi absurda.

O Tom Hanks está excelente em “Capitão Phillips”. Novamente, ele exerce a função de liderança em uma situação tensa, porém, aqui, o temor de um desfecho trágico está estampado em cada ação e gesto dele. Toda tensão inserida pelo diretor Paul Greengrass na montagem encontra vazão na face do ator e a cena final é brilhante ao descarregar toda emoção à flor da pele.

Apesar da lista de indicados a Melhor Ator em 2014 ter sido excelente, para mim, o Christian Bale, de “Trapaça”, tinha que ter sido sacado para a entrada do Tom Hanks.

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Clint Eastwood e Francis Ford Coppola

De “O Poderoso Chefão” a “Cartas de Iwo Jima”, Caio Pimenta analisa da pior a melhor indicação de Clint Eastwood e Francis Ford Coppola ao Oscar. 4. SOBRE MENINOS E LOBOS  A primeira de uma série de três indicações consecutivas do Clint Eastwood aconteceu em 2004.  Em...

Oscar 2022: Cinco Narrativas de Grandes Candidatos a Prêmios

De Paul Thomas Anderson a Will Smith, Caio Pimenta aponta cinco narrativas que podem ajudar grandes nomes a levarem o Oscar 2022. https://www.youtube.com/watch?v=j4C7c3gIILo KENNETH BRANAGH   Em Melhor Direção, o Kenneth Branagh aparece como o favorito para levar a...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Denzel Washington

De “Um Grito de Liberdade” a “Roman J. Israel Esq”, Caio Pimenta analisa da pior a melhor indicação de Denzel Washington ao Oscar.  https://www.youtube.com/watch?v=EdFS6qS1DOI 8. ROMAN J ISRAEL ESQ  Das oito indicações do Denzel ao Oscar, o pior trabalho ficou...

Oscar 2022: As Possíveis Surpresas e Decepções da Temporada de Premiações

De “Licorice Plzza” a Ben Affleck, Caio Pimenta lista possíveis surpresas e decepções da temporada de premiações rumo ao Oscar 2022. https://www.youtube.com/watch?v=wK7wzJ40eGo AS POSSÍVEIS SURPRESAS  Que “Licorice Pizza” estará no Oscar, isso é mais do que certo....

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Nicole Kidman e Jennifer Lawrence

Das nomeações por "Moulin Rouge" e "Inverno da Alma" a "Lion" e "Joy", Caio Pimenta analisa quais as melhores e piores indicações de Nicole Kidman e Jennifer Lawrence no Oscar. https://www.youtube.com/watch?v=T_TfJwxVcwI 4. LION  Começamos com a Nicole Kidman e sua...

Lady Gaga e Kristen Stewart: Quem Chega Mais Forte no Oscar 2022?

Caio Pimenta analisa os pontos a favor e contra de Lady Gaga, de "Casa Gucci", e Kristen Stewart, de "Spencer", no Oscar 2022 de Melhor Atriz. https://youtu.be/eoeoDQn7TD0 PONTOS A FAVOR DE LADY GAGA  A Lady Gaga tem boas credenciais para acreditar que pode sim levar...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Jane Fonda

Falar da beleza, carisma e do engajamento político de Jane Fonda é chover no molhado. Porém, a estrela de Hollywood também era uma grande atriz e as sete indicações com duas vitórias provam isso.  Por isso, eu faço esta homenagem a ela trazendo da pior à melhor...

Oscar 2022: Previsões Iniciais de Melhor Animação

De “Flee” a “A Família Mitchell e a Rebelião das Máquinas”, Caio Pimenta apresenta a lista de candidatos ao Oscar 2022 de Melhor Animação.  CHANCES MÍNIMAS  Três franquias vão manter a regularidade no Oscar: todas elas seguirão sem indicações.  Se os três primeiros...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Daniel Day-Lewis

Chegou a hora de falar do maior vencedor da categoria de Melhor Ator: Daniel Day-Lewis conseguiu seis indicações e levou a estatueta em três ocasiões.  Nada mais do que justo a um dos maiores de todos os tempos; um intérprete que se entregava de maneira completa aos...

Oscar 2022: Previsões Iniciais de Melhor Filme Internacional e as chances do Brasil

O prazo para cada país enviar o seu candidato ao Oscar de Melhor Filme Internacional chegou ao fim no dia 1 de novembro.   Entre algumas surpresas e outros candidatos já esperados, chegou a hora de apontar quem chega forte para disputa e, claro, analisar a situação...