Faz tempo que os fãs dos filmes da Marvel não assistem a um filme do estúdio nos cinemas: a última vez foi com “Homem-Aranha – Longe de Casa“, lançado em 4 de julho de 2019. Pouco mais de dois anos, este hiato chegará ao fim: “Viúva Negra” estreia no próximo dia 8 de julho simultaneamente nos cinemas mundiais e no Disney Plus.

Em Manaus, o Kinoplex, localizado no Amazonas Shopping, já iniciou as vendas de ingressos para as sessões do filme. Estão disponibilizados para o público os horários de 14h00, 16h50, 19h40 na sala 3. Infelizmente, até o momento, todas elas são dubladas. Vale lembrar que somente estão disponíveis 50% dos assentos por conta das restrições sanitárias da Covid-19.

Dirigido por Cate Shortland, o filme traz Natasha Romanoff, também conhecida como Viúva Negra, precisando confrontar as partes de sua história quando surge uma conspiração perigosa ligada ao seu passado. Perseguida por uma força que não irá parar até derrotá-la, Natasha terá que lidar com sua antiga vida de espiã, e também, reencontrar parte de sua família que deixou para trás antes de se tornar uma Vingadora.

Além de Scarlett Johansson, o elenco também conta com Florence Pugh, David Harbour, Rachel Weisz, Ray Winstone, William Hurt e O-T Fagbenle.

Antônio Gonçalves Jr: “o Olhar de Cinema busca filmes que fujam do lugar comum”

O Olhar de Cinema se tornou uma das grandes referências dos festivais de cinema no Brasil chegando à edição de número 11 neste decisivo ano de 2022. De volta ao presencial, depois de dois anos de distanciamento, o Olhar de Cinema ocorreu pela primeira vez em formato...

Janaína Nagata e o peculiar processo de um desktop movie

Pense na cena: você compra um projetor de 16 milímetros e, junto com ele, chegam vários filmes aleatórios, inclusive, registros caseiros de uma família da África do Sul de décadas passadas. Esta situação estranha foi o ponto de partida para a artista visual Janaína...

Marcelo Lordello e a saga para ‘Paterno’ chegar aos cinemas

Marcelo Lordello está de volta aos longas-metragens com "Paterno" exatamente uma década depois de "Eles Voltam", obra ganhadora do Festival de Brasília em Melhor Filme, Atriz com Maria Luiza Tavares e Atriz Coadjuvante com Elayne de Moura. Em "Paterno", o diretor e...

Marco Ricca: “saí estranho de ‘Paterno’ e espero que o público também sinta isso’

"O Que é Isso Companheiro?". "O Invasor", "O Casamento de Romeu e Julieta", "A Via Láctea", "Verônica", "Chatô: O Rei do Brasil", "Canastra Suja", "Duas Irenes", "Hebe: A Estrela do Brasil"... A carreira de Marco Ricca se confunde com o cinema brasileiro dos últimos...

Marcus Curvelo e Murilo Sampaio: “fazer filme virou um ato de sobrevivência”

Destaque da Mostra Outros Olhares do Festival Olhar de Cinema 2022, “Garotos Ingleses” é o novo curta-metragem dirigido e escrito por Marcus Curvello. Com uma filmografia premiada em festivais brasileiros nos últimos anos por obras como “Mamata” (2017), "Regresso de...

Michel Guerrero e as memórias da infância no Cine Carmen Miranda

Michel Guerrero possui uma longa carreira no teatro manauara, incluindo sua personagem mais famosa, Lady Park. Agora, ele revive sua paixão de infância pelo cinema para produzir seu primeiro curta-metragem como diretor, “Cine Carmen Miranda”. Partindo de uma narrativa...

Cláudio Bitencourt e Diego Lopes: “o talento do Marco Ricca elevou ainda mais ‘Lamento’”

Glamourosos e com uma diversidade de gente de todos os tipos entre hóspedes e clientes, hotéis sempre foram locais adorados por roteiristas e diretores para ambientarem suas produções. De Edmund Goulding em "O Grande Hotel" (1932) ao clássico "O Iluminado", de Stanley...

Daniel Nolasco: ‘A História brasileira ressignificou ‘Vento Seco’’

"Vento Seco" estreia no circuito comercial dos cinemas brasileiros em um mundo bem diferente de quando foi formulado inicialmente lá no longuíquo 2013. A chegada de um governo de extrema-direita ao poder e todo o preconceito contra minorias trazido por ele coloca...

Ignacio Rogers: ‘’O Diabo Branco’ mostra como as feridas da colonização seguem abertas’

 Com uma trajetória na carreira de ator iniciada em 2005, o argentino Ignacio Rogers resolveu se aventurar na direção de longas-metragens neste ano com “O Diabo Branco”. A produção em cartaz nos cinemas brasileiros toca em pontos sensíveis da colonização...

Heitor Dhalia: ““Anna” foi um filme desafiado pelo seu tempo”

Um nome importante do meio artístico utilizando seu prestígio para promover um ambiente tóxico de trabalho ao promover abusos morais e até sexuais a seus subordinados. Não, ainda não se trata da cinebiografia de Harvey Weinstein e sim do mote principal de “Anna”, novo...