Grande sucesso da Marvel e recorde de bilheteria mundial, “Vingadores: Ultimato” foi o filme com mais ingressos vendidos nos cinemas de Manaus entre janeiro deste ano até a primeira quinzena de agosto. A superprodução com Robert Downey Jr. vendeu mais de 389 mil entradas em mais de dois meses em cartaz, arrecadando R$ 6,3 milhões somente na capital amazonense. Os dados são do Observatório Brasileiro do Cinema e Audiovisual (OCA), da Ancine. 

“Vingadores: Ultimato” representa o domínio das produções internacionais, especialmente, de Hollywood nas salas de Manaus. A arrecadação total nos cinemas da capital somou R$ 35,2 milhões, sendo 92,5% deste montante de longas do exterior. Os números devem melhorar nas próximas semanas com o acréscimo dos resultados de “Nada a Perder 2” e “Bacurau”. 

Os sete complexos cinematográficos em funcionamento na cidade faturaram 11,59% a mais do que o mesmo período em 2018 – R$ 31,5 milhões. Quanto à venda de ingressos, houve uma ligeira alta: o OCA registra 2,38 milhões de ingressos comercializados em 2019 contra 2,36 milhões do ano passado. 

Confira abaixo o TOP 20 dos filmes mais vistos nos cinemas de Manaus em 2019 até a primeira quinzena de agosto: 

1) Vingadores: Ultimato

Ingressos Vendidos: 389,9 mil
Renda: R$ 6,3 milhões
 

2) O Rei Leão 

Ingressos Vendidos: 206,1 mil
Renda: R$ 3,2 milhões 

3) Capitã Marvel 

Ingressos Vendidos: 186,3 mil
Renda: R$ 2,7 milhões 

4) Toy Story 4 

Ingressos Vendidos: 154 mil
Renda: 2,2 milhões
 

5) Homem-Aranha: Longe de Casa 

Ingressos Vendidos: 127,5 mil
Renda: R$ 1,9 milhão
 

6) Wi-Fi Ralph 

Ingressos Vendidos: 103 mil
Renda: R$ 1,3 milhão
 

7) Como Treinar Seu Dragão 3 

Ingressos Vendidos: 87,7 mil
Renda: R$ 1,2 milhão
 

8) Aladdin 

Ingressos Vendidos: 83 mil
Renda: R$ 1,3 milhão
 

9) Minha Vida em Marte* 

Ingressos Vendidos: 85,1 mil
Renda: R$ 1,1 milhão
 

10) Shazam! 

Ingressos Vendidos: 58,7 mil
Renda: R$ 913 mil
 

11) Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw 

Ingressos Vendidos: 48,8 mil
Renda: R$ 760 mil
 

12) Dragon Ball: Super Broly 

Ingressos Vendidos: 46,5 mil
Renda: R$ 582 mil
 

13) Nada a Perder 2 

Ingressos Vendidos: 44,4 mil
Renda: R$ 363 mil
 

14) Homem-Aranha no Aranhaverso 

Ingressos Vendidos: 43,1 mil
Renda: R$ 591 mil
 

15) Superação – O Milagre da Fé 

Ingressos Vendidos: 41,7 mil
Renda: R$ 567 mil
 

16) De Pernas Pro Ar 3 

Ingressos Vendidos: 39,5 mil
Renda: R$ 586 mil
 

17) X-Men: Fênix Negra 

Ingressos Vendidos: 38 mil
Renda: R$ 595 mil
 

18) Annabelle 3: De Volta Para Casa 

Ingressos Vendidos: 35,3 mil
Renda: R$ 483 mil
 

19) Vidro 

Ingressos Vendidos: 34,8 mil
Renda: R$ 530 mil
 

20) John Wick 3 

Ingressos Vendidos: 27,6 mil
Renda: R$ 392 mil
 

‘Minha Lua de Mel Polonesa’: romance simpático e também superficial

Filme de estreia da atriz francesa Élise Otzenberger na direção, “Minha Lua de Mel Polonensa” tinha todos os elementos para ser uma ótima comédia de relacionamentos. Neste longa, há situações convencionais sobre experiências de viagem em terras estrangeiras, a jornada...

‘Deslembro’: os efeitos da ditadura em uma família traumatizada

Se “Vermelho Sol” funciona como um filme sobre o clima antes do início de uma ditadura, “Deslembro” faz o mesmo retratando os traumas deixados pela mesma. Situado no período da abertura política do Brasil com a Lei da Anistia em 1979, o longa, escrito e dirigido por...

‘Dafne’: uma viagem de autoconhecimento e superação ao luto

Singelo e encantador, “Dafne” é um filme ousado. Dirigido por Federico Bondi, o drama italiano possui elementos que poderiam levá-lo ao desgaste e até mesmo ao paternalismo piegas, mas o diretor consegue dosar a medida certa para contar o desabrochar de uma jovem com...

‘Divino Amor’: ironia para projeção de futuro aterrorizante do Brasil

Em “Divino Amor”, Gabriel Mascaro realiza uma obra que servirá como exemplar do que foi o Brasil nessas décadas iniciais do século XXI. Um país complicado que, do berço de uma ideia progressista, terminou no mais profundo conservadorismo, flertando agora com as visões...

‘Anna – O Perigo tem Nome’: Luc Besson se afunda cada vez mais

Diretor de títulos como ‘O Profissional’ e ‘O Quinto Elemento’, Luc Besson chamou atenção para sua carreira como cineasta na década de 1990, se tornando um dos nomes mais promissores da época. Apresentando alguns trabalhos medianos até 2010, suas produções mais...

‘Yesterday’: a trilha é maravilhosa, já o filme…

No ano em que Sharon Tate renasceu e uma cidade pernambucana desapareceu do mapa, por que não os Beatles nunca terem existido? “Yesterday” parte desta interessante premissa para unir dois gigantes do cinema mundial: o diretor Danny Boyle, do cult/clássico...

‘Um Amor Inesperado’: surpreendente e ótima comédia argentina

Para mim, as comédias românticas sempre foram filmes com diferentes tramas, mas todas com uma única proposta: fazer seu público refletir sobre a dinâmica dos relacionamentos amorosos. Entretanto, a insistência pela padronização dessas produções nas últimas duas...

‘Skin’: afeto para mudar uma vida marcada pelo ódio

Abordando temas extremamente atuais e relevantes como o racismo, fascismo e supremacia branca, o ganhador do Oscar de melhor Curta-Metragem por “Skin” (2018), o diretor e roteirista israelense Guy Nattiv lançou o longa homônimo, aclamado pela crítica durante o...

‘Privacidade Hackeada’: impossível não se assustar

Uma citação curiosa é dita durante o filme Privacidade Violada: “Dados podem ser usados como armas”. O documentário produzido e lançado pela Netflix com direção de Karin Amer e Jehane Noujaim analisa com precisão o recente escândalo da empresa de dados Cambridge...

‘Bacurau’: manifesto cinematográfico para o Brasil de 2019

Desde seu longa-metragem de estreia, “O Som ao Redor” (2013), a obra de Kleber Mendonça Filho vem estabelecendo um diálogo afiado com o cenário político do país na época de seus respectivos lançamentos. Em 2016, “Aquarius” virou símbolo de resistência contra o golpe...