Caio Pimenta analisa quais foram os melhores e piores momentos da cerimônia de premiação do Oscar 2021.

O MELHOR

Vamos começar justamente pelo começo: o início da cerimônia com ares de “Onze Homens e um Segredo” da Regina King entrando cheia de glamour pela Union Station com os créditos iniciais deu muito estilo e dinamismo para a cerimônia. Falando no local, apesar de não ter o glamour do Kodak Theater, a Academia conseguiu otimizar bem o espaço fazendo uma festa mais intimista, pessoal, menor, mas, ainda assim, extremamente elegante. 

Por conta da pandemia da Covid-19, o Oscar 2021 precisou ter pequenos palcos espalhados ao redor do planeta. Com isso, vimos o Sacha Baron Cohen na Austrália, o Florian Zeller sendo premiado em Paris e diversos artistas em Londres. Acabou servindo como um símbolo deste momento de internacionalização da Academia. 

Outro acerto da Academia foi ter apresentado as cinco canções indicadas em um pré-show com tudo gravado. Não quebrou o ritmo da cerimônia e rendeu uma produção mais bem acabada para estes momentos. E a estatueta ainda foi para H.E.R – não posso reclamar.

Falando em música, a Glenn Close roubou a cena no momento Anitta. Já disse aqui: se o Oscar nunca premiar a Glenn Close, azar o do Oscar. 

Porém, foi a diversidade o grande ponto deste Oscar 2021.

A vitória da Chloé Zhao, a segunda mulher a ganhar a categoria de Melhor Direção, igualando o feito da Kathryn Bigelow, de “Guerra ao Terror”, é histórica. Também tivemos o Daniel Kaluuya levando Ator Coadjuvante, a Yuh Jung-Youn se tornando a segunda asiática a vencer em atriz coadjuvante, as duas primeiras mulheres negras a levarem Maquiagem e Penteado, fora a conquista da dupla Chloé Zhao e Frances McDormand em Melhor Filme. 

O PIOR 

Claro que nem tudo foi uma maravilha. A previsibilidade dos ganhadores do Oscar incomodou: faltou aquela grande surpresa, aquele momento que choca todo mundo. Nem mesmo o Anthony Hopkins foi tão impensável assim; nos últimos dias, ele cresceu bastante. O mais próximo de surpreendente pode-se dizer que foi montagem indo para “O Som do Silêncio” e Canção Original para “Fight for You”, de “Judas e o Messias Negro”. 

mise-en-scence do Oscar 2021 também não foi das melhores: em alguns momentos, ficava tudo muito confuso. No momento em que a Halle Berry anuncia os indicados a Melhor Design de Produção, o coitado do cinegrafista não sabia nem para onde ir direito a ponto de quase não achar os nomeados. Fora o malabarismo da Laura Dern para se virar e olhar os indicados na hora de homenageá-los. Ficou esquisito. 

Outra bola fora foi o In Memoriam que costuma ser um momento tão emocionante e tinha tudo para ser ainda mais devido às perdas dos últimos meses – Chadwick Boseman, Olivia de Havilland, Sean Connery, Ennio Morricone, entre outros -, mas, que teve um espaço tão rápido e minúsculo que não conseguiu metade do impacto pretendido. 

A inexplicável troca da ordem das categorias, sem dúvida alguma, foi o pior momento do Oscar. Nas cabeças do Steven Soderbergh, Jesse Collins e Stacey Sher, produtores da festa, pela disputa de Melhor Filme já estar bastante definida com “Nomadland”, a ideia era fechar a festa com Melhor Ator e a apoteótica homenagem ao Chadwick Boseman. Porém, faltou combinar com a Academia que deu a estatueta para o Anthony Hopkins, o qual não quis ir para Londres para participar da cerimônia.  

Além de quebrar uma tradição histórica da Academia de deixar o prêmio principal para o final – ocorrida apenas uma única vez para dar o Oscar honorário para Charlie Chaplin – ficou aquele buraco absurdo na festa sem desfecho.

Um anti-clímax. 

Oscar: TOP 10 Maiores Momentos da Década 1950

Dos recordes de "Gigi" e "A Malvada" às indicações póstumas de James, Caio Pimenta traz os 10 maiores momentos do Oscar nos anos 1950. 10. IMPROVISO DE JERRY LEWIS EM 1959 https://www.youtube.com/watch?v=2riKdGOdU3E&t=157s A lista do Oscar nos anos 1950 continua...

Oscar 2023: Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 7

No especial dos candidatos do Oscar 2023, Caio Pimenta traz uma lista com oito filmes brasileiros que podem representar o país. MEDUSA https://www.youtube.com/watch?v=3yW1VUtYXN0 A lista começa com “Medusa”, novo filme de Anita Rocha da Silveira.   Premiado no...

Oscar: TOP 10 Maiores Esnobadas nos Anos 1950

De Charlton Heston a "Cantando na Chuva", Caio Pimenta traz as 10 maiores esnobadas do Oscar nos anos 1950. 10. CHARLTON HESTON, por "OS DEZ MANDAMENTOS" Em 1957, o épico bíblico “Os Dez Mandamentos”, obteve sete indicações ao Oscar. Ainda assim, uma esnobada deixou...

Oscar 2023 – Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 6

Do novo "Avatar", de James Cameron, a "The Killer",de David Fincher, Caio Pimenta aponta mais 10 candidatos ao Oscar 2023. "ASTEROID CITY" Após “A Crônica Francesa” decepcionar, o Wes Anderson busca o retorno ao Oscar com “Asteroid City”, uma história de amor na...

Oscar: TOP 10 Resultados Injustos dos Anos 1950

De Bette Davis a "Assim Caminha a Humanidade", Caio Pimenta traz os 10 resultados mais injustos do Oscar nos anos 1950. https://www.youtube.com/watch?v=Ql_0XmMPw2U 10. GEORGE STEVENS EM MELHOR DIREÇÃO...

Oscar 2023 | Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 5

De Carey Mulligan à nova parceria Martin Scorsese e Leonardo DiCaprio, chegou a hora da quinta parte de candidatos rumo ao Oscar 2023. https://www.youtube.com/watch?v=DmzN-jKKGUo 13 VIDAS  O Ron Howard quebrou a cara em 2021 ao apostar em “Era uma vez um Sonho”. Para...

Oscar: TOP 10 Ganhadores de Melhor Atriz na Década de 1950 

De Olivia de Havilland a Susan Hayward, Caio Pimenta apresenta o TOP 10 dos vencedores do Oscar de Melhor Atriz nos anos 1950.  10. JUDY HOLLIDAY, por "NASCIDA ONTEM" A interpretação mais fraca a vencer o Oscar de Melhor Atriz nos anos 1950 vem da cerimônia de 1951. ...

Oscar 2023 | Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 4

De Jordan Peele a David O. Russell, chegou a hora da terceira parte de candidatos rumo ao Oscar 2023.  https://www.youtube.com/watch?v=B-w9rivGhKI DOCUMENTÁRIO SIDNEY POITIER  Ganhadora do Oscar deste ano com “Coda”, a Apple já mira sim a edição do ano que vem, pelo...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Sean Penn

De "Os Últimos Passos de um Homem" a "Milk", Caio Pimenta analisa da pior à melhor indicação da carreira de Sean Penn. https://www.youtube.com/watch?v=ZmYMmJ_F3Vs 5. UMA LIÇÃO DE AMOR  Em 2002, Sean Penn surgiu na lista pelo trabalho em “Uma Lição de Amor”.  Ainda que...

Oscar 2023 | Quem Pode Surgir na Disputa? – Parte 3

De "Elvis", de Baz Luhrmann, a “Don´t Worry Darling", com Harry Styles, Caio Pimenta aponta mais 10 candidatos ao Oscar 2023. CRIMES OF THE FUTURE  https://www.youtube.com/watch?v=DV0saNig-v4 Voltando aos cinemas oito anos após “Mapas para as Estrelas”, o David...