Caio Pimenta apresenta a lista das surpresas e esnobados das indicações do Globo de Ouro 2021, previsto para o dia 28 de fevereiro. 

AS SURPRESAS 

Vamos começar com a turma que mandou bem e surpreendeu. Entre os coadjuvantes, o Globo de Ouro reservou duas novidades. 

Primeiro, o Jared Leto nomeado por “Os Pequenos Vestígios” e a segunda foi a Glenn Close, de “Era uma vez um Sonho”. 

De todas as surpresas, o Jared Leto é a mais inesperada. Afinal, ele nem cogitado era pela imprensa mundial. Aqui, pesou para a indicação bastante mais uma transformação física dele. Quanto a Glenn Close, a Associação de Imprensa Estrangeira em Hollywood foi de uma generosidade absurda ao salvá-la do desastre que foi “Era uma vez um Sonho”. Vai mais pelo nome do que pela atuação. 

Nas atuações principais, surpreenderam as nomeações da Kate Hudson, de “Music”, e Rosamund Pike, de “I Care a Lot” em Atriz de Comédia/Musical, o James Corden, por “A Festa de Formatura”, em Ator Comédia/Musical, o Tahar Rahim, de “The Mauritanian”, em Ator de Drama, e, por fim, a Andra Day, de “The United States Vs Billie Holliday”, em Atriz de Drama. 

Andra Day não chega ser uma grande surpresa; ela era cotada para indicação. A questão, aqui, é que ela superou rivais de peso na briga pela última vaga, ganhando força rumo ao Oscar. O Tahar Rahim mostra que os votantes do Globo de Ouro gostaram de “The Mauritanian”; esperava-se apenas a indicação da Jodie Foster e nada mais.  

Quanto ao James Corden, só falta de opções e ele ser um cara bem legal justifica essa nomeação. Se a Rosamund Pike cresceu nas últimas semanas com um desempenho elogiado em “I Care a Lot”, a Kate Hudson se beneficiou de “Music” ter sido bem recebido pelos votantes, afinal, a produção ainda pegou uma vaga surpreendente em Melhor Filme Comédia/Musical. 

A indicação da Emmerald Fennell, de “Bela Vingança”, em Melhor Direção também entra na cota de surpresas. Apesar de cotada, ela tinha adversários de peso na briga pela última vaga da categoria. O bom é que, pela primeira vez, teremos mais mulheres do que homens em Direção. 

Por fim, também vale citar “Mank”. Apesar de ter perdido a dianteira na corrida rumo ao Oscar para “Nomadland”, o filme do David Fincher mostrou forças para liderar as nomeações, ao todo, foram seis. Nas próximas semanas, vamos saber se ganhou novo fôlego ou foi apenas o último suspiro. 

OS ESNOBADOS

Não dá para falar de esnobados no Globo de Ouro 2021 sem citar “Destacamento Blood”. O filme do Spike Lee ficou zero indicações. Isso mesmo: ZERO! Nem mesmo o Delroy Lindo, extremamente elogiado, conseguiu ser nomeado em Melhor Ator.  

Duas curiosidades estranhas: primeiro que os filhos do Spike Lee serão os embaixadores da festa neste ano; e segundo que a Netflix dominou as indicações tanto no cinema quanto na TV, mas, um dos seus principais candidatos na temporada de premiações acabou totalmente esquecido. 

Entre os coadjuvantes, as ausências da Ellen Burstyn, por “Pieces of a Woman”, e Saoirse Ronan, de “Ammonite”, foram as mais sentidas. Já entre os homens, o Paul Raci, de “O Som do Silêncio”, e o Kingsley Ben-Adir, por “Uma Noite em Miami”, farão falta no Globo de Ouro. 

Saoirse Ronan de fora somente mostra o quanto “Ammonite” já era na temporada de premiações, enquanto a Ellen Burstyn, apesar de esnobada aqui, deve ser indicada para o Oscar. Não vejo a Academia sendo tão generosa com a Gleen Close como o Globo de Ouro foi. Faltou nome para o Paul Raci; se fosse um ator mais conhecido, certamente, teria sido indicado. Quanto ao Kingsley Ben-Adir, só comprovou como errada a decisão da Associação de Imprensa Estrangeira em colocar todo mundo de “Uma Noite em Miami” em coadjuvante. Fez com que ele perdesse um espaço que poderia ter sido conquistado em Ator Principal. 

Em Melhor Atriz de Comédia, a Meryl Streep, por “A Festa de Formatura”, e a Rashida Jones, de “On the Rocks”, ficaram de fora, enquanto Mads Mikkelsen, por “Another Round” foi esnobado entre os homens. Em Melhor Ator de Drama, além do Delroy Lindo, o Steven Yeun, por “Minari”, ficou a ver navios. Sophia Loren, por “Rosa e Momo”, e a Zendaya, por “Malcolm & Marie” foram esnobadas em Melhor Atriz de Drama. 

Apesar de surpreendente, não acho absurdo a Meryl Streep ficar de fora. Bom ver outros nomes serem indicados de vez em quando. Mais do que as ausências da Sophia Loren e Zendaya, chama a atenção que o Globo de Ouro buscou evitar um domínio absoluto nesta e em outras categorias de cinema com três mais ou mais nomeados dos filmes do streaming. Isso pode explicar a preferência da Andra Day em relação às duas atrizes. Aliás, “Malcolm & Marie” foi deixado totalmente de lado. 

Em Direção, o Florian Zeller, de “Meu Pai” e o Lee Isaac Chung, por “Minari”, não foram indicados assim como “On the Rocks” em Melhor Comédia/Musical. Por fim, “A Voz Suprema do Blues”, “Uma Noite em Miami”, “Judas e o Messias Negro” e “Relatos do Mundo” ficaram de fora em Drama. 

“Relatos do Mundo”, “On the Rocks” e “Judas” eram filmes que tinham potencial para ir além, mas, o trio só conseguiu uma indicação para cada. De todos eles, a pior situação foi da comédia da Sofia Coppola que aparece, todo dia, mais enfraquecida na temporada de premiações.  

“A Voz Suprema do Blues” mostra, definitivamente, que a força dele está nas atuações e não no filme como um todo. E a esnobada de “Uma Noite em Miami”: consegue emplacar a Regina King em Direção, mas, cai fora de Filme e Roteiro? Incoerências do Globo de Ouro.  

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Denzel Washington

De “Um Grito de Liberdade” a “Roman J. Israel Esq”, Caio Pimenta analisa da pior a melhor indicação de Denzel Washington ao Oscar.  https://www.youtube.com/watch?v=EdFS6qS1DOI 8. ROMAN J ISRAEL ESQ  Das oito indicações do Denzel ao Oscar, o pior trabalho ficou...

Oscar 2022: As Possíveis Surpresas e Decepções da Temporada de Premiações

De “Licorice Plzza” a Ben Affleck, Caio Pimenta lista possíveis surpresas e decepções da temporada de premiações rumo ao Oscar 2022. https://www.youtube.com/watch?v=wK7wzJ40eGo AS POSSÍVEIS SURPRESAS  Que “Licorice Pizza” estará no Oscar, isso é mais do que certo....

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Nicole Kidman e Jennifer Lawrence

Das nomeações por "Moulin Rouge" e "Inverno da Alma" a "Lion" e "Joy", Caio Pimenta analisa quais as melhores e piores indicações de Nicole Kidman e Jennifer Lawrence no Oscar. https://www.youtube.com/watch?v=T_TfJwxVcwI 4. LION  Começamos com a Nicole Kidman e sua...

Lady Gaga e Kristen Stewart: Quem Chega Mais Forte no Oscar 2022?

Caio Pimenta analisa os pontos a favor e contra de Lady Gaga, de "Casa Gucci", e Kristen Stewart, de "Spencer", no Oscar 2022 de Melhor Atriz. https://youtu.be/eoeoDQn7TD0 PONTOS A FAVOR DE LADY GAGA  A Lady Gaga tem boas credenciais para acreditar que pode sim levar...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Jane Fonda

Falar da beleza, carisma e do engajamento político de Jane Fonda é chover no molhado. Porém, a estrela de Hollywood também era uma grande atriz e as sete indicações com duas vitórias provam isso.  Por isso, eu faço esta homenagem a ela trazendo da pior à melhor...

Oscar 2022: Previsões Iniciais de Melhor Animação

De “Flee” a “A Família Mitchell e a Rebelião das Máquinas”, Caio Pimenta apresenta a lista de candidatos ao Oscar 2022 de Melhor Animação.  CHANCES MÍNIMAS  Três franquias vão manter a regularidade no Oscar: todas elas seguirão sem indicações.  Se os três primeiros...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Daniel Day-Lewis

Chegou a hora de falar do maior vencedor da categoria de Melhor Ator: Daniel Day-Lewis conseguiu seis indicações e levou a estatueta em três ocasiões.  Nada mais do que justo a um dos maiores de todos os tempos; um intérprete que se entregava de maneira completa aos...

Oscar 2022: Previsões Iniciais de Melhor Filme Internacional e as chances do Brasil

O prazo para cada país enviar o seu candidato ao Oscar de Melhor Filme Internacional chegou ao fim no dia 1 de novembro.   Entre algumas surpresas e outros candidatos já esperados, chegou a hora de apontar quem chega forte para disputa e, claro, analisar a situação...

Oscar: O Melhor e o Pior das Indicações de Woody Allen

O Woody Allen compareceu apenas uma vez à cerimônia do Oscar: foi em 2002 para introduzir um curta de Nora Ephron sobre os filmes rodados em Nova York, cidade que se recuperava dos traumáticos atentados de 11 de setembro do ano anterior.  Apesar de nunca aparecer nas...

Oscar 2022 de Melhor Atriz Coadjuvante: Previsões Iniciais

De Judi Dench a Kirsten Dunst, Caio Pimenta apresenta a lista de candidatos ao Oscar 2022 de Melhor Atriz Coadjuvante. CHANCES MÍNIMAS Como sempre, eu inicio pelas candidatas com quase nenhuma chance na disputa. A turma inclui nomes gigantes de Hollywood. Apesar de...