Caio Pimenta analisa quem devem ser os vencedores e as possíveis surpresas do SAG 2021, previsto para acontecer no domingo, dia 4 de abril. 

COADJUVANTES 

Em Melhor Ator Coadjuvante, estão no páreo o Daniel Kaluuya, por “Judas e o Messias Negro”, Sacha Baron Cohen, de “Os Sete de Chicago”, Leslie Odom Jr., por “Uma Noite em Miami”, Chadwick Boseman, por “Destacamento Blood” e o Jared Leto, de “Os Pequenos Vestígios”. 

Tanto o Chadwick Boseman quanto o Jared Leto ficaram de fora do Oscar para darem lugar ao Paul Raci, de “O Som do Silêncio” e Lakeith Stanfield, por “Judas e o Messias Negro”. E falando no filme da Warner é dele que vem o favorito: o Daniel Kaluuya tem tudo para vencer e praticamente assegurar o Oscar da categoria.  

Caso tenhamos uma surpresa, ela pode ser o Sacha Baron Cohen. Isso serviria para reconhecer um ator que consegue jogar muito bem tanto na comédia quanto no drama, além de prestigiar um ano incrível que, além de “Os Sete de Chicago”, contou com retorno em “Borat 2”. 

A Glenn Close, por “Era uma vez um Sonho”, a Helena Zengel, por “Relatos do Mundo”, Olivia Colman, por “Meu Pai”, Maria Bakalova, de “Borat 2” e Yuh-Jung Youn, de “Minari” concorrem em Atriz Coadjuvante. 

Como disse no vídeo anterior, aqui a disputa é mais acirrada. O favoritismo é da Yuh-Jung Youn pelo trabalho que rouba a cena em “Minari”, servindo também para demonstrar a força asiática no SAG após a vitória de “Parasita” em Melhor Elenco no ano passado.  

Porém, temos Glenn Close: diferente do Oscar, aqui, ela já foi premiada duas vezes, incluindo, Melhor Atriz em Cinema por “A Esposa”. Uma possível vitória dela por “Era uma vez um Sonho” pode ajudar a consolidar o sonho da primeira estatueta dourada. Mas, claro, há toda a polêmica em torno do filme e do próprio dela no projeto da Netflix. 

Outra possibilidade correndo por fora é a Maria Bakalova, de “Borat 2”. Questão é saber se o sindicato dos atores será generoso com um trabalho fora do convencional e estreante nas telas. 

ATUAÇÕES PRINCIPAIS 

Disputam o prêmio de Melhor Ator do SAG 2021: Chadwick Boseman, por “A Voz Suprema do Blues”, Riz Ahmed, por “O Som do Silêncio”, Anthony Hopkins, de “Meu Pai”, Steven Yeun, de “Minari” e o Gary Oldman, por “Mank”. 

Aqui, SAG e Oscar bateram perfeitamente nos indicados, o que já aponta que o vencedor do sindicato terá 99% de chances de levar o prêmio da Academia. E, sem dúvida, todo o favoritismo do universo é do Chadwick Boseman. Ainda que muita gente esteja emocionada com o desempenho do Anthony Hopkins, se tivermos um azarão, será o Riz Ahmed.

Viola Davis, por “A Voz Suprema do Blues”, Frances McDormand, de “Nomadland”, Carey Mulligan, de “Bela Vingança”, Amy Adams, por “Era uma vez um Sonho” e Vanessa Kirby, de “Pieces of a Woman” concorrem em Melhor Atriz. 

A vencedora do Globo de Ouro, a Andra Day, de “Os EUA contra Billie Holiday”, ficou de fora para dar lugar no SAG a Amy Adams. Com isso, a Carey Mulligan tem o favoritismo da disputa, porém, muita atenção para a Frances McDormand e Viola Davis, duas veteranas bastante prestigiadas em Hollywood e que podem surgir como surpresas. 

MELHOR ELENCO 

Por fim, em Melhor Elenco, temos “Destacamento Blood”, “Minari”, “A Voz Suprema do Blues”, “Uma Noite em Miami” e “Os Sete de Chicago. 

Exceto por “Destacamento Blood”, todos os outros filmes têm chances na categoria. O mais forte é “Os Sete de Chicago”, o qual reúne o maior número de estrelas por metro quadrado desta temporada de premiações.  

De jovens estrelas como Eddie Redmayne a Sacha Baron Cohen se arriscando no drama até os veteranos Frank Langella e Mark Rylance, o projeto da Netflix traz uma variedade em seu elenco capaz de agradar os votantes do sindicato. 

Por outro lado, é um elenco formado, em sua maioria, por atores brancos, diferente dos seus rivais mais diversos.  

Minari”, por exemplo, pode repetir o feito de “Parasita” e dar o segundo SAG consecutivo de Melhor Elenco para um time de origem asiática.  

Já “A Voz Suprema do Blues” e “Uma Noite em Miami” tem a representatividade negra.  

A produção da Netflix tem a seu favor contar com duas estrelas em desempenhos excepcionais, enquanto o longa da Regina King traz um elenco bastante homogêneo em que todos se destacam. 

Resumindo: o favorito é “Os Sete de Chicago” seguido por “Minari” e “A Voz Suprema do Blues”. 

Bolão Oscar 2021 no Cine Set com prêmios para você

O bolão do Cine Set já está no ar! https://www.youtube.com/watch?v=i7QZkOqXEgM OS PRÊMIOS um (1) Blu-Ray de “Parasita”; um (1) Blu-Ray de “Babenco”; um (1) Blu-Ray de “Retrato de uma Jovem em Chamas”. COMO PARTICIPAR Para participar é muito simples: você precisa...

Oscar 2021: Quais Deveriam ser os Ganhadores? – Parte 2

Caio Pimenta segue analisando quais deveriam ser os ganhadores do Oscar em nove categorias, incluindo Melhor Filme e atuações. https://www.youtube.com/watch?v=hL7kLULHAd8 DOCUMENTÁRIO E ANIMAÇÕES Entre os documentários em longas-metragens, meu favorito é o chileno “O...

Oscar 2021: Quais Deveriam ser os Ganhadores? – Parte 1

Caio Pimenta analisa quais deveriam ser os ganhadores do Oscar em nove categorias, incluindo Melhor Direção e roteiros. https://www.youtube.com/watch?v=HhiLEu6vciY CURTA E SOM Vamos começar com os curtas de ficção.    O meu favorito é o israelense “White Eye” seguido...

Oscar: TOP 10 Maiores Momentos da Década 2010

De Leonardo DiCaprio a Lady Gaga, Caio Pimenta apresenta uma lista com os 10 momentos mais marcantes do Oscar na década de 2010.  https://www.youtube.com/watch?v=HZm_rdBu7d8 10. RUTH E. CARTER E HANNAH BEACHLER  https://www.youtube.com/watch?v=bw_n6O0d46k...

Oscar 2021: Qual filme tem mais chance de surpreender “Nomadland”?

Grandes rivalidades marcaram muitos anos do Oscar.  Quem não lembra dos duelos de “E o Vento Levou” e “O Mágico de Oz” ou “A Malvada” versus “Crepúsculo dos Deuses”, “A Noviça Rebelde” contra “Doutor Jivago”, “O Poderoso Chefão” versus “Cabaret”, “Kramer Vs Kramer”...

SAG 2021: ‘Os Sete de Chicago’ vence Melhor Elenco e ganha força para o Oscar

Apesar de uma lista repleta de diversidades, o SAG 2021 de Melhor Elenco foi para uma produção de maioria branca com “Os Sete de Chicago”. https://www.youtube.com/watch?v=dh-sPpPXQ0E O filme traz gigantes como Michael Keaton, Eddie Redmayne, Sacha Baron Cohen,...

SAG 2021: Viola Davis mostra força e vence em Melhor Atriz

Até tentaram tirar o protagonismo do filme dela, mas, Viola Davis é tão forte que cá está conquistando o prêmio de Melhor Atriz do SAG 2021 por "A Voz Suprema do Blues". Este é o segundo prêmio da estrela no evento: a primeira aconteceu em 2012 com “Histórias...

SAG 2021: Chadwick Boseman segue imbatível e vence Melhor Ator

A maior barbada do SAG 2021 se confirmou: Chadwick Boseman leva o prêmio de Melhor Ator por “A Voz Suprema do Blues”. Este é o primeiro troféu póstumo da categoria. https://www.youtube.com/watch?v=lyWyv6fYmQ8 Vale lembrar que o Chadwick já venceu o Globo de Ouro e o...

SAG 2021: destaque de ‘Minari’, Yun-Jung Youn vence Melhor Atriz Coadjuvante

Yun-Jung Youn. Vencedora de Melhor Atriz Coadjuvante por “Minari”, ela é a primeira mulher vencedora de um SAG no cinema por um filme não falado em inglês. Entre os homens, o feito ficou por conta do Roberto Benigni, em 1999, por “A Vida é Bela”. ...

SAG 2021: Daniel Kaluuya mantém domínio e vence Melhor Ator Coadjuvante

Depois de levar o Globo de Ouro e o Critics Choice Awards, chegou a hora de Daniel Kaluuya conquistar o SAG 2021. Ele venceu Melhor Ator Coadjuvante por “Judas e o Messias Negro”.  https://www.youtube.com/watch?v=zgKyo_vtBWw Dividindo o protagonismo com...